Menu
2020-04-29T09:07:16-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
De olho nos resultados

Vale, Raia Drogasil, Cielo, Smiles e Weg: os balanços que movimentam o mercado nesta quarta-feira

Em meio à crise política e às consequências do novo coronavírus, bolsa deve refletir balanços de ontem

29 de abril de 2020
7:12 - atualizado às 9:07
balanço
Imagem: Shutterstock

A temporada de balanços faz o noticiário corporativo voltar ao radar de investidores nesta quarta-feira (29). O Ibovespa deve operar não só de olho na crise e nos mercados externos, mas também nos resultados de Vale, Raia Drogasil, Cielo, Smiles e Weg.

Ontem, o principal índice acionário da bolsa brasileira fechou em alta de 3,93%, aos 81.312,23 pontos. O dólar acompanhou o bom humor e cedeu 2,55%, tendo terminado a sessão cotado a R$ 5,51.

Confira os principais números das empresas no primeiro trimestre:

Vale

A Vale contabilizou um lucro líquido de US$ 239 milhões entre janeiro e março deste ano, revertendo parte das perdas de US$ 1,642 bilhão registradas no mesmo intervalo de 2019 — os dados do primeiro trimestre do ano passado, contudo, foram fortemente impactados pelo desastre em Brumadinho, ocorrido em 25 de janeiro. Veja detalhes do balanço.

  • Lucro líquido:  US$ 239 milhões (ante prejuízo de US$ 1,642 bilhão)
  • Receita líquida:  US$ 6,969 bilhões (↓15% )
  • Ebitda ajustado:  US$ 2,882 bilhões (ante US$ 652 milhões )

Raia Drogasil

Diferentemente da Vale, a Raia Drogasil saiu ganhando com a pandemia e registrou lucro líquido de R$ 152,8 milhões no 1º trimestre de 2020. O número representa alta de 44,8% em comparação ao mesmo período do ano passado. A companhia citou "impacto profundo" do covid-19 nas operações, com destaque para a demanda digital e a reiteração de guidance:

  • Lucro líquido:  R$ 152,8 milhões (↑44,8%)
  • Receita líquida: R$ 4,949 bilhões (↑25% )
  • Ebitda: R$ 327,5 milhões (↑36,8%)

Cielo

O lucro líquido da Cielo caiu quase 70% no trimestre inicial do ano. A empresa relatou que começou a notar os primeiros efeitos da pandemia nos seus negócios:

  • Lucro líquido:  R$ 166,8 milhões (↓69,4%)
  • Receita líquida: R$ 2,830 bilhões (↑2% )
  • Ebitda: R$ 573,8 milhões (↓30,7%)

Smiles

A administradora do programa de milhagem Smiles registrou queda de 60,3% no lucro, a R$ 56,3 milhões. A companhia diz que começou o ano confiante em bons resultados, por conta do desempenho em janeiro e fevereiro. Mas a pandemia do novo coronavírus influenciou sensivelmente a operação da empresa a partir de março.

  • Lucro líquido: R$ 56,3 milhões (↓60,3%)
  • Receita líquida: R$ 171,3 milhões, (↓28,8%)
  • Ebitda:  R$ 86 milhões (↓49,7%)

Weg

A Weg lucrou R$ 440 milhões no primeiro trimestre - uma alta de 43,4%. A empresa diz que os negócios foram poucos impactados pela pandemia - com exceção das operações na China, que ficaram paralisadas parte de fevereiro. Segundo a empresa, impactos são esperados para os próximos trimestres, mas são difíceis de serem mensurados nesse momento.

  • Lucro líquido: R$ 440 milhões (↑43,4%)
  • Receita líquida: R$ 3,714 bilhões (↑26,7%)
  • Ebitda:  R$ 619,1 milhões (↑34,1%)

*Com informações de Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

seu dinheiro na sua noite

Fidelidade em baixa com a pandemia

Não, não estou falando da fidelidade entre casais. Até porque, por mais que a convivência excessiva em família na quarentena tenha abalado alguns casamentos, o momento não anda muito propício às puladas de cerca. Estou falando do setor de fidelidade, que abarca as empresas de programas de pontos e milhagem, sobretudo aqueles ligados às companhias […]

Empresa ligada à Vale

Justiça aprova pedido de Recuperação Judicial da Samarco

RJ não terá impacto nas atividades operacionais da mineradora, nem nas ações de reparação e compensação pela tragédia de Mariana

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies