Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-12-03T09:02:31-03:00
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
CEO do Seu Dinheiro. É CFP® (Certified Financial Planner). Tem graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa. Foi Diretora de Conteúdo e editora-chefe do Seu Dinheiro, editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e do portal IG.

Juro negativo no Tesouro Direto, PIB e Trump

3 de dezembro de 2019
9:02
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A nova era de juros baixos no Brasil trazem uma novidade peculiar: a taxa negativa no Tesouro Direto. O dia pede atenção para os novos ataques de Donald Trump e para a divulgação do PIB brasileiro do terceiro trimestre. 

Veja os destaques de hoje:

Mercados

• A bolsa brasileira ignorou as pressões negativas dos mercados americanos e fechou no azul ontem. O Ibovespa subiu 0,64%, para 108.927,83 ontem. O dólar à vista caiu 0,68%, para R$ 4,2119.

• E, por incrível que pareça, o melhor desempenho do Ibovespa foi justamente a ação da CSN (alta de 5,73%). A decisão de Trump de sobretaxar o aço brasileiro não abalou as siderúrgicas. As ações da Usiminas e Gerdau também subiram. O Victor Aguiar explica o motivo.

• E o que vai pautar os mercados hoje? Os investidores devem prestar atenção nos dados do PIB do terceiro trimestre brasileiro, que será divulgado às 9h. O mundo também segue de olho nas afirmações (ou tuítes) de Donald Trump. Depois de mirar no Brasil e Argentina ontem, hoje ele afirmou que pretende taxar  os produtos da França.

Investimentos

• O juro negativo chegou ao Tesouro Direto.  Isso é um fenômeno raro da economia brasileira. A Julia Wiltgen mostra qual é este título, quanto ele (não) rende, por que isso aconteceu e o que levaria alguém a comprar ou vender este papel.

• O mercado de debêntures também está com rendimentos negativos. Pela primeira vez na história, o Índice de Debêntures Anbima ficou no vermelho.

Empresas

• A Odebrecht vai vender a Braskem em até três anos. É o que diz o novo plano de recuperação judicial da petroquímica, segundo o jornal Valor Econômico. A assembleia geral de credores do grupo acontece amanhã. 

• A privatização do Banco do Brasil está no radar do governo. O ministro da Economia, Paulo Guedes, e sua equipe devem tentar convencer o presidente Jair Bolsonaro a aceitar vender a instituição pública, segundo o jornal O Globo, que afirma ter ouvido fontes próximas ao assunto.

•​​​​​​​ A startup de crédito brasileira Rebel levantou um aporte de US$ 10 milhões. Fundada em 2016, a startup usa um robô para conceder empréstimos de R$ 1 mil a R$ 25 mil. 

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies