Menu
2019-04-12T12:05:01+00:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Seu Dinheiro Guia

Tesouro Direto: como resgatar títulos públicos

Tesouro permite a investidor retirar seu dinheiro da aplicação antes do vencimento

15 de outubro de 2018
5:49 - atualizado às 12:05
guia do Tesouro Direto
Guia do Tesouro Direto - Imagem: Seu Dinheiro com Shutterstock

Muita gente tem dúvidas sobre como resgatar o dinheiro investido no Tesouro Direto e se vale a pena segurar o título até o vencimento é melhor fazer a venda antecipada.

O Seu Dinheiro fez um guia completo para te ajudar a compreender tudo sobre o nosso amigo TD. Neste guia sobre títulos públicos você vai saber:

Como resgatar

Uma das facilidades do Tesouro Direto é que ele permite a investidor retirar seu dinheiro da aplicação a qualquer momento. Isso acontece porque o governo calcula os juros sobre o dinheiro aplicado diariamente, garantindo o que o mercado costuma chamar de liquidez.

Você pode escolher retirar seu dinheiro tanto no dia do vencimento do contrato firmado quanto em qualquer outro momento durante esse período. Mas fique de olho: para cada uma das escolhas, há pontos positivos e negativos.

No caso do resgate no vencimento, você receberá o valor de face do título corrigido pela taxa contratada, seja ela prefixada ou pós-fixada, descontada de impostos e taxas.

Quando o resgate é antecipado, o valor do título é corrigido a preço de mercado, que pode ser maior ou menor do que o que você pagou. Isso acontece porque, dependendo dos tipos de título, as variáveis utilizadas como base para seu rendimento podem estar em condições melhores ou piores na comparação com o fim do período.

Por exemplo: se você comprou um título de R$ 1.000 com vencimento em 2020 e taxa de juros de 12% ao ano e neste momento as taxas para o mesmo vencimento estão em 10% você vai conseguir vender o título antecipadamente por um valor maior que os R$ 1.000. Mas, se for o contrário, você terá que dar um desconto.

“Se decidir resgatar antes do vencimento, você estará sujeito às oscilações das taxas”.

Vale lembrar que é difícil prever o comportamento de indicadores como Selic e inflação ao longo do tempo de contrato porque as oscilações do mercado e da economia brasileira serão muitas até lá. É por isso que o especialista em investimentos do Itaú Unibanco, Martín Iglesias, aconselha seus clientes a manterem o título até o fim. A exceção à essa recomendação seriam casos extraordinários, em que você precisará utilizar o dinheiro no curto prazo.

Passo a passo para o resgate

Para retiradas no vencimento do contrato, o valor cairá na sua conta automaticamente.

Já no caso de retiradas antecipadas, você deve seguir os seguintes passos:

  • Acesse sua plataforma de investimentos (pode ser o aplicativo ou site da corretora e em alguns casos a área restrita no site do Tesouro Direto);
  • Selecione quais títulos você quer resgatar;
  • Escolha a opção de resgate;
  • Escolha se pretende retirar todo o valor ou apenas uma parte dele;
  • Insira sua assinatura, digital ou senha;

Após efetuar o pedido, a corretora vai depositar o dinheiro na sua conta no prazo de até um dia útil.

Restrições de horário e datas

O site do Tesouro Direto é bem prático nesse sentido e permite que você faça retiradas tanto nos dias úteis como nos finais de semana.

Nos dias úteis, entre 9h30 e 18h, como o mercado está aberto, o Tesouro processa os resgates com preços e taxas disponíveis no momento da transação. Já entre 18h e 5h do dia seguinte, o valor total disponível para o saque será calculado com base nos preços e taxas de abertura do dia útil seguinte. Essa última regra também vale para pedidos de saque feitos no final de semana.

Vale deixar um adendo importante: caso você tenha títulos que pagam juros semestrais (NTN-B, NTN-C e NTN-F), a opção de resgate no site do Tesouro Direto ficará suspensa por 2 dias úteis antes desses pagamentos.

Como consultar minhas aplicações?

O site do Tesouro Direto te permite obter extratos dos títulos e movimentações que estão no seu nome. Para consultá-los, você deve acessar a área reservada do Tesouro Direto com o número do seu CPF e sua senha. Na página do investidor, clique em “consultar” e escolha o item “Extrato Consolidado”. As informações geradas vão mostrar os preços dos títulos comprados e seus rendimentos naquele momento.

Como recomprar os títulos?

O Tesouro também disponibiliza a opção de recompra dos títulos. Na prática, funciona como um extensão do período de aplicação com as mesmas condições de rendimento e taxas.

Nesse processo de recompra, o governo vai utilizar como base o valor de mercado do título no momento da transação. Por isso, vale a pena analisar se seguir com o mesmo investimento vai te trazer os melhores retornos.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

sem passagem de volta

Petrobrás e Uruguai firmam acordo sobre distribuidoras de gás

Estado uruguaio assumirá as operações da Conecta S.A. e a Distribuidora de Gas de Montevideo

a bula do mercado

Expectativa com Livro Bege deve manter ativos locais à deriva

Fed divulgará o documento às 15h

a volta por cima?

Oi quer ser uma empresa de fibra

Em recuperação judicial e com dívidas bilionárias, operadora dá uma guinada na sua estratégia e indica que pode vender seu negócio de telefonia móvel 

Será que volta?

Maia pede apoio de governadores a PEC para reinclusão de Estados na Previdência

“A gente vai precisar que o PT, PSB, PDT, PCdoB possam ajudar a aprovar a PEC paralela, senão vai acabar tendo obstrução de alguns pelos mesmos motivos que nós tivemos que tirar Estados e municípios da PEC da Previdência encaminhada pelo governo”, afirmou Maia

Seu Dinheiro na sua noite

Como será o amanhã?

Responda quem puder. Aliás, todas as suas decisões de investimento deveriam ter essa pergunta em mente. É com base no que será o amanhã, ou na ideia de cada um sobre o amanhã, que funciona o tal mercado financeiro. Bola de cristal, jogo de búzios, cartomante… Na canção que ficou famosa na voz da Simone, […]

De olhos bem abertos

CVM alerta que Robô Investe, página que possui mais de 22 mil seguidores no Facebook, possui atuação irregular

A comissão disse que recebeu uma série de denúncias em seu serviço de atendimento ao cidadão e verificou indícios de que os envolvidos vêm oferecendo serviço de análise de valores mobiliários

Colocando de volta?

Alcolumbre defende inclusão de Estados e municípios na reforma da Previdência

“Nesse caso, se o relator da matéria, o senador Tasso, tem o desejo de incluir, se é o sentimento do Senado como Casa da Federação, eu espero que o Senado possa debater e incluir Estados e municípios na nova Previdência”, disse o presidente do Senado

DE OLHO NO GRÁFICO

Sinal amarelo no S&P, o futuro do Ibovespa e 14 ações

No vídeo de hoje, Fausto Botelho analisa o futuro dos papéis de B3, Banco do Brasil, Iguatemi, Itaúsa, Itaú Unibanco, Klabin, Kroton, Minerva, Odontoprev, Petrobras, Santander, Ultrapar e mais

Uma das cartas mais esperadas do mercado

Gestora SPX projeta corte no próximo Copom e acredita que Selic pode chegar a 5% ao ano

Apesar de estar mais positiva com Brasil, a carta fez ressalvas sobre o enfraquecimento das economias mundiais e disse para tomarmos cuidado com os “leões e o dragão” que estão à solta no mercado

Banco de serviços

Presidente do BNDES pede dois meses para explicar caixa-preta

Gustavo Montezano também esclareceu que BNDES vai acelerar venda de participações em empresas neste ano, mas que não tem um número para dar. Carteira soma R$ 110 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements