Menu
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
SEU DINHEIRO GUIA

Quanto custa investir no Tesouro Direto e quais os rendimentos dos títulos?

Com baixa necessidade de capital para investir e risco pequeno, o Tesouro Direto é uma alternativa à poupança mas não está isento de taxas

14 de outubro de 2018
5:44 - atualizado às 13:50
Guia do Tesouro Direto - Imagem: Seu Dinheiro com Shutterstock

O Tesouro Direto é conservador . Por ser um investimento em renda fixa, precisa de pouco capital para investir, envolve um baixo risco, e garante retorno superior ao da poupança, com níveis parecidos de segurança. Uma boa notícia é que a maioria das corretoras, agentes de intermédio entre você e o Tesouro Direto, não cobram por essa operação.

Se você não lembra quais títulos estão disponíveis para investir no TD, leia essa matéria antes de continuar. Já leu? Então vamos lá.

O Seu Dinheiro fez um guia completo para te ajudar a compreender tudo sobre o nosso amigo TD. Nos próximos dias você vai saber:

Quanto custa?

O valor do investimento mínimo do Tesouro Direto é de R$ 30. Já o pagamento de taxas depende da corretora ou banco. Enquanto as corretoras, principalmente as menores, costumam não cobrar taxas para abrir contas ou de custódia, os bancos cobram tarifas de até 2% para essa modalidade de investimento. 

Fique atento: os rendimentos em cima do TD não são isentos de taxas e impostos. Meu colega, Fernando Pivetti, explica nessa matéria quais são elas.  

Vale lembrar também que a transferência de dinheiro (TED) do seu banco à corretora pode gerar custos que, na maioria das vezes, porém, são menos que aqueles cobrados para investir nos próprios bancos. O jeito é negociar com seu gerente uma cota de TEDs mensais.

E os rendimentos?

Se você já leu esse guia, sabe que é possível investir em títulos prefixados (indexados ao IPCA ou à Selic) e pós-fixados no TD. Enquanto no prefixado você só saberá a taxa de rendimento ao longo do tempo, nos pós-fixados o rendimento é estabelecido quando você compra o título. Ou seja, você já sabe quanto ganhará no vencimento do papel.

Veja quais são os rendimentos por títulos, de acordo com o próprio TD. Esses valores se referem à data atual e podem mudar diariamente:

Indexados ao IPCA

  • Tesouro IPCA + 2024 - 5,13%
  • Tesouro IPCA + 2035 - 5,45%
  • Tesouro IPCA + 2045 - 5,45%
  • Tesouro IPCA + com Juros Semestrais 2026 - 5,14%
  • Tesouro IPCA + com Juros Semestrais 2035 - 5,36%
  • Tesouro IPCA + com Juros Semestrais 2050 - 5,38% 

Indexados ao IPCA 

Indexados à Selic

  • Tesouro Selic 2023 - 0,01% + Selic

Prefixados

  • Tesouro Prefixado 2021 - 8,67%
  • Tesouro Prefixado 2025 - 10,67%
  • Tesouro Prefixado com Juros semestrais 2029 - 10,87%
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu