Menu
2019-09-14T09:30:42+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Nuvem negra

Analista norte-americano diz que Tesla vale zero e alerta para péssimas notícias nos números da companhia

Dados de agosto indicam nova queda nas vendas do Modelo 3. Na bolsa de Nova York, as ações da empresa já caíram mais de 28% neste ano

6 de setembro de 2019
15:52 - atualizado às 9:30
Carro elétrico modelo 3 da Tesla
Imagem: Shutterstock

Uma nuvem negra paira sobre as ações da Tesla em Nova York e os motivos têm a forma de um supercarro. Analistas de Wall Street têm colocado em xeque a capacidade de o Modelo 3 da fabricante de carros ser um produto competitivo no mercado. Boa parte dessa dúvida vem dos resultados de vendas em agosto divulgados recentemente.

As estimativas do site norte-americano InsideEVs sobre as vendas da companhia em agosto apontam para outro declínio nas vendas do Modelo 3. O desempenho contribuiu para que as entregas totais da Tesla não deslanchem.

As estimativas da Tesla para agosto colocam os analistas mais pessimistas com relação ao fechamento do trimestre da empresa. Em relatório divulgado nesta semana, Ed McCabe, analista da TLF Capital, acredita que a "demanda orgânica (do Modelo 3) é extremamente fraca" e fez críticas em relação ao desempenho da Tesla nos últimos tempos.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Recentemente, McCabe já havia dado declarações polêmicas sobre os negócios de Elon Musk, chegando a dizer que eles não valeriam nada no mercado. No relatório dessa semana, ele voltou a tecer críticas, afirmando que "embora não exista uma justificativa razoável para uma empresa estruturalmente não lucrativa e horrivelmente administrada usufruir de um valor de mercado de US$ 40 bilhões, os defensores da ação divulgam seu crescimento".

Firmes na meta?

Embora os investidores não tenham gostado dos resultados da Tesla, a companhia segue reafirmando sua meta de entregar de 360 mil a 400 mil veículos em todo o mundo em 2019. Até junho, o total de vendas foi de aproximadamente 158 mil, menos da metade do mínimo estabelecido pela companhia para o ano.

O problema da empresa, segundo McCabe, não está no volume de entregas, mas sim na sua estrutura. "É irrelevante. A empresa é estruturalmente não lucrativa. Quanto mais carros a Tesla vender, mais dinheiro perderá", afirmou.

O analista alerta para a piora desse cenário à medida que a concorrência vai ganhando espaço no mercado. "Agora que há mais concorrência chegando, como o novo Taycan Turbo elétrico da Porsche, as coisas podem ficar ainda piores", completou.

"Lembre-se de que, enquanto a Tesla detinha o mercado de carros elétricos só para si, as perdas e a queima de caixa surpreendiam. Musk prometeu lucros iminentes e sustentáveis, além d​e uma geração de caixa", disse ele.

Por fim, o analista cita que as quedas consecutivas na receita e a crescente queima de caixa "tornarão claro até para os mais fervorosos que a Tesla não é um negócio viável".

Na Nasdaq, as ações da Tesla (TSLA) acumulam perdas de pouco mais de 28% no acumulado do ano.

*Com informações da Business Insider.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Será que cai mais?

Selic em 5,0% ao ano? Na contramão do mercado, Itaú segue mais conservador

Segundo relatório da instituição, o banco seguirá observando os dados para a inflação e a taxa de câmbio do Banco Central para decidir por uma nova reavaliação

'impacto nulo'

Relator da reforma da Previdência apresenta novo parecer e acata apenas uma das 77 emendas

Emenda acatada retira do texto ponto que obrigava os servidores que entraram antes de 2003 a contribuírem por 35 anos, no caso dos homens, e 30 das mulheres, para ter direito à totalidade de gratificação por desempenho

Startup

Airbnb quer se hospedar na bolsa e anuncia planos para oferta de ações em 2020

Empresa que conecta usuários interessados em alugar apartamentos ou quartos por temporada com os proprietários foi avaliada em mais de US$ 30 bilhões

Negócio fechado

Superintendência do Cade aprova operação entre Allianz e Sul América Seguros

De acordo com informações do parecer, para a realização da operação, o negócio-alvo da Salic será transferido para a Sapi, que será adquirida pela Allianz Seguros e a Sasp será adquirida pela Allianz do Brasil Participações Ltda

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Giro dos BCs

Banco da Inglaterra decide manter taxa básica de juros em 0,75% ao ano

Inflação medida pelo índice de preços ao consumidor (CPI), que desacelerou para 1,7% anual em agosto, deve permanecer ligeiramente abaixo da meta de 2% no curto prazo, espera o BoE

Day after

Ibovespa sobe aos 105 mil pontos após decisões do Copom e do Fed; dólar avança

O Ibovespa reage positivamente às indicações do Copom, chegando a tocar o nível dos 106 mil pontos na máxima. O dólar à vista, por outro lado, segue pressionado e é negociado a R$ 4,14

Novidade na área

Toyota anuncia investimento de R$ 1 bi em fábrica de SP para produzir novo carro

Na unidade já são produzidos os modelos Etios e Yaris. Detalhes sobre o novo carro e a data de lançamento não foram divulgados

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

E a Magalu? Quem pegou, pegou, pegou…

Se tem uma empresa que fez a alegria dos seus investidores nos últimos anos foi o Magazine Luiza. Em 2015, o valor de mercado da varejista foi abaixo de R$ 200 milhões, um valor pífio comparado ao atual, acima de R$ 50 bilhões. Quem comprou os papéis do Magalu teve bons motivos para sorrir. Também se […]

Crise no Oriente Médio

Arábia Saudita procura importar petróleo para manter exportações, dizem fontes

De acordo com fontes, o país também consultou o Iraque sobre o possível fornecimento de até 20 milhões de barris de petróleo bruto para manter suas refinarias abastecidas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements