Menu
2019-05-02T17:40:13+00:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

Por que a composição do Ibovespa muda toda hora?

Ibovespa muda sua composição no próximo dia 6 de maio, e nova carteira vigora até 30 de agosto; entenda por que as empresas que fazem parte do principal índice da bolsa mudam de tempos em tempos

3 de maio de 2019
5:30 - atualizado às 17:40

Na próxima segunda-feira, 6 de maio, entra em vigor a nova composição do Ibovespa, principal índice de ações da bolsa brasileira. A B3 já anunciou que as ações preferenciais da Azul (AZUL4) e as ordinárias do IRB (IRBR3) passarão a integrar a nova carteira do índice, enquanto os papéis da Log (LOGG3) pulam fora. Agora, o indicador passará a ter 66 ações, de 63 empresas.

Mas você sabe o que isso significa? Sabe o que é o Ibovespa e o que quer dizer quando uma ação entra ou sai do índice? Sabe quais são as regras para uma empresa fazer parte da carteira? E entende por que a composição muda toda hora? Eu explico tudo isso no vídeo a seguir:

Leia na íntegra o texto do vídeo sobre por que o Ibovespa muda toda hora

O índice Bovespa é o principal indicador do desempenho das ações negociadas na bolsa de valores de São Paulo, a B3. Ele é o termômetro do mercado acionário brasileiro, e o seu sobe e desce indica se as ações, no geral, estão em alta ou em baixa, o que acaba sendo um indicador das perspectivas para as empresas de capital aberto.

Como você talvez já saiba, o Ibovespa é composto por uma carteira teórica das ações e units de ações mais negociadas e mais representativas do mercado brasileiro. Isso quer dizer que o desempenho do índice na verdade reflete o desempenho desse conjunto de ativos. E, caso você ainda não tenha percebido, a composição dessa carteira muda de tempos em tempos. Mas por quê? Mudanças na composição do Ibovespa: e eu com isso?

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A carteira teórica do Ibovespa não abarca todas as ações negociadas na bolsa, mas apenas aquelas que atendem aos critérios de metodologia da B3. Hoje, são pouco mais de 60 ações.

O índice é reavaliado a cada quatro meses, podendo ou não mudar a sua composição nessas datas. Isso significa que cada carteira do Ibovespa permanece vigente de janeiro a abril, de maio a agosto ou de setembro a dezembro. Durante o mês anterior ao da revisão do Ibovespa, a B3 divulga três prévias da nova carteira teórica, sendo que a última delas é a que passa a valer de fato.

Mas por que a composição do índice pode mudar a cada quatro meses? Os critérios para uma ação fazer parte do Ibovespa levam em conta a sua liquidez nos doze meses anteriores ao da revisão do índice, de forma a manter o Ibovespa sempre atualizado e representativo do mercado de ações brasileiro naquele determinado momento.

Afinal, o mundo das empresas abertas é dinâmico - novas empresas abrem o capital, outras fecham, ocorrem fusões e aquisições, empresas que antes eram muito negociadas deixam de ser e vice-versa. O Ibovespa precisa acompanhar essas mudanças no cenário de negócios.

Assim como uma empresa que tá fora do índice pode se tornar elegível e entrar na carteira teórica, uma empresa que já integra o Ibovespa pode deixar de atender aos critérios da B3 e pular fora.

E quais são os critérios para fazer parte do Ibovespa? Basicamente, estar entre as ações mais negociadas da bolsa nos últimos 12 meses, tanto em volume quanto em presença nos pregões. A B3 estabelece os valores mínimos na metodologia de cálculo do Ibovespa.

Além disso, não podem fazer parte do índice as ações classificadas como penny stock - aquelas cujo valor médio ponderado nos últimos 12 meses tenha sido inferior a um real. Também ficam de fora as ações de empresas em situação especial, como recuperação judicial ou extrajudicial. Se um desses eventos ocorrer com uma ação que já faz parte do Ibovespa, ela é excluída do índice.

Finalmente, vale lembrar que, na composição do Ibovespa, cada ação tem um peso diferente, que leva em conta o seu valor de mercado em negociação na bolsa, o chamado free float. Ou seja, quanto maior o valor de mercado das ações negociadas de uma determinada empresa, maior a sua participação no índice. É por isso que às vezes o desempenho de algumas poucas empresas com maior peso no Ibovespa determina para onde vai o índice.

Se você gostou do vídeo, não se esquece de se inscrever no canal do Seu Dinheiro no YouTube e clicar no sininho para receber as nossas notificações. Se tiver dúvidas ou ideias pra outros vídeos, deixa no campo dos comentários aqui embaixo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Bandeira branca no radar?

EUA devem estender licença da chinesa Huawei para atender clientes do país

Movimento dos EUA pode ser visto como positivo para o fim da guerra comercial com a China já que a companhia foi um dos focos de tensões entre os gigantes

Governador de Minas

‘Governo entra em pautas minúsculas’, avalia Romeu Zema

Em entrevista, governador de MG nega que esteja sendo “tutelado” pelo partido Novo e avaliou que o presidente Jair Bolsonaro deveria “focar em coisas maiores, grandiosas”

Corrida contra o tempo

Tarifa de importação do Mercosul pode cair já em 2020

Com receio de que o grupo político da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner volte ao poder, o governo brasileiro tem pressa

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Entrevista

Criador da CVM diz que mercado brasileiro não precisa de mais regulação

Para Roberto Teixeira da Costa, momento é de libertar a capacidade criativa das pessoas; em entrevista ao Seu Dinheiro, ele fala sobre mercado de capitais, economia brasileira e a figura do analista de investimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements