Menu
2019-06-25T16:21:00+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mundo encantado

Herdeira da Disney defende a taxação de fortunas para salvar o ‘sonho americano’

Abigail Disney assinou uma carta com outros bilionários — entre eles George Soros — pedindo que os candidatos a Presidência dos EUA assumam compromisso de propor a taxação de grandes fortunas

25 de junho de 2019
13:46 - atualizado às 16:21
Abigail Disney
Imagem: Shutterstock

Integrante do seleto grupo de bilionários e herdeira de um império de mídia e entretenimento, a diretora Abigail Disney não está nada feliz com os rumos da sociedade norte-americana. Ela disse acreditar que a desigualdade de renda torna o "sonho americano" impossível.

O 'American dream' é aquela ideia de que os Estados Unidos são a terra do direito as liberdades individuais, de que todos têm a chance de prosperidade, a grosso modo, como consta na própria declaração de independência do País. Pois o país está longe disso, na visão da herdeira Disney.

Para Abigail, a desigualdade de renda é um dos maiores problemas do mundo atual. "Nós estamos criando uma 'superclasse' que está muito distante da maioria das pessoas", disse ao canal CNN no dia 24. Ela disse que esses dois grupos já não "compartilham o mesmo planeta".

Abigail é neta de Roy Disney, irmão de Walt e um dos cofundadores do que hoje é um império de entretenimento.

Bilionários unidos

A cineasta não é a única norte-americana bilionária a pensar dessa forma. Ela recentemente assinou uma carta com outros ricaços — entre eles George Soros — pedindo que os candidatos a Presidência dos EUA assumissem o compromisso de propor a taxação de grandes fortunas.

Os eleitores norte-americanos vão às urnas em novembro do ano que vem para escolher o próximo presidente dos Estados Unidos. O republicano bilionário Donald Trump, que foi eleito em 2016, busca um segundo mandato.

O partido do atual presidente tem mais outro candidato por enquanto e o lado democrata tem 23 postulantes ao mais alto cargo do país, segundo o New York Times.

De acordo com a agência Bloomberg, três candidatos do lado democrata (Elizabeth Warren, Pete Buttigieg e Beto O’Rourke) demonstraram apoio a carta assinada pelos bilionários e outros ricaços.

Atual senadora por Massachusetts, Warren pede imposto de 2% sobre ativos de US$ 50 milhões ou mais e um adicional de 1% sobre ativos acima de US$ 1 bilhão. Os novos impostos arrecadariam cerca de US$ 3 trilhões ao longo de 10 anos, ainda de acordo com o portal.

Nem todos os democratas apoiam os impostos sobre grandes fortunas por acreditarem que seria difícil avaliar objetivamente o valor do patrimônio como obras de arte ou joias. Existe também uma cautela relacionada a constituição, já que o governo federal só pode tributar renda, e não propriedades.

*Com informações do site Business Insider

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Posição gerou polêmica

Presidente da CCJ da Câmara diz que vai pautar PEC da regra de ouro na quarta-feira

Decisão atropela um entendimento feito entre Maia e a equipe econômica de esperar a proposta do governo para avançar na discussão no Parlamento

Seu Dinheiro na sua noite

A pergunta que não quer calar

Como jornalista, estou acostumado a fazer perguntas, mas de vez em quando me vejo em uma situação em que sou obrigado a respondê-las. Na sexta-feira à noite fui a Santos fazer uma palestra na faculdade onde estudei sobre a profissão e os livros que escrevi, inclusive o primeiro deles – que surgiu do meu trabalho […]

Paralelo à reforma principal

Presidente da comissão especial na Câmara quer votar reforma da Previdência dos militares nesta semana

Na reunião de terça-feira, marcada para as 14h, deve ser iniciada a discussão que antecede a votação

Amigos, amigos...

OCDE diz que Brasil já é um parceiro-chave da OCDE, que já está perto da organização

Diretor para a América Latina na Organização diz que o Brasil se destaca em pesquisas no sentido de competitividade global

vestuário na bolsa

IPO da C&A: começa hoje a reserva de ações da varejista

Faixa de preço dos papéis — que serão negociados sob o código CEAB3 — ficará entre R$ 16,50 e R$ 20,00; montante mínimo a ser solicitado é de R$ 3 mil

Saiu perdendo

Firjan diz que mudança nos royalties pode trazer perda de R$ 30 bilhões em 4 anos ao Rio de Janeiro

O Estado, maior produtor brasileiro de petróleo e gás natural do Brasil (60% do total), perderia R$ 6,4 bilhões por ano

Me segue!

Ex-ministro da Fazenda, Meirelles diz que grande mérito do atual governo é manter diretrizes econômicas de Temer, mas aponta erros

Secretário da Fazenda paulista afirmou que muitos dos pontos da MP da Liberdade Econômica foram traçados durante sua gestão no Ministério da Fazenda

admirável mundo novo

Economia digital vira gargalo para tributação

Na era dos aplicativos de serviços, impressoras 3D, robôs, moedas virtuais e marketplaces, o sistema tributário ficou obsoleto e tem tirado o sono do Fisco

mudança de cenário

Com queda nos juros, busca por crédito tem o maior crescimento em 9 anos

Desde janeiro, o aumento do número de pessoas que buscaram crédito foi de 10,3%, em relação a igual período do ano passado, segundo a Serasa Experian

dia de otimismo

Ações do Banco Inter sobem forte após possível parceria com Uber

No mês, as units ainda acumulam queda de 7%; segundo a Coluna Broadcast, conversas envolveriam a entrega pela empresa brasileira de estrutura para que a Uber possa oferecer serviços bancários

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements