🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
TROCA NA GESTÃO

Sob nova direção, fundo imobiliário acionista da Gramado Parks revela queda de 98,6% no valor da companhia após remarcação

O FII comunicou que a empresa, que é seu único ativo e está em recuperação judicial, foi remarcada de acordo com as demonstrações financeiras do ano passado.

Larissa Vitória
Larissa Vitória
3 de maio de 2023
15:01 - atualizado às 17:05
Fachada do empreendimento Gramado Termas, desenvolvido pela Gramado Parks, emissora de CRIs nos quais investem fundos imobiliários
O Wyndham Gramado Termas Resort Spa é um dos empreendimentos do grupo Gramado Parks - Imagem: Divulgação

Com menos de 100 cotistas e um patrimônio líquido de cerca de R$ 71 milhões, o fundo imobiliário Serra Verde (SRVD11) está longe de ser um dos maiores da indústria. Mas ele tem ganhado notoriedade nas últimas semanas por estar no centro da recuperação judicial de três holdings da Gramado Parks (GPK).

O processo tem atraído a atenção do mercado pois o grupo e parte dos seus credores estão interligados por meio da holding RTSC. E o fundo SRVD11, acionista da Gramado Parks, era o elo por trás de uma dessas conexões.

O portfólio da RTSC é formado por diversas empresas do mercado financeiro, incluindo três gestoras — Devant Asset, Hectare e RCAP Asset — responsáveis por fundos imobiliários que investem em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) da Gramado Parks e a Forte Securitizadora, emissora dos títulos.

A RCAP Asset também fazia a gestão do SRVD11. Mas essa ligação entre o fundo e a holding RTSC foi cortada nesta quarta-feira (3), com a substituição da RCAP Asset pela Catalunya Gestão de Recursos na função.

A troca foi aprovada em assembleia geral extraordinária e a identidade dos investidores que propuseram a mudança não foi divulgada. Mas vale destacar que a família Caliari, fundadora da Gramado Parks, é uma das acionistas do FII e travou uma batalha com a ForteSec nos tribunais pelo controle da companhia antes da oficialização da recuperação judicial.

Além deles, outros dois fundos ligados à holding RTSC — Hectare CE (HCTR11) e Tordesilhas EI (TORD11) — detém cotas do Serra Verde.

Procuradas, RCAP Asset confirmou a saída da gestão do SRVD11. Já a Gramado Parks não retornou o contato até a publicação deste texto, que será atualizado caso a companhia envie um posicionamento.

ASSISTA TAMBÉM: Banco Central entre a cruz e a espada. O que vai acontecer com a Selic e onde investir?

Fundo imobiliário revela que remarcação derrubou valor contábil da Gramado Parks em mais de 98%

No primeiro dia sob nova direção, o fundo imobiliário SRVD11 trouxe atualizações sobre a situação de seu portfólio, todo formado por projetos desenvolvidos pelo grupo GPK.

Segundo o comunicado enviado ao mercado hoje, a Gramado Parks Investimentos e Intermediações foi remarcada de acordo com as demonstrações financeiras de 2022. Com isso, o único ativo do fundo sofreu uma variação negativa de 98,65% em seu valor contábil.

Vale relembrar que o processo de recuperação judicial da companhia foi temporariamente suspenso na semana passada para que as recuperandas tentassem uma autocomposição com a Fortesec.

Segundo o Seu Dinheiro apurou, havia tratativas avançadas para que os credores chegassem a um acordo com ao menos uma das empresas do grupo incluídas na RJ. Mas o prazo limite para a interrupção terminou ontem e, por enquanto, não há a divulgação de uma nova resolução.

A decisão da Vara Regional Empresarial da Comarca de Caxias do Sul que suspendeu a recuperação previa que credores e empresa apresentassem ao administrador judicial e Ministério Público a minuta de qualquer acordo realizado na janela de negociações. Eventuais propostas só poderão ser homologadas após essa análise.

Com isso, o processo deve voltar a correr normalmente, incluindo a suspensão do pagamento a credores.

Compartilhe

DESTAQUES DA BOLSA

Ibovespa segue invicto em julho; confira as maiores altas e quedas da última semana na bolsa

13 de julho de 2024 - 9:30

As ações da Embraer, da B3 e da Petz lideraram as altas da semana no Ibovespa; principal índice da bolsa brasileira subiu nos 10 últimos pregões

FECHAMENTO DOS MERCADOS

Xô abraço de urso: depois do S&P 500, Dow Jones supera máximas e passa dos 40 mil pontos

12 de julho de 2024 - 17:06

A escalada começou no dia anterior, quando o Dow avançou na contramão dos outros índices, que enfrentaram uma liquidação. Nesta sexta-feira (12), o índice de 30 ações continuou subindo, apoiado nas apostas de investidores em nomes industriais.

DINHEIRO NO BOLSO

Ações da Santos Brasil (STBP3) disparam 5% na B3 com proposta de depósito bilionário para os acionistas

12 de julho de 2024 - 12:36

O conselho da companhia propôs ontem a realização de uma redução de capital com devolução em dinheiro aos investidores

DESTAQUES DO SETOR IMOBILIÁRIO

Ações de construtoras caem apesar de recordes de vendas e elogios dos analistas; confira os destaques das prévias de Cyrela, Direcional, Even e Tenda

12 de julho de 2024 - 11:39

A maior queda entre o quarteto é registrada pelos papéis da Cyrela, que reportou queda nas vendas e lançamentos do segundo trimestre

DESTAQUES DA BOLSA

Fundo imobiliário de hotéis anuncia queda de mais de 70% nos dividendos e cotas voltam a despencar 15% na B3; veja o que afetou os proventos do MGHT11

11 de julho de 2024 - 17:24

O fundo imobiliário distribuirá R$ 0,13 por cota neste mês, uma queda forte ante os R$ 0,45 por cota pago aos investidores em junho

AGENTE DO CAOS

A culpa é do dólar? O efeito borboleta que pode provocar novas intervenções do Japão no câmbio

11 de julho de 2024 - 16:43

O iene chegou a ser negociado nesta quinta-feira (11) a 158,55 em relação ao dólar — o maior salto diário da moeda japonesa desde o final de 2022

REAÇÃO ÀS PRÉVIAS

Ações da Mitre (MTRE3) saltam 6% e MRV (MRVE3) também sobe após quebrar recorde; Cury (CURY3) recua apesar de trimestre com maiores vendas da história

11 de julho de 2024 - 11:36

Os investidores repercutem as prévias operacionais do segundo trimestre divulgadas ontem pelas três companhias

MOVIMENTAÇÃO ACIONÁRIA

Even (EVEN3) poderá despejar quase 10 milhões de ações na Melnick (MELK3) no mercado após sinal verde de fundadores da incorporadora gaúcha

11 de julho de 2024 - 10:44

Os papéis em questão foram retirados do Acordo de Acionistas entre os controladores da companhia e poderão ser negociados no mercado sem nenhuma restrição

SD ENTREVISTA

BTLG11: gestor do fundo imobiliário queridinho dos analistas diz onde vê oportunidades e detalha estratégias de reciclagem e aquisições

11 de julho de 2024 - 6:07

Segundo um dos gestores do FII, Francisco Tavares Júnior, o tamanho da carteira tem ajudado em uma das principais estratégias para o fundo

FIIs HOJE

Dois fundos imobiliários com mais de 38 mil cotistas também confirmam exposição a devedora de CRIs que pediu recuperação judicial

10 de julho de 2024 - 19:01

Ourinvest JPP (OUJP11) e JPP Capital Recebíveis Imobiliários (JPPA11) enviaram comunicados ao mercado sobre o tema

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar