🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-15T14:08:06-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
ANALISTAS RESPONDEM

Iguatemi (IGTI11) tem aumento nas vendas e no aluguel dos shoppings, mas ações seguem com desconto na B3. Hora de comprar?

BTG Pactual e Credit Suisse respondem a essa pergunta após analisarem os indicadores operacionais da empresa entre abril e maio

15 de junho de 2022
13:55 - atualizado às 14:08
Shopping JK Iguatemi, em São Paulo | Ações IGTI11
Shopping JK Iguatemi, em São Paulo - Imagem: Shutterstock

Dia de decisão sobre política monetária no Brasil e nos Estados Unidos — e com perspectiva de alta nos juros — não costuma ser bom para a bolsa, incluindo as ações de shoppings. Mas a Iguatemi (IGTI11) não tem do que reclamar nesta “Super Quarta”.

Embalada pela recuperação do apetite ao risco global e pela prévia dos indicadores operacionais de abril e maio, divulgada ontem, a administradora de shoppings avança na B3.

Por volta das 13h50, os papéis IGTI11 operam em alta de 3,34%, a R$ 18,27. Acompanhe a nossa cobertura completa de mercados.

Segundo a análise do BTG Pactual, a empresa apresentou um crescimento “de arregalar os olhos” em dois dos principais indicadores para o setor: vendas (SSS) e aluguéis mesmas lojas (SSR).

O SSS cresceu 31,9% em maio, na comparação com o mesmo período de 2019, ou seja, antes da pandemia. Em abril, a alta foi de 33,8%. “Cabe ressaltar que quatro shoppings tiveram crescimento acima de 50% neste período”, afirma, em nota, a empresa. 

Para o BTG, os números indicam que o portfólio premium, composto por shoppings posicionados no alto padrão, deve ajudar a empresa a ter um bom desempenho apesar do cenário macroeconômico mais desafiador.

Eliminando descontos

Além de agradar por si só, o crescimento das vendas também abre uma oportunidade importante para a Iguatemi.

Conforme explica o Credit Suisse, a performance sugere que a empresa poderá seguir retirando os descontos concedidos aos lojistas durante o auge da pandemia sem provocar uma debandada e mantendo a expansão dos resultados.

O aluguel mesmas lojas (SSR) avançou 58,4% em maio, na mesma base de comparação, enquanto o custo de ocupação e a inadimplência líquida permaneceram abaixo dos valores observados no segundo trimestre de 2019. As quedas foram de 0,04 p.p. e 0,1 p.p., respectivamente.

É hora de comprar Iguatemi (IGTI11)?

Para o Credit Suisse, os números operacionais apresentados para abril e maio indicam bons resultados para o segundo trimestre deste ano. 

Na visão dos analistas, os múltiplos atuais das ações IGTI11 — que implicam em um desconto de 20% frente à concorrente Multiplan (MULT3) — não são “justos” considerando a qualidade do portfólio e o forte momento operacional.

Por isso, o Credit Suisse mantém a empresa na posição de favorita do setor e seguem recomendando a compra para os papéis, com preço-alvo de R$ 29. O potencial de alta é de 58,7% em relação à cotação atual.

O BTG concorda que as ações da Iguatemi “parecem extremamente baratas em todas as métricas” e também recomenda compra para IGTI11. Mas o banco projeta uma alta um pouco menor para os papéis, de 47,8%, com preço-alvo de R$ 27.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies