🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-15T17:19:39-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa fecha em alta após ganhar força durante coletiva de Powell; dólar recua a R$ 5,02

15 de junho de 2022
9:05 - atualizado às 17:19

RESUMO DO DIA: As bolsas globais operam com cautela antes da decisão de juros do Federal Reserve. No Brasil, existe uma cautela extra, com a espera pela decisão de política monetária do nosso Banco Central. Para finalizar a cautela geral, o Banco Central Europeu marcou uma reunião de emergencia hoje, o que aumenta a aversão ao risco dos investidores. No radar, permanece os debates sobre o ICMS.

Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais mercados hoje, além das principais notícias do dia.

Ibovespa fecha o dia em alta de 0,73%, aos 102.806 pontos.

FECHAMENTO EM NOVA YORK:
  • Nasdaq: +2,50%
  • S&P 500: +1,46%
  • Dow Jones: +1,00%

O dólar à vista encerrou o dia em queda de 2,11%, a R$ 5,0260.

QUALICORP DISPARA

A retomada do apetite por risco dos investidores fez com que os papéis da Qualicorp (QUAL3) fossem os principais beneficiados nesta tarde. O mercado repercute o início da comercialização de planos de saúde daa Seguros Unimed na Grande SP, no Distrito Federal, Grande Salvador e São Luís.

JEROME POWELL: AO VIVO

“A economia americana está bem posicionada para lidar com taxas de juros mais elevadas”

JEROME POWELL: AO VIVO

Powell destacou que o objetivo do Fed não é gerar uma recessão e um efeito negativo no mercado de trabalho, apenas levar a inflação de volta ao patamar de 2%.

JEROME POWELL: AO VIVO

Para Powell, o futuro da política monetária está ligada a fatores que não são possíveis de se prever, como a guerra na Ucrânia, a economia chinesa e a alta dos preços das commodities.

JEROME POWELL: AO VIVO

Após Powell mencionar que a próxima reunião estará entre um aumento de 0,50 pp e 0,75 pp, os mercados em Nova York ampliaram a alta e agora acumulam ganhos de mais de 2%.

JEROME POWELL: AO VIVO

Para os diretores do Federal Reserve, a alta de 0,75 ponto percentual deve ancorar as expectativas de inflação em 2% – uma das principais metas do Fed -, apesar de ser consideravelmente alta e incomum.

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, abriu a sua coletiva de imprensa mandando um recado sobre o nível muito alto da inflação e a margem apertada do mercado de trabalho. O compromisso do Fed em utilizar todas as ferramentas possíveis para controlar a alta dos pesos pesa sobre os índices em Nova York, que passaram a operar no vermelho.

Você pode acompanhar a coletiva de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, à partir das 15h30 no link abaixo.

O Federal Reserve acaba de elevar os juros norte-americanos em 0,75 ponto percentual, em mais uma escalada na atuação do BC contra a inflação.

A mudança no discurso da instituição já era esperado pelo mercado após a divulgação do  último indicador de inflação mostrar uma pressão maior do que a projetada.

Após a divulgação, as bolsas em Nova York desaceleraram a alta e o Ibovespa acompanhou. Os investidores agora aguardam a coletiva de imprensa de Jerome Powell.

A agência de risco S&P reafirmou o rating de BB- do Brasil, com perspectiva estável. Segundo a agência, as perspectivas de longo prazo para crescimento do país permanecem baixas.

Faltando pouco menos de uma hora para a divulgação oficial da decisão de política monetária do Federal Reserve, o Ibovespa e as bolsas americanas desaceleram o movimento de alta expressivo visto mais cedo.

A expectativa é que o banco central americano siga aumentando a magnitude do ajuste e amplie os juros em 0,75 ponto percentual

HORA DE COMPRAR IGUATEMI (IGTI11)

Embalada pela recuperação do apetite ao risco global e pela prévia dos indicadores operacionais de abril e maio, divulgada ontem, a administradora de shoppings Iguatemi avança na B3.

CONFIRA O QUE OS ANALISTAS ACHARAM DOS NÚMEROS

FECHAMENTO NA EUROPA
  • Frankfurt: +1,39%
  • Londres: +1,16%
  • Paris: +1,35%
  • Stoxx-600: +1,50%

Os mercados globais desaceleram a alta conforme nos aproximamos do horário da decisão do Fed. O Ibovespa se distanciou das máximas e estabilizou com ganhos de cerca de 1%.

SOBE E DESCE

Confira as maiores altas do pregão:

CÓDIGO NOME ULT VAR
NTCO3 Natura ON R$ 14,88 6,36%
PETZ3 Petz ON R$ 10,66 5,65%
CVCB3 CVC ON R$ 8,09 5,61%
BIDI11 Banco Inter unit R$ 10,13 4,97%
GOLL4 Gol PN R$ 9,99 4,61%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGO NOME ULT VAR
WEGE3 Weg ON R$ 23,86 -1,61%
CMIN3 CSN Mineração ON R$ 4,73 -1,46%
ALPA4 Alpargatas PN R$ 18,45 -0,97%
PETR4 Petrobras PN R$ 29,39 -0,71%
BRFS3 BRF ON R$ 13,07 -0,68%

O Ibovespa segue ganhando força antes das reuniões de política monetária marcadas para esta tarde.

SEGURANDO O RITMO

Assim como acontece na bolsa e no câmbio, o mercado de juros também opera com alívio, em compasso de espera pelas decisões de política monetária.

Nos Estados Unidos, a perspectiva é de um aumento de 0,75 ponto percentual, após a inflação de maio ter avançado mais do que o esperado. Por aqui, o mercado projeta uma elevação de 0,50 ponto percentual pelo Copom.

Confira como se comportam os principais vencimentos dos contratos de DI:

CÓDIGO NOME  ULT  FEC
DI1F23 DI jan/23 13,65% 13,68%
DI1F25 DI Jan/25 12,96% 13,05%
DI1F26 DI Jan/26 12,87% 12,93%
DI1F27 DI Jan/27 12,90% 12,95%
MUDANÇA DE COMANDO

Depois de trocar dois diretores do alto escalão, a Natura (NTCO3) anunciou mais uma mudança, dessa vez no seu comando máximo.

A gigante de cosméticos anunciou hoje o nome de Fábio Barbosa como novo CEO. O experiente executivo, que já ocupou a presidência do Santander Brasil e do Grupo Abril, entra no lugar de Roberto Marques, que passa para o conselho de administração.

Barbosa também será responsável por comandar um processo de mudança na estrutura do grupo. Além da Natura, o grupo é dono das marcas Avon, The Body Shop e Aesop.

As açõs da Natura lideram as altas do dia.

CONFIRA TODOS OS DETALHES

A perspectiva de que o Federal Reserve adote um tom mais duro na sua decisão de política monetária tem maltratado os mercados globais nos últimos dias, mas os momentos que antecedem a divulgação da decisão são de estranha calmaria, onde os investidores aparam as perdas dos últimos dias.

Na Europa, o Banco Central Europeu anunciou uma reunião extraordinária para implementar novos mecanismos de proteção à economia do bloco.

O Ibovespa, que também espera o fim da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) sobe mais de 1%, mesmo com a forte queda do minério de ferro na China, ainda repercutindo as dificuldades enfrentadas pelo país

O Ibovespa encerrou os leilões de abertura em alta de 1,03%, aos 103.035 pontos.

No mesmo horário, o dólar à vista caía 0,22%, negociado a R$ 5,1228.

BCE MUDA DE TOM CONTRA INFLAÇÃO

A expectativa com a reunião emergencial do Banco Central Europeu (BCE) confirmou as expectativas dos analistas.

O Conselho da autoridade monetária anunciou a criação para barrar os riscos de uma fragmentação da Zona do Euro. Além da nova ferramenta, o BCE criará uma flexibilidade no resgate do Programa de Compras de Emergência de Pandemia (PEPP, em inglês).

Mais detalhes em breve.

O Ibovespa futuro abriu em alta de 0,42%, aos 102.650 pontos.

O dólar à vista, por sua vez, cai 0,73%, cotado a R$ 5,0968.

PETRORECÔNCAVO (RECV3): MAIS DE R$ 1 BILHÃO EM OFERTA PRIMÁRIA

O termo “oferta primária” passou um tempinho fora do dicionário do mercado financeiro local.

Desde o início de abril, quando a bolsa brasileira virou para baixo em meio à piora dos mercados internacionais, não se ouvia falar em um follow-on de grande porte na B3.

Até agora, quando a PetroRecôncavo (RECV3) levantou mais de R$ 1 bilhão em uma oferta primária de ações.

Saiba mais sobre essa oferta na nossa matéria especial sobre o tema. 

BOLSAS PELO MUNDO

Os mercados acionários tentam reverter as perdas das sessões anteriores, ao mesmo tempo que a cautela com a Super-Quarta limita ganhos mais substanciais.

Confira:

  • Dow Jones futuro: +0,65%
  • S&P 500 futuro:  +0,83%
  • Nasdaq futuro:  +1,40%
  • Euro Stoxx 50: +1,33%
  • Xangai (China):  +0,50% (fechado)
  • Nikkei (Japão):  -1,14% (fechado)
  • Petróleo Brent: US$ 120,68 (-0,32%)
  • Minério de ferro (Dalian, China):US$ 129,07 (-3,18%)
ESQUENTA DOS MERCADOS

Bom dia! Os últimos dias das bolsas pelo mundo parecem muito com histórias em quadrinhos.

De um lado, o dragão da inflação precisa ser combatido por um herói à altura; do outro, a Super-Quarta com a divulgação da decisão sobre juros dos Bancos Centrais do Brasil e dos Estados Unidos deve movimentar os negócios nesta quarta-feira (15). 

Mas assim como o Superman, a Super-Quarta precisa medir sua força para não destruir tudo no combate contra o vilão

Estamos falando especificamente da alta de juros do Federal Reserve, uma verdadeira bomba atômica contra a inflação. 

A autoridade monetária norte-americana já havia descartado uma alta de 75 pontos-base nos juros nas reuniões anteriores.

Porém, o cenário mudou e o índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) norte-americano veio acima do esperado pelos analistas — o que deve exigir um esforço maior do BC americano contra a inflação.

Mas o aperto monetário também gera um efeito rebote de estagnação da economia.

Além disso, vale lembrar que os analistas já preveem uma recessão global após a pior fase da covid-19. 

Por aqui, a inflação reduziu o ritmo de alta, mas segue em patamares que fogem à meta do Banco Central.

Analistas do mercado entendem que a Selic deve terminar o ano em 13,75%, mas outros especialistas entendem que será preciso ir além disso.

Para a reunião desta quarta-feira, é esperado que o BC eleve os juros em 50 pontos-base, o que faria a Selic subir de 12,75% para 13,25%. 

Seja por aqui ou nos EUA, tudo dependerá da fala dos representantes das autoridades monetárias após o anúncio.

Hoje, teremos a coletiva à imprensa de Jerome Powell, presidente do Fed, após às 15h30 e maiores informações sobre o ciclo no Brasil devem acontecer após o fechamento dos mercados. 

Nesse contexto, o Ibovespa encerrou a sessão de ontem (14) em queda de 0,52%, aos 102.063 pontos. O dólar à vista avançou 0,38%, a R$ 5,1343.

Confira o que deve movimentar o dia para a bolsa, o dólar e o Ibovespa.  

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

PROPOSTA

Aumento no Auxílio Brasil e mais: entenda os principais pontos da PEC dos Combustíveis, que deve custar R$ 38,7 bilhões fora do teto de gastos

Texto do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) inclui aumento de R$ 200 no Auxílio Brasil e R$ 1 mil para caminhoneiros

SECO COMO O DESERTO

Falta de liquidez pressiona e bitcoin (BTC) tenta sustentar US$ 20 mil; calote da Three Arrow pode despejar milhões em criptomoedas no mercado

A falta de liquidez gerou um aumento da volatilidade no mercado, após a crise da plataforma Celsius e do calote fundo 3AR — e a história está longe de acabar

RECALCULANDO A ROTA

Oi (OIBR3) sobe forte após balanço; para a Genial, o desconto ainda é bom e ações podem saltar mais 100% neste ano

A empresa de telecomunicações revelou ter saído de um prejuízo de R$ 3 bilhões para um lucro de R$ 1,9 bilhão no primeiro trimestre

EXILE ON WALL STREET

Por que é importante focar nos fundamentos de longo prazo de empresas antes de comprar ações na bolsa

O distanciamento do ruído de curto prazo e o aprofundamento dos conceitos e fundamentos das teses de investimento tendem a trazer muito mais valor no longo prazo

NOVO GATILHO

Fundo Three Arrows Capital pode ser obrigado a encerrar operações e pode desencadear nova crise no mercado de criptomoedas; entenda

Estima-se que o fundo tenha cerca de US$ 10 bilhões em criptomoedas e o despejo desse montante em cripto no mercado pode resultar na queda das cotações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies