🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-02-22T00:01:08-03:00
Carolina Gama
DESSA ÁGUA BEBEREI

Exercendo o poder: Marfrig (MRFG3) confirma que pretende influenciar na administração da BRF (BRFS3); entenda o caso

Conselho de Administração decidiu que a empresa deverá exercer seus direitos de acionista na BRF, fazendo valer seus interesses no dia a dia da rival

21 de fevereiro de 2022
13:37 - atualizado às 0:01
Marfrig BRF Logo
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Nunca diga dessa água não beberei. Essa expressão popular passa a ideia de que não devemos desprezar algo, pois podemos mudar de ideia amanhã. Ao que parece, esse é o caso da Marfrig (MRFG3) e da BRF (BRFS3).

A Marfrig, afinal, vem aumentando sua participação no capital da BRF desde o ano passado; atualmente, ela é dona de 33% da rival. Mas, até hoje, a companhia dizia não ter interesse em interferir nos rumos da dona da Sadia e da Perdigão — ao menos, não oficialmente.

Mas, ao que tudo indica, a Marfrig mudou de ideia nesta segunda-feira (21) e irá, sim, beber dessa água. Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa de Marcos Molina informou que passará a exercer seus direitos de acionista na BRF, influenciando a gestão

Isso significa que a Marfrig apresentará uma chapa de candidatos a serem indicados para o Conselho de Administração na próxima Assembleia Geral da BRF.

A mudança de ideia da Marfrig já era esperada

Embora tenha sinalizado lá atrás que não pretendia influenciar na gestão da BRF, a mudança de postura da Marfrig não pegou todo mundo de surpresa. 

Segundo o time de research da Ativa, a Marfrig dificilmente continuaria a ter uma postura passiva na BRF à medida que se aproximasse a Assembleia Geral de Acionistas de 2022.

“Recentemente, a Marfrig enfrentou oposição de outros acionistas da BRF em decisão relativa ao recente follow on da companhia, o que pode continuar a se repetir com a mudança de postura da Marfrig de acionista passivo para influenciador da gestão”, diz a nota da Ativa. 

Relembrar é viver

A Marfrig é a maior acionista da BRF, seguida pelos fundos de pensão do Banco do Brasil e da Petrobras, com 6,13% e 5,26% do capital total, respectivamente. A Kapitalo Investimentos também tem uma participação relevante, de 5,34%, na empresa. 

No início do mês, uma oferta subsequente de ações ou follow on da BRF movimentou R$ 5,4 bilhões, em operação voltada apenas para grandes investidores.

A ação teve um desconto de 7,5%, saindo a R$ 20. A oferta principal foi de 270 milhões ações com a opção de venda de um lote extra de 54 milhões de papéis, que não foi exercida.

A Marfrig participou do follow on no valor que já possuía, para não ser diluída nem ampliar fatia. A operação permitia ainda que a Marfrig comprasse mais ações da BRF sem acionar o poison pill - mecanismo que protege os sócios minoritários e exigiria a realização de uma Oferta Pública de Ações (OPA) para a compra dos papéis restantes. 

Marfrig, BRF e a reação do mercado

As ações da Marfrig fecharam o dia em queda de 4,57% na B3, cotadas a R$ 21,31. Já os papéis da BRF recuaram 2,55%, cotados a R$ 18,34. 

As perdas também foram acompanhadas por outras empresas do setor. A Minerva (BEEF3) baixou 3,04%, cotada a R$ 9,58, enquanto a JBS (JBSS3) teve queda de 1,21%, cotada a R$ 35,86. 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

ELEIÇÕES 2022

Ô abre alas que Braga Netto vem aí! General da reserva é exonerado e tem caminho livre para ser vice de Bolsonaro

Bolsonaro havia confirmado no domingo (27) o nome de Braga Netto como seu vice na chapa que disputará a reeleição deste ano, causando um pouco de desconforto entre aliados que esperavam a escolha de Tereza Cristina (PP), ex-ministra da Agricultura

SEMANA EM CRIPTO

Bitcoin (BTC): o pior investimento do semestre tenta sobreviver aos dados de emprego nos EUA; confira o que mexe com as criptomoedas na próxima semana

Entre os destaques da semana, estão a liquidação de ativos da Three Arrows Capital, pechinchas no mercado cripto e mais

CAÇANDO MARRUÁ

Bitcoin (BTC) no cabresto? UE tenta domar o mundo das criptomoedas com marco regulatório; saiba como

O acordo é provisório e inclui uma proposta que cobre emissores de criptoativos não lastreados e também as chamadas stablecoins, bem como as plataformas de negociação e as carteiras nas quais os ativos digitais são mantidos

O MEDO DA RECESSÃO

Meta em crise: Mark Zuckerberg quer contratar menos funcionários e demitir mais gente a partir de agora

A dona do Facebook espera um segundo semestre de vacas magras e enfrentará um severo corte de gastos; por isso, a companhia prioriza equipes mais enxutas e agressivas

ELEIÇÕES 2022

É só mais essa! Líder nas pesquisas, Lula descarta tentar reeleição se derrotar Bolsonaro em outubro

Em entrevista, Lula disse que ‘daqui a 4 anos vai ter gente nova’, criticou o Congresso e prometeu retirar sigilos impostos por Bolsonaro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies