Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-16T00:06:30-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
disputa no varejo

Via Varejo planeja abrir 120 lojas e anuncia fundo de R$ 200 milhões para investir em startups

Holding, que mudou de nome, planeja “megaloja” em São Paulo; empresa também vê avanço de plataforma financeira, com carteira de R$ 6,4 bilhões no crediário

26 de abril de 2021
15:43 - atualizado às 0:06
VIA (1)
Imagem: Divulgação / Via VArejo

A Via, nova identidade da marca Via Varejo, a dona da Casas Bahia, vai abrir uma "megaloja" na cidade de São Paulo - com 18 mil metros quadrados - e outras 120 lojas no restante do país neste ano, em um momento em que as empresas brigam pelo cliente online.

Segundo o vice-presidente de Inovação Digital e Recursos Humanos, Helisson Lemos, em evento para investidores nesta segunda-feira (26), as lojas estão preparadas para venda de produtos próprios e de terceiros, com integração entre atendimento presencial e digital.

A Via também anunciou um fundo de R$ 200 milhões para investir em startups (chamado de Corporate Venture Capital). A holding pretende usar os recursos em até cinco anos. No ano passado, a companhia virou sócia do ‘hub’ de inovação Distrito e passou a ter contato com ao menos 300 startups.

Durante o evento desta segunda, Lemos lembrou que a empresa criou o Via Hub, com foco em soluções para crediário, logística, omnicanalidade, sortimento de produtos próprios e marcas. "Nosso objetivo é desenvolver um haras de unicórnios [startups avaliadas em pelo menos US$ 1 bilhão]", disse.

No domingo (25), a Via anunciou a aquisição da fintech Celer, uma plataforma que deve ampliar os serviços financeiros disponibilizados aos vendedores do marketplace da dona da Casas Bahia. O valor da operação não foi divulgado.

Segundo o CEO da companhia, Roberto Fulcherberguer, a busca é por aquisições que ajudem a acelerar o crescimento da companhia. O executivo disse que não vê grandes aquisições no momento, mas que a empresa pode fazer aquisições de outras compras menores.

Crediário

Na frente financeira, a Via informou ter no crediário uma carteira com R$ 6,4 bilhões, com 14 milhões de clientes - sendo 3,3 milhões ativos. Segundo a companhia, o mercado potencial para a plataforma financeira é de 105 milhões de pessoas.

No final do quarto trimestre, a empresa tinha 1,8 milhões de clientes ativos, 2,0 milhões de carnês geridos dentro da plataforma - equivalente a R$ 2,3 bilhões.

A empresa é dona do banQi, que oferece serviços financeiros aos clientes que tradicionalmente compram com o crediário das Casas Bahia. Segundo Fulcherberguer, a fintech vai aumentar em 20 vezes seu volume de transações até 2025. Em 2020, o banQi registrou R$ 440 milhões em volume de transações.

Durante a teleconferência desta segunda, a Via lembrou a projeção de parte de analistas do mercado, de que a penetração do e-commerce aumente dos atuais 8% para 19% em 2025 - ano em que o varejo online movimentará R$ 500 bilhões. "À medida que o mercado for crescendo, ele passará pela Via", disse o CEO da companhia.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Preocupação

Vidas secas? Bolsonaro admite que Brasil vive “enorme crise hidrológica”

Presidente citou a falta de chuvas como um dos grandes problemas econômicos do país, juntamente com os efeitos causados pela pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies