Menu
2020-12-07T20:08:48-03:00
Estadão Conteúdo
pandemia

Petrobras volta a reduzir efetivo em plataformas após novos surtos de covid-19

Aumento de medidas para evitar o novo coronavírus foi solicitado pelos sindicatos da categoria, depois que mais quatro plataformas na bacia de Campos registraram dezenas de casos da doença

7 de dezembro de 2020
20:08
Petrobras
Imagem: shutterstock

Depois do aumento de casos de empregados contaminados em suas plataformas, a Petrobras decidiu aumentar os cuidados nas unidades, voltando a reduzir ao mínimo o número de trabalhadores embarcados e aumentando a fiscalização do cumprimento das normas de prevenção à doença, informou a companhia em nota.

O aumento de medidas para evitar o novo coronavírus foi solicitado pelos sindicatos da categoria, depois que mais quatro plataformas na bacia de Campos registraram dezenas de casos da doença nas últimas duas semanas de novembro.

No auge da pandemia, em abril e maio, a empresa reduziu o número de trabalhadores nas plataformas, o que diminuiu sua produção de petróleo, mas foi aos poucos retomando a normalidade, até ocorrerem novos surtos.

Segundo o último Boletim de Monitoramento do Covid-19 do Ministério de Minas e Energia (MME), dos 45.403 empregados da estatal, 2.872 foram contaminados e ocorreram 3 óbitos. Desse total, 2.624 já teriam se recuperado.

"O efetivo a bordo das plataformas, sondas e demais embarcações será reduzido ao mínimo necessário para a operação segura de cada unidade. Também está sendo intensificada a fiscalização do cumprimento das normas de prevenção em todas as unidades operacionais marítimas ou em terra, com auditorias pelo menos duas vezes por semana em todas as unidades e correção imediata de eventuais desvios", informou a estatal.

De acordo com a companhia, as medidas vêm reforçar ações já adotadas, como 350 mil testes já realizados, monitoramento de saúde pré-embarque e pré-turno, higienização, distanciamento e uso obrigatório de máscaras nas unidades.

Parecer técnico da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado em outubro, comprovou que a frequência dos casos de Covid-19 (expressa na incidência contaminados por 100 mil) entre os petroleiros é mais que o dobro da frequência registrada na população brasileira.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

decisão judicial

Justiça ordena religação de internet do governo do RJ; Oi alega inadimplência

Empresa acusa o governo do Estado de ter uma dívida com a empresa desde 2017 – hoje ela está em R$ 300 milhões

promessa de ipo

Locaweb compra ConnectPlug por R$ 18 milhões e avança em segmento de alimentação

Empresa comprada começou em food services mas hoje também atende outros segmentos, com foco em pequenas e médias empresas

seu dinheiro na sua noite

Mais fácil falar que fazer

Hoje foi um daqueles dias em que as falas dos detentores do poder no cenário doméstico até repercutiram no mercado, mas foram sobrepostas pelos fatos e pelo que aconteceu no exterior. O mercado local começou o dia animado com as apresentações do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, no badalado evento […]

perspectivas

Para Verde e SPX, auxílio emergencial por mais três meses não é preocupante

Luis Stuhlberger e Rogério Xavier dizem que a medida pode ser necessária, caso a vacinação demore demais; ambos veem 2021 positivo para os mercados

FECHAMENTO

Aceno liberal do governo não convence e bolsa fecha o dia no vermelho; na contramão, dólar cai mais de 3%

Em evento do Credit Suisse, Bolsonaro e Guedes reafirmaram o compromisso com o andamento das reformas e das privatizações, mas o mercado espera ações mais concretas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies