Menu
2020-12-17T09:15:14-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Investidores buscam sinais sobre o futuro da inflação, enquanto bom humor predomina no exterior

Divulgação do Relatório Trimestral de Inflação (RTI) pelo Banco Central deve ser o grande destaque do dia. Lá fora, perspectiva de novos estímulos fiscais alimenta otimismo

17 de dezembro de 2020
7:51 - atualizado às 9:15
inflação preços
Imagem: Shutterstock

Embora o coronavírus siga avançando pelo mundo, o início da vacinação em diversos países e a expectativa de que novos estímulos sejam anunciados em breve sustentam a alta dos mercados internacionais nesta manhã.

No Brasil, o foco dos investidores ficará na divulgação do Relatório Trimestral de Inflação e a coletiva do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto e do diretor do BC, Fabio Kanczuk. O documento deve trazer a visão da instituição para a economia pós-auxílio emergencial em 2021, em especial a previsão para a inflação.

Perto do topo

O Ibovespa está cada vez mais próximo de bater a sua alta histórica. No momento, o principal índice da bolsa brasileira precisa de apenas dois mil pontos para romper a marca.

Com a aprovação do texto-base do orçamento para 2021, afastando o risco de shutdown orçamentário em janeiro, e o bom desempenho dos papéis dos bancos, Ambev e Vale, o Ibovespa fechou o dia com uma alta expressiva de 1,5%, aos 117.860 pontos.

Mesmo com a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, que afasta parte do risco fiscal, o dólar encontrou espaço para se valorizar. Após intervenção do Banco Central, que ofereceu US$ 800 milhões em uma operação de swap, a moeda subiu 0,3%, aos R$ 5,1062, no fim do dia.

Como será 2021?

No começo desta manhã, o Banco Central (BC) divulgou o seu Relatório Trimestral de Inflação.

O BC manteve a sua estimativa para a inflação em 2020 em 4,3%. Para 2021, a projeção é de que o IPCA fique em 3,4%. As projeções foram feitas utilizando o cenário do Relatório de Mercado Focus e o câmbio atualizado.

A estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) também foi revisada. A projeção da insituição para 2020 é de uma queda de 4,4%, ante queda de 5% projetada anteriormente. A expectativa para a economia brasileira em 2021 passou de alta de 3,9% para 3,8%.

Vem aí?

A sinalização de que o Ministério da Saúde deve comprar cerca de 45 milhões de doses da Coronavac também pode ajudar o clima dos negócios locais.

Segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o governo federal deve iniciar a campanha de vacinação contra o coronavírus em 'meados de fevereiro'.

Vigilância constante

Algumas coisas não saem do radar dos investidores nas últimas semanas e devem continuar conduzindo os negócios pelo menos até o início do próximo ano, quando as negociações em curso devem ganhar contornos mais definidos.

Um desses focos de tensão é a negociação comercial entre Reino Unido e União Europeia em torno do Brexit. Com os olhos voltados para a região, os investidores também aguardam a decisão de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE).

Nos Estados Unidos, os investidores devem seguir repercutindo a decisão do Federal Reserve - que manteve as taxas de juros na faixa de 0% a 0,25% ao ano e sinalizou a possibilidade de novas medidas para aliviar a maior economia do mundo. No Congresso, as negociações para um novo pacote de estímulos fiscais seguem acontecendo. Há expectativa de que um acordo entre republicanos e democratas possa ser anunciado ainda hoje.

A perspectiva de estímulos econômicos anima porque o coronavírus ainda assusta, mesmo com o início da vacinação em alguns países. Em meio a recordes de óbitos, a Alemanha restringiu mais atividades para tentar conter a doença, mesma atitude adotada por diversos outros governos.

Durante a madrugada, as bolsas asiáticas fecharam quase todas em alta. A tendência se mantém nos mercados nesta manhã, com as principais praças europeias - com exceção de Londres - e os indíces futuros em Wall Street no azul.

Agenda

Hoje o grande destaque do dia promete ser o Relatório Trimestral de Inflação (RTI) divulgado pelo Banco Central, com projeções para a economia brasileira (8h). Mais tarde, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participará de coletiva para a apresentação dos números (11h).

Lá fora, os investidores aguardam a decisão de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE) (9h) e o semanal número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos (10h30).

Fique de olho

  • Cesp fará pagamento de juros sobre capital próprio de R$ 0,4264 por ação ON e R$ 1,8245 por papel PNA.
  • Bradesco anunciou pagamento de JCP totalizando R$ 3,502 bilhões.
  • BR Distribuidora aprovou pagamento de JCP no valor de R$ 498,127 milhões.
  • Rumo aprovou nova emissão de debêntures, de 1 bilhão, para financiar projetos de infraestrutura.
  • O Magazine Luiza criou três novas vice-presidências (Operações, Negócios e Plataforma).
  • A Guararapes Painéis protocolou o seu pedido de abertura de capital, com oferta primária e secundária
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

coronavírus

Covid-19: Brasil tem 8,4 milhões de casos e 61 mil novos diagnósticos nas últimas 24h

Segundo ministério, 7.388.784 pacientes recuperaram-se da doença

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies