Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-23T19:32:07-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Fechamento dos mercados

Mesmo em véspera de feriado, Ibovespa fecha em alta de 1%, mas dólar avança para perto dos R$ 5,20

Apesar de volume reduzido e de não haver pregão nos próximos dois dias por causa do Natal, bolsa conseguiu subir, mas não zerou perdas da semana; dólar foi pressionado por compras de fim de ano

23 de dezembro de 2020
19:32
podcast
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Mesmo em dia de volume de negociações reduzido por ser véspera de feriado, o Ibovespa permaneceu o dia inteiro no azul e fechou com ganho de 1,00%, aos 117.806,85 pontos, após ter ido aos 118.311,44 na máxima do dia, uma valorização de 1,44%.

Mesmo assim, devido ao tombo de segunda-feira, o principal índice da B3 acumula baixa de 0,18% na semana, mas mantém alta de 8,19% em dezembro. No ano, o Ibovespa acumula valorização de 1,87%. Amanhã e na próxima sexta-feira (24 e 25) não haverá pregão, em razão do feriado de Natal.

O dia foi marcado pelo tom positivo no exterior, apesar de mais uma cepa mais transmissível de coronavírus ter sido identificada no Reino Unido, e de o presidente dos EUA, Donald Trump, ter criticado o pacote fiscal de US$ 900 bilhões recém-aprovado pelo Congresso americano.

Predominou o otimismo com a aprovação de um acordo pós-Brexit entre Reino Unido e União Europeia ainda hoje, além do alívio às restrições de viagens e fronteiras de alguns países à terra da Rainha.

No fim da tarde, ajudou as negociações nos Estados Unidos o fato de a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, ter prometido votar a proposta de envio de cheques de US$ 2 mil a americanos, depois de Trump ter ameaçado não sancionar o pacote fiscal.

Tanto as bolsas europeias e quanto as americanas fecharam em alta. O índice pan-europeu Stoxx 600 avançou 1,08%, enquanto o Dow Jones subiu 0,38% e o S&P 500 desacelerou os ganhos no fim do pregão, para 0,07%. Já o Nasdaq fechou em baixa de 0,29%, após ter passado o dia perto da estabilidade.

Apesar do apetite a risco no mercado de ações, o dólar à vista também acabou fechando em alta, subindo 0,73%, a R$ 5,1998, após ter chegado a R$ 5,22, na máxima.

As compras de fim de ano realizadas por empresas, para remessas de lucros ao exterior, e bancos, para fins de hedge (proteção), pressionaram a cotação da moeda americana ante o real.

Com isso, o dólar apresenta alta de 2,30% na semana, mas ainda recua 2,74% em dezembro. No ano, a moeda americana avança cerca de 30%.

Um fator local que contribuiu para a alta da bolsa brasileira foi o fato de a PEC dos municípios não ter sido votada ontem, ficando apenas para o ano que vem. A PEC prevê um aumento de repasses da União para os municípios, o que pressionaria ainda mais as contas públicas e vinha aumentando a percepção de risco fiscal dos investidores.

Com esse alívio momentâneo, os juros futuros fecharam em queda, apesar da alta do dólar. Veja o desempenho dos principais vencimentos:

  • Janeiro/2021: de 1,918% para 1,904%;
  • Janeiro/2022: de 2,89% para 2,865%;
  • Janeiro/2023: de 4,30% para 4,215%;
  • Janeiro/2025: de 5,86% para 5,75%.

Indicadores também guiaram decisões de investidores

Indicadores divulgados pela manhã também influenciaram os mercados nesta quarta.

O Ministério da Economia revelou que o mercado formal de trabalho brasileiro registrou em novembro a abertura de 414,5 mil vagas, acima das estimativas do mercado. Foi o quinto mês consecutivo de saldo positivo do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Já nos EUA, o Departamento de Trabalho do país divulgou que os pedidos de auxílio-desemprego registraram queda de 89 mil na semana encerrada em 19 de dezembro, a 803 mil. O resultado ficou abaixo das previsões de analistas, que projetavam 888 mil solicitações.

Pelo lado mais negativo, o índice de sentimento do consumidor americano subiu entre novembro e dezembro para 80,7, mas ficou abaixo da previsão de 81,0 dos analistas ouvidos pelo "The Wall Street Journal".

Enquanto isso, as vendas de moradias novas nos EUA caíram 11% entre outubro e novembro, para 841 mil unidades, uma queda muito maior que a prevista por analistas consultados pelo "The Wall Street Journal", que era de 2,2%.

Quem sobe, quem desce

Com o relaxamento das restrições ao Reino Unido, os papéis das companhias aéreas avançaram nesta quarta, após dois dias de fortes quedas. A alta do petróleo puxou as petroleiras, enquanto os bons números do Caged pesaram positivamente sobre as ações de varejistas.

Os papéis da Petrobras tiveram motivos extras para se valorizarem nesta quarta, pois a estatal fechou contratos de longo prazo para fornecer nafta, etano e propano para a petroquímica Braskem. Também anunciou a conclusão da venda da Liquigás, seguindo seu plano de venda de ativos para focar na exploração do pré-sal. Os papéis preferenciais (PETR4) fecharam em alta de 2,46%, e os ordinários (PETR3), de 2,16%.

Já as ações de frigoríficos e das empresas de papel e celulose estiveram entre as maiores perdas do Ibovespa, com realização dos fortes ganhos dos últimos dias.

Maiores altas

CÓDIGOEMPRESACOTAÇÃO (R$)VARIAÇÃO
PRIO3PetroRio66,13+10,81%
AZUL4Azul37,70+6,89%
GOLL4Gol24,54+5,32%
USIM5Usiminas14,62+4,65%
EMBR3Embraer8,56+4,14%

Maiores quedas

CÓDIGOEMPRESACOTAÇÃO (R$)VARIAÇÃO
BEEF3Minerva10,37-2,54%
SUZB3Suzano56,37-2,27%
KLBN11Klabin25,27-1,94%
RADL3RaiaDrogasil24,95-1,69%
MRFG3 Marfrig 14,68-1,67%
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies