Menu
2019-09-27T15:46:49-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Fintech

Agora ‘da tela para dentro’, fundador da Neon cria startup de pagamentos instantâneos

Alan Chusid, de apenas 28 anos, criou a Spin Pay com a proposta de resolver uma equação que ainda trava boa parte das operações no mundo digital: como fazer o dinheiro circular

28 de setembro de 2019
6:02 - atualizado às 15:46
Alan Chusid, diretor da Spin Pay
Imagem: Ovo Conteúdo

Quando Alan Chusid se juntou ao time de sócios fundadores da Neon Pagamentos, pouco ou nada se falava sobre bancos digitais no país. Mas depois que esse mercado evoluiu a ponto de varejistas e até serviços de entrega oferecerem uma conta no celular, ele percebeu que era hora de inovar “da tela para dentro”.

Foi assim que nasceu a Spin Pay, uma empresa de tecnologia financeira (fintech) de pagamentos instantâneos. Estive com Chusid no escritório da startup, que fica no Cubo, o espaço de startups mantido pelo Itaú e pelo fundo Redpoint eVentures.

Chusid, que tem apenas 28 anos, permanece como sócio da Neon, mas decidiu criar uma nova empresa com a proposta de resolver uma equação que ainda trava boa parte das operações no mundo digital: como fazer o dinheiro circular.

A plataforma será lançada agora em outubro e deve começar com pelo menos 35 parceiros conectados, entre varejistas de vários setores, e 9 instituições financeiras. Chusid disse, porém, que ainda não poderia revelar os nomes.

Todos de olho

A tecnologia de pagamentos instantâneos que a Spin Pay pretende viabilizar ainda engatinha no Brasil, mas está no centro das atenções do Banco Central e também das instituições financeiras.

É provável que você já tenha se deparado com a possibilidade de pagar uma conta por QR Code, aquele código que pode ser lido pela maioria dos telefones celulares. Já são várias as iniciativas do tipo, como o Mercado Pago, do Mercado Livre, e a fintech Pic Pay, ligada ao Banco Original.

Agora os bancões entraram nessa disputa. O Santander reformulou recentemente o seu aplicativo de cartões Way para permitir pagamentos instantâneos. O Itaú Unibanco também chegará em breve à arena com o lançamento do Iti, uma carteira digital que permitirá a transferência entre contas e outros serviços.

Na ponta digital

A Spin Pay não pretende competir com nenhuma dessas iniciativas. A startup vai atuar como uma rede que para permitir a transferência do dinheiro de uma ponta a outra, de forma instantânea e a qualquer dia e hora, mas apenas em operações online.

A opção não foi ao acaso, já que o varejo digital cresce a uma taxa oito vezes maior do que as operações no mundo físico. O problema é que boa parte das compras virtuais ainda esbarra na dificuldade de pagamento.

Nas compras feitas nas lojas físicas, esse também é um problema, mas que não impede o cliente de efetuar a compra. Já nos meios online quem não tem cartão de crédito encontra bem mais dificuldade e muitas vezes deixa de consumir, segundo Chusid.

Para viabilizar a venda de produtos e serviços online para a parcela dos clientes que não tem ou não pode pagar no cartão, os lojistas precisam se valer de outros meios, como os boletos bancários, que têm custos altos e levam mais tempo para serem liquidados.

É esse gargalo que a Spin Pay espera resolver. Ao contrário dos sistemas das fintechs e dos bancões, a empresa permitirá o pagamento instantâneo entre contas de diferentes instituições, algo que não é possível nas plataformas que existem hoje.

Nesse sentido, Chusid diz que a proposta de regulação do BC – que pretende interligar as diferentes redes – ajuda, mas que o sistema da Spin não depende dela para entrar no ar.

A receita da Spin Pay virá de um percentual cobrado do vendedor sobre cada transação realizada. "Teremos o menor custo entre todas as opções para o recebedor", afirma Chusid.

Entre os investidores da Spin Pay estão o fundo de capital de risco Canary, além de pessoas físicas como José Monforte, presidente do conselho da Eletrobras, Cassio Casseb, ex-presidente do Banco do Brasil e do Pão de Açúcar, e Alexandre Barros, ex-diretor do Itaú Unibanco.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Abertura

Ibovespa cai sem sustentação do exterior com cenário interno desfavorável

As bolsas pelo mundo operam em movimento de realização de ganhos, o que é uma péssima notícia para o Brasil

preparando para batalha

Dasa vai atrás de recursos para competir com Rede D’Or, Hapvida e Notre Dame Intermédica

Grupo de medicina diagnóstica da família fundadora da Amil segue com planos para fazer re-IPO, em meio à consolidação do mercado de saúde

O melhor do Seu Dinheiro

As mariposas e o tal do reflation trade

Assim como as mariposas são atraídas pela luz, é da natureza do mercado financeiro sair em busca dos ativos com a promessa de maior retorno. Não por acaso, ambos muitas vezes acabam queimados. Podemos dizer, contudo, que o instinto dos investidores é um pouco mais aguçado. Além do brilho do retorno, outra variável costuma pesar […]

Fala, Guedes!

“Se o presidente não confiar em meu trabalho, sou demissível em 30 segundos”, diz Guedes

O ministro iniciou a gravação dizendo que, “aparentemente”, é um “desastre em comunicação”: “Vim para a política sem querer, nunca pensei em política”

follow on

Log Commercial Properties estuda realizar oferta de ações e aprova pagamento de dividendos

Empresa de imóveis comerciais que tem a família Menin como maiores acionistas pretende levantar recursos para reforçar caixa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies