Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-14T17:13:32-03:00
Estadão Conteúdo
Tesourada mexicana

Banco Central do México corta taxa de juros em 25 pontos-base, para 7,5%

Decisão foi tomada por maioria, mas dois dirigentes votaram por um corte maior, a 7,25% ao ano

14 de novembro de 2019
17:13
Moeda do México
Imagem: Shutterstock

O Banco Central do México (Banxico) reduziu a taxa básica de juros em 25 pontos-base, para 7,50% ao ano. Em seu comunicado, a instituição citou a desaceleração da economia mundial e níveis baixos de inflação como justificativa para o corte. A decisão de cortar os juros para 7,50% ao ano foi tomada por maioria, mas dois dirigentes votaram por um corte maior, a 7,25% ao ano, informou o comunicado.

A autoridade monetária mexicana destacou que os mercados financeiros globais ficaram menos voláteis desde a última reunião de política monetária, em setembro, devido a uma menor tensão comercial entre Estados Unidos China. "Mesmo assim, persistem riscos para a economia global associados às tensões comerciais e a fatores geopolíticos, assim como a incertezas em diversos países", afirmou o Banxico.

A respeito da inflação, o BC mexicano ressaltou que "o comportamento recente dos fatores que incidem na trajetória esperada sugere que a inflação geral poderia ficar ligeiramente abaixo da trajetória apresentada no informe trimestral anterior".

A instituição ponderou, no entanto, que se surgirem fatores de risco para a inflação e suas expectativas, "a política monetária se ajustará de maneira oportuna e firme".

O BC mexicano citou, ainda, incertezas relacionadas à relação bilateral entre México e EUA e ressaltou a necessidade de que, junto com uma política monetária "prudente e firme", adotem-se medidas que consolidem uma trajetória sustentável das contas públicas e produzam um ambiente de confiança para o investimento. A autoridade monetária também destacou a importância de se fortalecer o Estado de direito e combater a corrupção e a insegurança.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies