🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-10T20:32:52-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Aperta o play!

O fim está próximo? Banco Central pode elevar juros pela última vez na próxima semana. Saiba o que esperar (e o que pode dar errado)

No podcast Touros e Ursos desta semana, discutimos o fim de algumas eras: do ciclo de aperto de juros no Brasil, do crescimento econômico americano e da existência da Eletrobras como estatal

11 de junho de 2022
9:30 - atualizado às 20:32
bloquinhos com o símbolo de porecentagem, indicando elevação da taxa Selic e dos Juros; renda fixa | Selic
Após o fim da era do juro baixo, o fim do ciclo de aperto monetário? - Imagem: Shuterstock

Eu sempre tive certo fascínio pela temática do fim do mundo, seja pela ótica do Juízo Final propriamente dito, seja pelas narrativas pós-apocalípticas, que retratam “o fim do mundo como o conhecemos” para dar início a uma nova era - na cultura popular, normalmente uma distopia.

Não é exclusividade minha, lógico. Não faltam canções, livros, filmes e narrativas religiosas que contemplem a questão. Deve ser porque, mais do que pensar na própria morte, refletir sobre o fim de tudo nos leva coletivamente a separar o ruído daquilo que é realmente importante.

Se o mundo acabasse agora, estaríamos satisfeitos com a vida que levamos? Teríamos arrependimentos? O que faríamos para dar um bom ponto final antes de tudo voar pelos ares? Estaríamos todos no mesmo barco e pensando a respeito.

É interessante, aliás, como a palavra “apocalipse”, cuja acepção original tem a ver com revelação ou descoberta, foi associada, popularmente, ao fim dos tempos. O término de um ciclo pode ser assustador, mas é também revelador de algumas verdades, belas ou duras. Mas também pode ser o início de outro, melhor, pior ou apenas diferente.

A pandemia de covid-19 teve um pouco esse efeito na humanidade. Foi o tipo de evento capaz de traumatizar toda uma geração e certamente ainda sentiremos as suas consequências por muito tempo.

Agora, é a era dos juros baixíssimos e do dinheiro barato - decorrente da pandemia, aliás - que chega ao fim, nos países desenvolvidos. Nos Estados Unidos, o “apocalipse”, a revelação das verdades após os exageros, pode inclusive vir no formato de uma assustadora recessão.

O Banco Central vai realmente parar de aumentar os juros?

Aqui no Brasil, já passamos pelo fim da era do juro baixo com um duro aperto monetário, e agora nos deparamos com outro tipo de fim: o possível término do ciclo de alta na taxa Selic.

Na semana que vem, o Banco Central brasileiro talvez faça seu último ajuste nos juros, inaugurando uma era de taxas elevadas, porém estáveis, crescimento baixo e inflação ainda alta, porém em desaceleração. Um cenário ainda bastante incômodo para qualquer economia.

No podcast Touros e Ursos desta semana, eu, Victor Aguiar e Vinícius Pinheiro discutimos se realmente o fim da alta da Selic está próximo, o que esperar para os investimentos a partir daí e o que poderia dar errado para impedir que o BC pare de aumentar os juros.

E na escolha dos touros e ursos da semana, outro ciclo que termina: a Eletrobras, depois de percorrer um longo caminho, finalmente deixou de ser estatal, iniciando uma nova fase na bolsa, agora como empresa privada.

Para ouvir, basta apertar o play no tocador abaixo!

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies