A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-08-05T15:46:10-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
aperte o play!

Onde investir com o fim da alta dos juros no Brasil: com a Selic chegando ao topo, é hora de mudar algo na carteira?

No podcast Touros e Ursos da semana, o debate é sobre como ajustar a carteira de investimentos ao fim do ciclo de alta dos juros, que se já não chegou, está realmente muito perto

6 de agosto de 2022
7:00 - atualizado às 15:46
Podcast Touros e Ursos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Bem, é isso, parece que finalmente chegamos ao fim do ciclo de alta dos juros no Brasil - ou quase.

Em reunião na última semana, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) aumentou a Selic em meio ponto percentual, para 13,75%, e deixou em aberto a possibilidade de apenas mais um “ajuste residual” no próximo encontro.

Em outras palavras, podemos esperar, no máximo, apenas mais uma alta em setembro, que, na visão do mercado, deve ser de 0,25 ponto, levando a Selic para 14% ao ano.

E aí a taxa permaneceria em um patamar elevado por algum tempo, até eventualmente voltar a cair.

É claro que tudo vai depender da inflação. Mas com o aperto monetário global e a possibilidade inclusive de uma recessão nos países ricos, além dos efeitos já percebidos nos preços com a queda do petróleo e os cortes de impostos sobre combustíveis e energia, o mais provável é que, de fato, os índices de preços comecem a ceder.

É hora de mudar algo na forma de investir?

Eu já mostrei no Seu Dinheiro, por exemplo, que a nova alta da Selic deixou as aplicações conservadoras de renda fixa ainda mais rentáveis, e assim elas devem permanecer ainda por um bom tempo.

Mas com um retorno tão bom com praticamente nenhum risco, se justifica correr o risco do mercado de ações? E com a perspectiva de recessão nos EUA, de manter dólar e ativos dolarizados na carteira? E o que dizer dos demais ativos de renda fixa, que têm um pouco mais de risco?

No podcast Touros e Ursos desta semana, eu, Victor Aguiar e Vinícius Pinheiro debatemos justamente qual o rumo que devemos dar à carteira de investimentos diante do novo cenário de fim da alta de juros.

Como de costume, também falamos sobre os nossos touros e ursos da semana - e houve muitos touros entre os quais escolher!

Para acompanhar a nossa conversa, basta apertar o play no tocador abaixo!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

INDO ÀS COMPRAS

XP (XPBR31) amplia presença no ramo de previdência e seguros e compra a BTR Benefícios

15 de agosto de 2022 - 16:11

As empresas tornaram-se parceiras em setembro do ano passado; o valor da operação não foi divulgado

CRYPTOSTORM

‘Nenhuma criptomoeda vai conseguir bater de frente depois dessa atualização’: analistas comentam como The Merge mudará o ethereum (ETH)

15 de agosto de 2022 - 15:35

Para Valter Rebelo, analista de cripto da Empiricus, a resposta é clara: “não vejo nenhum protocolo que consiga bater de frente com o ethereum”

BOMBOU NAS REDES

Banco do Brasil ‘vence’ Bradesco em rentabilidade e ações disparam 53% no ano — estatal ainda pagará R$ 2 bilhões em dividendos e analista alerta: BBAS3 supera Nubank (NUBR33)

15 de agosto de 2022 - 13:49

Após resultados fortíssimos no segundo trimestre, as ações do Banco Brasil estão em disparada. Descubra se vale a pena comprar os papéis

ESTÁGIO E TRAINEE

Santander e Braskem abrem vagas para estágio; veja oportunidades com bolsas-auxílio de até R$ 8 mil

15 de agosto de 2022 - 13:31

Os processos seletivos aceitam candidaturas até setembro, com início previsto em janeiro de 2023; as inscrições para trainee no Itaú continuam abertas

BOMBOU NAS REDES

Adeus, Nubank: após causar a ira de clientes e com “saída” de Anitta, roxinho deve dar prejuízo de novo — analista revela ação de “bancão” barata que vence a fintech

15 de agosto de 2022 - 12:45

Depois de a NuConta virar quase uma poupança e Anitta ‘abandonar’ o conselho, o Nubank deve reportar mais um trimestre de prejuízo; veja o que esperar e qual é o bancão que pode colocar o roxinho para comer poeira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies