Menu
2019-10-05T13:07:22+00:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
De olho na bolsa

Entenda como estão as empresas que fizeram IPOs acima de US$ 1 bilhão nos Estados Unidos em 2019

No total, oito companhias já levantaram mais de US$ 1 bilhão com aberturas de capital nos Estados Unidos, mas nem todas estão apresentando bons resultados para seus acionistas

5 de outubro de 2019
13:07
Executivos da Uber participam de cerimônia de estreia das ações na bolsa de Nova York
Uber estreia na bolsa de Nova York - Imagem: Reprodução/Nyse

O mercado de IPOs nos Estados Unidos tem passado por semanas instáveis e o reflexo disso pode ser visto nos números. De acordo com uma análise do site Business Insider, os processos de abertura de capital na terra do Tio Sam diminuíram mais de 50% no terceiro trimestre do ano, ante o mesmo período do ano passado.

Uma das possíveis justificativas é que cresce o sentimento de desconfiança dos investidores em relação aos riscos e ao crescimento das companhias, por conta das incertezas de que tais empresas serão rentáveis.

Não é à toa que a gigante dos escritórios compartilhados WeWork e a Endeavor decidiram adiar os planos de abrir capital na bolsa norte-americana.

E não é só lá. O Brasil também vive semanas de instabilidade. No último mês, o Banco Banrisul também fracassou em sua tentativa de listagem na B3. Mas, em compensação, o banco BMG anunciou ontem (4) que pode movimentar R$ 2,2 bilhões em sua abertura de capital e há ainda a Vivara que está no período de reserva de ações para o seu IPO.

Mais de US$ 1 bilhão

Porém, apesar das incertezas, nem tudo foi ruim nesses primeiros meses do ano. No total, oito companhias já levantaram mais de US$ 1 bilhão com aberturas de capital nos Estados Unidos em 2019.

Confira agora como tem sido a performance dessas empresas na bolsa de valores. As companhias foram ranqueadas segundo o retorno dos papéis gerado desde o seu IPO.

8º lugar - Lyft

Resumo da companhia: é uma empresa de aplicativos de mobilidade urbana. É a maior concorrente do Uber nos Estados Unidos. A oferta da Lyft era apontada como um teste para outros IPOs de empresas de aplicativos aguardados para este ano, mas acabou decepcionando. No primeiro dia de negociações da bolsa, os papéis da companhia terminaram cotados em US$ 78,29. Apenas para fins de comparação, na última sexta-feira (4), as ações da empresa fecharam o pregão cotadas em US$ 39,16.

Valor de mercado: US$ 20,6 bilhões;

Valor captado no IPO: US$ 2,6 bilhões;

Retorno dos papéis no mês: -15,60%;

Retorno dos papéis desde a abertura de capital: -49,98%

7º lugar - Uber

Resumo da companhia: é uma empresa de aplicativos de mobilidade urbana. Em seu último balanço divulgado no começo de agosto deste ano, a Uber reportou um prejuízo líquido de US$ 5,24 bilhões. A cifra é muito maior do que a verificada no mesmo período do ano passado, quando a perda foi de US$ 878 milhões;

Valor de mercado: US$ 75,5 bilhões;

Valor captado no IPO: US$ 8,1 bilhões;

Retorno dos papéis no mês: -8,74%;

Retorno dos papéis desde a listagem: -28,63%

6º lugar - Chewy

Resumo da companhia: é uma empresa de alimentos para animais de estimação voltada para o e-commerce. A Chewy passou a cativar clientes, segundo análise do TechCrunch, após apostar em um serviço personalizado que inclui envio de cartas escritas à mão aos clientes agradecendo pela compra e pela disponibilidade de funcionários para responder dúvidas frequentes dos donos de animais;

Valor de mercado: US$ 8,8 bilhões

Valor captado durante o IPO: US$ 1,2 bilhões

Retorno dos papéis no mês: 5,29%

Retorno dos papéis desde a abertura de capital: -26,09%

5º lugar - SmileDirectClub

Resumo da companhia: ela vende aparelhos ortodônticos com preços bem mais em conta que os tratamentos tradicionais. A empresa abriu capital em 12 de setembro na Nasdaq e viu suas ações levarem o maior tombo do ano em um IPO. Precificadas a US$ 23, elas fecharam o primeiro dia de vendas a US$ 16,33, uma queda de 29%.

Valor de mercado: US$ 8,9 bilhões;

Valor captado no IPO: US$ 1,3 bilhões;

Retorno dos papéis no mês: 6,05%

Retorno dos papéis desde a abertura de capital: - 11,69%

4º lugar - Peloton

Resumo da companhia: funciona como uma startup fitness em casa. Seu primeiro produto foi uma bicicleta de spinning de aço escovado conectada à internet e equipada com uma tela de 56 centímetros. Mas ela não vende só isso. A empresa investiu em criar uma experiência convidativa e completa aos seus clientes, com celebridades como embaixadoras da marca e espaço em lojas sofisticadas;

Valor de mercado: US$ 8,1 bilhões

Valor captado no IPO: US$ 1,2 bilhões

Retorno dos papéis no mês: -8,33%

Retorno dos papéis desde a abertura de capital: -10,67%

3º lugar - Avantor

Resumo da companhia: é uma empresa que fabrica e fornece, em âmbito mundial, produtos de alta qualidade, serviços e soluções para profissionais nos setores de tecnologia avançada e ciências da vida;

Valor de mercado: US$ 7,5 bilhões

Valor captado no IPO: US$ 3,3 bilhões

Retorno dos papéis no mês: -15,54%

Retorno dos papéis desde a abertura de capital: 0,06%

2º lugar - Tradeweb

Resumo da companhia: é uma plataforma eletrônica de negociações. Ela é um dos principais mercados globais para comércio de renda fixa, derivados e Exchange Traded Funds (ou ETFs), e que são basicamente fundos de índice negociados em bolsa.

Valor de mercado: US$ 6 bilhões

Valor captado no IPO: US$ 1,2 bilhões

Retorno dos papéis no mês: 7,22%

Retorno dos papéis desde a abertura de capital: 10,85%

1º lugar - Pinterest

Resumo da companhia: é uma rede social de compartilhamento de fotos. Ela ganha dinheiro permitindo que anunciantes sugiram "pins" com seus produtos para os usuários.

Valor de mercado: US$ 10 bilhões

Valor captado durante o IPO: US$ 1,6 bilhões

Retorno dos papéis no mês: 3,25%

Retorno dos papéis desde a abertura de capital: 11,93%

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Vitória do governo

Câmara aprova texto-base da MP que reformula estrutura do Executivo

No início da votação, o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro que vive uma crise interna, obstruiu a tramitação e tentou esvaziar o quórum do plenário

Investigação

CVM aplica R$ 82 milhões em multas em esquema intermediado por Cruzeiro do Sul

Inquérito aberto em 2010 pela xerife do mercado de capitais identificou prejuízos milionários a fundos de pensão de estatais como Copel, Eletronuclear, Correios e Cedae

Em meio à crise

Líder do PSL na Câmara diz que partido não vai expulsar nenhum parlamentar

Delegado Waldir negou também que vá haver qualquer retaliação do partido em relação ao governo do presidente Jair Bolsonaro

Perto do fim

CCJ do Senado marca reunião para analisar emendas do 2º turno da reforma da Previdência

Até o momento, senadores apresentaram nove sugestões de alteração, que mexem na redação da proposta

Seu Dinheiro na sua noite

Quando a realidade se impõe

Groucho Marx dizia que jamais faria parte de um clube que o aceitasse como sócio. Durante muito tempo os brasileiros trataram erroneamente a bolsa de valores como o tipo de clube desprezado pelo lendário comediante. Mas essa realidade começa a mudar. Quem decidiu ingressar no clube da renda variável no início do ano obteve um […]

De olho no gráfico

S&P vai, não vai, fez que vai…

Apesar da recente alta em um dos principais índices da bolsa de Nova York, Fausto Botelho ainda projeta um ciclo de queda

Dados do Tesouro

União honra R$ 442,6 milhões e dívidas de governos estaduais em setembro

Nos primeiros nove meses de 2019, o governo federal precisou desembolsar R$ 5,695 bilhões para honrar dívidas garantidas pela União de quatro Estados

Papo reto

Para Sabesp, metas definidas pelo relator no marco do saneamento são difíceis de atender

Entre os pontos tidos como difíceis de cumprir está o limite de 25% para subdelegações pelo prestador de serviços

Falando em projetos...

Na reforma da Previdência dos militares, contribuições devem aumentar mais rápido que o proposto pelo governo

Segundo relatório da Câmara, a cobrança que hoje é de 7,5% passará a 9,5% já no ano que vem, chegando a 10,5% em 2021

Gestoras

JGP lista 6 fatores que devem impulsionar a economia e empurrar a bolsa para cima em 2020

Gestora acredita que migração de renda fixa para ações vai continuar dando força ao Ibovespa. Carta de setembro também faz uma defesa do teto de gastos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements