Menu
2019-01-21T11:49:50+00:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Gás natural

Cosan lança oferta de R$ 1,9 bilhão por ações PNA da Comgás na bolsa

Empresa ofereceu R$ 82,00 por ação da empresa, que hoje possui pouca liquidez no mercado. A gestora Alaska, que detém a maior posição em ações PNA, já se comprometeu a vender sua participação

21 de janeiro de 2019
11:23 - atualizado às 11:49
comgas

A Cosan lançou uma oferta para comprar as ações preferenciais (PNA) da distribuidora de gás natural Comgás (CGAS5) na bolsa, em uma operação que deve movimentar R$ 1,932 bilhão.

A empresa ofereceu R$ 82,00 por ação da Comgás, que possui 23,566 milhões de papéis em circulação. O valor representa um prêmio de 23,3% em relação ao fechamento das ações na sexta-feira (R$ 66,50).

Como esperado, o anúncio da oferta pública de aquisição (OPA) fez as ações da Comgás dispararem 20% na bolsa nesta manhã. Já os papéis da Cosan eram negociados em queda de 2,63%.

Alaska vende

Os papéis da distribuidora de gás têm pouca liquidez no mercado. A gestora de fundos Alaska, que detém 42% das ações em circulação da Comgás, já se comprometeu a vender sua participação na oferta pública de aquisição (OPA).

A Comgás é uma posição antiga de Luiz Alves, um dos maiores investidores individuais da bolsa brasileira. A carteira mais recente do Alaska Poland, fundo exclusivo dele e da família, mostra 17% do patrimônio nas ações da companhia. Trata-se da segunda maior posição da carteira de R$ 2,65 bilhões, atrás apenas da própria Cosan, com 19%.

No Alaska Black, fundo disponível no varejo, a posição sempre foi menor, em razão da baixa liquidez das ações. Em setembro, o percentual de Comgás era de 4% da carteira. Mas, como a participação no conselho em períodos de negociação impõe limites à compra adicional de ações e o fundo captou bastante nos últimos meses, a participação deve ter sido diluída.

Sem fechar o capital

A operação precisa da adesão de 2/3 dos acionistas. Se a oferta for bem sucedida, a Cosan passará a deter praticamente 100% do capital da Comgás, depois de comprar a participação da Shell no negócio no ano passado.

A Cosan adquiriu o controle da empresa, que pertencia à britânica BG, em 2012.

Mas, ao contrário do que costuma acontecer nesse tipo de situação, a Cosan informou que não pretende fechar o capital da Comgás.

Para financiar a oferta, a Cosan vai tomar um empréstimo de R$ 1,7 bilhão, pelo prazo de até 2 anos e taxa de juros de até 110% do CDI.

A empresa contratou o BTG Pactual para realizar a oferta, e o Citigroup para fazer o laudo de avaliação da Comgás.

*Colaborou Luciana Seabra

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Vai ficar no papel?

Alcolumbre diz que há receio em autorizar privatização da Eletrobras

Presidente do Congresso relatou que 48 senadores do Norte e do Norte são contra, o que tornaria inviável a aprovação de um projeto com esse modelo

Acelerou

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,36% em agosto

Dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança

Ainda não é suficiente

Secretário da Previdência diz que para reforma ser sustentável, “precisamos de camada de capitalização”

Equipe econômica, no entanto, já trabalha em outras medidas como combate à fraude na concessão de aposentadorias e pensões e na gestão dos sistema

Será que vai melar?

Parlamento da Áustria aprova resolução obrigando governo a vetar UE-Mercosul

Movimento ocorre a poucos dias das eleições parlamentares na Áustria, antecipadas para o próximo dia 29 de setembro

Clima tenso entre os brothers

UE está pronta para impor tarifas retaliatórias contra os EUA, diz ministro da França

Bruno Le Maire comentou que a UE se prepara para eventuais sanções contra os EUA por causa de uma disputa sobre subsídios no setor de aviação

De olho na reforma

Câmara e Senado construirão proposta conjunta sobre reforma tributária, diz Maia

O presidente da Câmara também não descartou a ideia de criação de uma comissão mista (com senadores e deputados) para tratar da reforma tributária

O futuro da energia

Shell diz que seu plano é investir US$ 3 bilhões por ano em renováveis no mundo

Presidente da petroleira no Brasil afirmou que não há um prazo para definir os investimentos e que o importante é que os projetos “façam sentido”

De olho nas contas públicas

Governo deve descontingenciar entre R$ 12 bilhões e R$ 13 bilhões, diz secretário

Com a arrecadação maior nos últimos meses, a ideia é liberar parte do orçamento, que foi contingenciado nos meses anteriores

Será que cai mais?

Na contramão do mercado, Itaú mantém projeção para Selic em 5,0% no fim do ano

Segundo relatório da instituição, o banco seguirá observando os dados para a inflação e a taxa de câmbio do Banco Central para decidir por uma nova reavaliação

'impacto nulo'

Relator da reforma da Previdência apresenta novo parecer e acata apenas uma das 77 emendas

Emenda acatada retira do texto ponto que obrigava os servidores que entraram antes de 2003 a contribuírem por 35 anos, no caso dos homens, e 30 das mulheres, para ter direito à totalidade de gratificação por desempenho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements