Menu
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
E-Commerce

Amazon está prestes a ampliar operações no Brasil. Como ficam as concorrentes?

Relatório do BTG avalia impacto desse movimento da gigante do comércio eletrônico sobre as B2W e Magazine Luiza

21 de janeiro de 2019
15:20 - atualizado às 16:39
Imagem: Shutterstock

Relatório do BTG Pactual sobre comércio eletrônico afirma que a Amazon vai ampliar sua atuação no mercado brasileiro já nesta semana, com a implantação de algo conhecido no setor como plataforma 1P, que consiste em centralizar todos os passos da venda online buscando garantir entregas rápidas e melhor atendimento aos clientes.

O projeto vinha sofrendo atrasos em função das naturais dificuldades impostas para se organizar a logística e a tributação no mercado brasileiro. Para o BTG, a implementação do que é conhecido como “Fulfillment by Amazon” ou FBA será feito de forma gradual em função da concorrência de empresas como Magazine Luiza e B2W.

De forma simplificada, dentro do FBA, a Amazon é responsável por receber, processar e enviar os pedidos dos diferentes produtos que estão em seu site e que são ofertados por outras empresas (marketplace). A ideia do modelo é manter a credibilidade da marca.

O assunto está em pauta no mercado despertando discussões sobre o que isso pode significar para as ações das empresas varejistas que já estão bem consolidadas no Brasil.

Para o BTG, esse movimento da Amazon significa que a empresa está pronta para acelerar investimentos, envolvendo a ampliação de parcerias que permitam a adoção do modelo FBA. O banco lembra que a empresa já atua com a Prologis e conta com um galpão de 50 mil metros quadrados em São Paulo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

B2W e MGLU

Especificamente sobre a B2W e Magazine Luiza, o BTG avalia que ainda são as suas escolhas prediletas e vencedoras no segmento de e-commerce. Mas a notícia envolvendo a Amazon deve trazer volatilidade para os ativos do setor. Agora à tarde, na B3, por volta das 15 horas, as ações da B2W (BTOW3) caíam pouco mais de 4%, a R$ 44,09. Os papéis da Magazine Luiza (MGLU3) recuavam 3,4%, a R$ 168,30.

O banco vem alertando, desde 2016, que o e-commerce no país vai apresentar forte crescimento, com o mercado triplicando até 2025, alcançando R$ 200 bilhões em GMV (métrica do setor para medir transações).

Na avaliação do BTG, apesar do sucesso da Amazon em países como Alemanha, Reino Unido e EUA, a expectativa é de que no Brasil a empresa enfrentará acirrada concorrência das empresas já estabelecidas, que investiram nos últimos anos para promover o modelo de “Fullfilment”, construindo um ecossistema que prioriza a experiência do cliente.

“Esse cenário deve impedir um crescimento acelerado da Amazon no Brasil. No nosso cenário base, a empresa estará competindo por uma participação na parte baixa dos dois dígitos de market share”, diz o relatório da instituição.

A Amazon foi procurada pela reportagem, mas não tinha retornado até a publicação desta nota.

Comentários
Leia também
Berkshire Hathaway

Até ele perde! Empresa de Warren Buffett tem prejuízo no 4º tri, e tombo da Kraft Heinz deu uma bela mãozinha

Prejuízo da empresa de alimentos, controlada por Buffett junto com a turma de Jorge Paulo Lemann, pesou nos resultados da Berkshire Hathaway

Novidades

O que mudou na declaração de imposto de renda em 2019

Principal novidade é a obrigação de informar CPF de dependentes e alimentandos, independentemente de idade; confira todas as mudanças e a atualização dos valores

Reforma da Previdência

Proposta de reforma para militares deve chegar ao Congresso antes de 20 de março

Segundo Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, mudanças devem ser apresentadas ao Congresso antes do término do prazo de 30 dias estabelecido inicialmente

Em busca de um novo líder

Oi ainda sonda Amos Genish, ex-presidente da Vivo, para comandá-la

Em busca de novo líder para a sua reestruturação, operadora quer ex-presidente da Vivo e da Telecom Itália no comando, mas executivo recusou convite, por ora

Siga o dinheiro

Receita Federal entra na dança e passa a investigar miliciano ligado a Flávio Bolsonaro

Fisco vai ampliar a cooperação com o MP do Rio e investigar alvos da Operação Os Intocáveis; entre eles, está o ex-PM Adriano Magalhães da Nóbrega, cujas mãe e esposa trabalharam para o filho do presidente

Bon Vivant

Noronhe-se como os famosos! Fernando de Noronha tem luau de chefs, ‘sea coach’ e, claro, praias paradisíacas

Roteiros exclusivos e experiências customizadas são os ingredientes para incrementar a visita um dos lugares mais lindos do planeta onde dá praia o ano todo. Você também merece pisar no paraíso e curtir uns dias de folga.

É cilada, Bino

Mais de 930 moedas digitais deixaram de existir em 2018. Saiba quais são as apostas alternativas mais seguras para este ano

As informações são do site Deadcoins. Diante de tantos projetos mal-sucedidos no ano passado, criptomoedas como o Ethereum, Ripple e Iota permaneceram e são algumas das opções interessantes para 2019

Reforma da Previdência

À BBC, Mourão diz que Congresso aprova “qualquer coisa” para militar

Mourão justificou que a tramitação é muito mais rápida no caso dos militares porque, para isso, é necessário apenas um projeto de lei, que requer maioria simples dos votos

Mais um empecilho?

Tipo novela mexicana… Justiça concede liminar para suspender assembleia da Embraer que decidirá sobre acordo com Boieng

O juiz destacou que “não se visualiza nesta decisão qualquer ameaça ou comprometimento da economia do País ou situação provocadora de crise na medida que busca conservar uma situação que se encontra consolidada no tempo e eventual oscilação em preços de ações da Boeing ou da Embraer são considerados efeitos metajurídicos normais de qualquer decisão judicial sem a tônica de representar repercussão nos interesses do País”

O melhor do Seu Dinheiro

O Ministério da Economia adverte

Tem uma piada antiga sobre o fulano que vai comprar um maço de cigarros na padaria e, ao ler na embalagem que fumar causa impotência sexual, pede para o balconista trocar por um que causa câncer. Eu me lembrei da anedota ao me deparar com uma espécie de advertência do Ministério da Economia: o atual […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu