IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2020-01-15T17:27:27-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
pódio indigesto

Banco Pan, BMG e Banrisul lideram ranking de reclamações contra bancos em 2019

O índice do BC é calculado com base no número de reclamações consideradas procedentes, dividido pelo número de clientes da instituição, multiplicado por 1.000.000

15 de janeiro de 2020
14:54 - atualizado às 17:27
Banco Pan - Banrisul - BMG

O Banco Central informou nesta quarta-feira (15) que o Banco Pan terminou o quarto trimestre de 2019 na liderança do ranking de reclamações contra instituições financeiras. O banco registrou índice de 127,47.

Em segundo lugar aparece o BMG (68,66) e, em terceiro, o Banrisul (23,30). Nesta lista, estão os bancos e as financeiras com mais de 4 milhões de clientes.

O índice de reclamações é calculado com base no número de reclamações consideradas procedentes, dividido pelo número de clientes da instituição, multiplicado por 1.000.000. Na prática, quanto maior o índice, pior a classificação da instituição. O ranking é trimestral.

Na lista, o Santander aparece como a quarta instituição mais reclamada (índice de 22,94).

Na sequência estão Bradesco (19,36), Banco do Brasil (19,06), Caixa Econômica Federal (17,19), Itaú (16,85), Votorantim (9,50), Banco CSF (7,73), Omni (7,57), Midway (5,61), Realize (2,67), Banco do Nordeste (0,63) e Sicredi (0,00).

Instituições menores

Entre os bancos e financeiras com menos de 4 milhões de clientes - que formam um ranking à parte -, a liderança é da Facta Financeira, com índice de reclamações de 1.310,55 no quarto trimestre de 2019.

Em seguida aparecem Novo Banco Continental (998,61), Safra (629,65), Industrial do Brasil (336,21), BNP Paribas (151,13), Modal (150,15), Inter (123,55) e Original (111,92), entre outros. A lista completa tem 20 instituições.

Entre as reclamações mais frequentes estão irregularidades relativas à oferta ou prestação de informação sobre produtos e serviços de forma inadequada e irregularidades ligadas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito.

Em nota enviada ao "Broadcast" (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o Banco Pan pontuou que "tem se destacado na adoção de medidas concretas para melhorar e modernizar produtos, processos e a qualidade do atendimento ao consumidor".

Até o fechamento deste texto, a reportagem não havia obtido o posicionamento das demais instituições citadas.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

RIVALIDADE ANTIGA

Na Copa do Mundo das criptomoedas, token do Brasil dispara 20% enquanto ativo da Argentina cai 22% após primeira rodada

25 de novembro de 2022 - 14:31

Saiba como se prevenir de golpes com tokens que levam os nomes das seleções mas não são criptomoedas oficiais dos países

VENCENDO NO CAOS

Uns perdem, outros ganham: saiba quem é o grande vencedor até agora da guerra de Putin na Ucrânia

25 de novembro de 2022 - 14:30

Três países se deram bem com a entrada de capital de imigrantes russos que fogem do conflito, mas um deles conseguiu se sair melhor que os demais e deve crescer três vezes mais do que o projetado pelo FMI

Perspectivas

Os recados do presidente da Febraban para o novo e o velho governo

25 de novembro de 2022 - 14:29

Em discurso duro durante almoço de fim de ano da entidade, Isaac Sidney destacou necessidade de reformas estruturais

DEPOIS DO COLAPSO

Falida e disputada: Binance e outras exchanges querem abocanhar Voyager Digital com ofertas de até US$ 1 bilhão

25 de novembro de 2022 - 13:46

A corretora de criptomoedas de CZ confirmou os rumores de que sua subsidiária americana, a Binance US, planeja fazer uma oferta para resgatar a empresa do colapso

MUDOU DE IDEIA

Gafisa (GFSA3) troca oferta de ações por aumento de capital de até R$ 150 milhões; o que muda para os investidores?

25 de novembro de 2022 - 12:35

A companhia pretende emitir pouco mais de 25,46 milhões de ações ordinárias a R$ 5,89 cada – um desconto de 9% em relação à cotação atual dos papéis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies