Menu
2020-09-25T21:23:13-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
negócio em foco

BofA vê negócio entre Linx e Totvs com sinergias de R$ 3,8 bi

Acionistas da Linx receberiam diretamente 40% do valor das sinergias da fusão com Totvs, diz banco

25 de setembro de 2020
21:16 - atualizado às 21:23
totvs
Imagem: Divulgação/ Instagram da Totvs

A eventual fusão entre Totvs e Linx — que hoje é a "azarona" para acontecer, uma vez que o negócio entre a empresa de software para varejo com a Stone continua sendo o favorito no páreo — criaria sinergias no valor de R$ 3,8 bilhões, de acordo com as contas do Bank of America (BofA).

A sinergia seria resultante de cross-selling (venda cruzada, estratégia em que são sugeridos produtos complementares nas vendas aos clientes), OPEX (gastos operacionais e com manutenção) e amortização de ágio.

A Linx poderia muito bem se aproveitar da situação. Isto porque, caso aceite a oferta da Totvs, 40% dos valores de sinergia seriam pagos diretamente para os seus acionistas — os outros 60% seriam divididos entre os sócios das duas empresas, escreveu o analista Rodrigo Villanueva em relatório.

Os números sugerem que a oferta da Totvs é, hoje, 8% superior ao que está implicado, considerando a combinação de ações (82%) e dinheiro (18%) prevista na proposta.

Enquanto isso, a Stone busca obter o registro de BDRs (recibos de ações negociadas fora do Brasil na B3) para potencialmente pagar a oferta em uma proporção maior de ações.

Hoje, os termos da oferta da Stone incluem a parcela de R$ 31,56 em dinheiro mais 0,0126774 ação da Stone por ação da Linx.

Isso permitiria aos acionistas da Linx se beneficiarem ainda mais da potencial sinergia com a Stone, diz o BofA.

"Ainda assim, dado o tamanho da capitalização de mercado combinada entre Stone e Linx de cerca de R$ 97 bilhões, estimamos que cresceria em apenas de 2% a 3% do valor potencial das sinergias restantes", ressalva a análise.

Ganhos significativos

O negócio entre as companhias parece distante desde que a Linx recusou assinar protocolo de oferta da Totvs. No entanto, a empresa resultante de ambas foi imaginada pelo BofA com bons olhos.

A fusão entre as empresas, segundo a análise da instituição, teria ganhos de eficiência significativos, com uma sinergia de OPEX de R$ 1,2 bilhão.

"A maior parte da economia de OPEX pode vir despesas gerais e administrativas", diz o BofA. Tais despesas representam menos de 8% da receita líquida da Totvs, enquanto são 20% das da Linx, devido à sua menor escala.

A projeção assume como recorrente a redução percentual dos gastos gerais administrativos em relação à receita da Linx de 20% para 8%, o que traria uma economia equivalente a 4% do OPEX total.

Enquanto isso, a estimativa é que o cross-selling, com sinergia de R$ 1,5 bilhão ao todo, poderia adicionar de 5% a 10% à receita combinada das companhias.

A previsão do BofA é de uma receita de R$ 4 bilhões para o fim de 2021, que poderia obter outros R$ 323 milhões (8% do total) por vendas cruzadas, para fluxo de caixa extra descontados de imposto de R$ 57 milhões.

O BofA também estima que a oferta da TOTVS pela Linx no valor de cerca de R$ 6,4 bilhões ao preço atual deve gerar ágio de cerca de R$ 4,8 bilhões.

"Prevemos que este ágio poderia ser amortizado nos próximos 5-10 anos, gerando benefícios fiscais materiais com um valor estimado de R$ 1,1 bilhão", diz o banco.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Agora vai?

MP da Eletrobras: relator mantém ‘jabutis’ e condiciona venda à compra de energia

No texto, Nascimento manteve a possibilidade de renovação antecipada da usina de Tucuruí, um dos maiores ativos da Eletronorte, e incluiu também a prorrogação da concessão da Hidrelétrica Mascarenhas de Moraes para Furnas.

Cresce a fila

CBA, da Votorantim, registra pedido de IPO na CVM

A empresa, que afirma ser a única companhia integrada de alumínio do Brasil, pretende financiar seu crescimento orgânico e inorgânico com os recursos levantados na oferta

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O quebra-cabeças do mercado e outros destaques

Recentemente, eu fui presenteado com um quebra-cabeças de duas mil peças. “Ah, isso vai ser moleza; é só montar as bordas e depois ir preenchendo aos poucos”, pensei eu. Nem preciso dizer que eu estava redondamente enganado: a mesa da cozinha está tomada por pequenas partes de uma paisagem bucólica. De vez em quando eu […]

FECHAMENTO

Ibovespa tem mais um dia de ‘mais do mesmo’ e fecha em leve alta, contrariando NY

Setores pesos-pesados seguraram o índice no azul. O movimento garantiu uma leve alta de 0,03%, mais uma vez deixando o índice na trave dos 123 mil pontos

Vem oferta por aí

Rede D’Or confirma a avaliação para a realização de um follow on

O anúncio foi feito após o jornal Valor Econômico revelar que a companhia prepara uma oferta de ações que pode chegar a R$ 5 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies