Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-11T10:53:56-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Fundos imobiliários: o que olhar primeiro

11 de novembro de 2019
10:53
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Eu sou uma grande apreciadora de música clássica e até estudei música por alguns anos da minha vida. Confesso que nunca me aprofundei e faz tempo que não ponho as mãos num instrumento nem canto uma nota que não seja no chuveiro. Mas apenas o fato de ter algum conhecimento formal e de repertório já torna a minha experiência um pouco mais incrementada do que, por exemplo, a dos meus amigos que apenas vão a um concerto aqui e ali.

Não que eu ache que música clássica seja apenas para iniciados, longe disso. Só que nas artes, saber para onde olhar - ou o que ouvir - abre novos horizontes e níveis de apreciação que um olhar ou escuta menos educado não consegue capturar.

No mundo dos investimentos é a mesma coisa. Você não precisa ser profissional ou aficionado para investir bem. Mas conhecimento é bem-vindo, pelo menos até certo ponto. E, sem dúvida, saber para onde olhar na hora de avaliar um ativo é capaz de abrir portas que o investimento passivo em fundos que acompanham índices de mercado não consegue.

Na maioria das vezes, um punhado de informações é suficiente para saber se um investimento é bom ou não - ou pelo menos para descartá-lo rapidamente da sua lista.

Muito se fala sobre o que olhar na hora de avaliar uma ação, mas você sabe quais são as primeiras coisas que você precisa analisar num fundo imobiliário na hora de investir? Os fundos de investimento imobiliário (FII) estão entre os ativos promissores no atual cenário de juros baixos. Apenas neste ano, o IFIX, índice que reúne os principais fundos desse tipo, já valorizou quase 21%.

Os FII investem em imóveis e títulos de renda fixa atrelados ao mercado imobiliário e normalmente pagam rendimentos periódicos e isentos de imposto de renda. Ser cotista de um fundo imobiliário equivale a comprar imóveis de alto padrão com pouco dinheiro, sem a necessidade de pagar IR sobre os aluguéis.

Se você ainda não sabe muito sobre este mercado, eu preparei uma matéria sobre as primeiras coisas que você precisa avaliar para escolher os melhores fundos imobiliários. Em outras palavras, por onde começar a analisar se um FII é um bom investimento? Eu te respondo neste texto.

Negócios da China

A semana será curta, mas cheia de acontecimentos, tanto aqui como no exterior. No Brasil, feriado na sexta-feira. Nos EUA, a semana começa com o feriado do Dia dos Veteranos.

Por aqui, o presidente Jair Bolsonaro recebe a visita do presidente chinês Xi Jinping, que vem ao país para a 11ª Cúpula dos Brics. Será a chance de o governo brasileiro conseguir um progresso na negociação entre os países. Falando em China, o mercado internacional também segue de olho nas incertezas em torno do avanço de um acordo para a guerra comercial.

A decisão do STF que derrubou a prisão após condenação em segunda instância deve continuar mexendo com o mercado financeiro. A leitura é de que "Lula Livre" emitiu um sinal negativo aos investidores estrangeiros, criando a sensação de insegurança jurídica e institucional, o que tende a afugentar o ingresso de capital externo no país.

Acompanhe a edição semanal da Bula do Mercado para ter um panorama do que deve mexer com a bolsa nos próximos dias. Esse é um conteúdo exclusivo para os leitores Premium. Clique aqui para entrar no clube VIP de leitores do Seu Dinheiro.

Os investidores também ficam atentos à última semana da balanços do terceiro trimestre. JBS, Marfrig, Eletrobras, Via Varejo e pelo menos outras 15 empresas do Ibovespa fecham a temporada de resultados.

Na sexta-feira, o Ibovespa fechou o dia com queda de 1,78%, a 107.628,98 pontos. O dólar encerrou com um avanço de 1,80%, a R$ 4,1666. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Mais tensão latino-americana

A América Latina tem mais um foco evidente de tensão: a Bolívia. O presidente Evo Morales renunciou ao cargo após protestos da população e pressão das Forças Armadas. Morales havia sido reconduzido ao cargo após um conturbado processo eleitoral, apontado pela OEA como possivelmente fraudulento. Ainda não se sabe se a crise boliviana é capaz de fazer preço nos mercados. Mas não é bom sinal para o Brasil, uma vez que se soma a problemas que já vêm ocorrendo em outros países da região e que resvalam por aqui.

Antes de Brumadinho

As barragens da Vale continuam a colocar a empresa sob os holofotes de maneira negativa. Segundo a coluna do jornalista Lauro Jardim no jornal “O Globo”, antes da tragédia de Brumadinho, o diretor jurídico da empresa, Alexandre D’Ambrosio, orientou os funcionários da mineradora a não apresentar às autoridades documentos referentes a outra barragem, a de Maravilhas, em Minas Gerais. Saiba mais.

Like bilionário

Em fevereiro de 2004, ele conheceu, na universidade de Harvard, Mark Zuckerberg - então um jovem programador. Juntos, lançaram um negócio que mudaria para sempre a vida de bilhões de pessoas, o Facebook. Hoje, aos 37 anos, Eduardo Saverin é dono de uma fortuna de US$ 10,7 bilhões. Mas apesar da sorte, a trajetória do mais jovem entre os bilionários brasileiros também teve os seus percalços. Confira o perfil de Saverin, que faz parte da segunda temporada da Rota do Bilhão, sobre os brasileiros mais ricos.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: mais imposto, indefinição sobre dívidas e desaceleração na China

O Ibovespa acumulou uma perda de 2,5% na semana que termina e o dólar à vista avançou 0,28%, para R$ 5,28.  Foram três os principais fatores que impactaram os mercados: o anúncio de aumento de impostos, a indefinição sobre os precatórios — dívidas do governo com sentença judicial definitiva — e uma possível desaceleração da […]

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies