Menu
2019-07-18T09:55:39+00:00
Novos planos

Weg chega ao varejo e amplia projeto de miniusinas solares em condomínios

Abertura dessa relação direta com o cliente pessoa física segue de perto a estratégia adotada por uma de suas principais concorrentes no segmento corporativo, a Siemens

18 de julho de 2019
7:45 - atualizado às 9:55
Fábrica da WEG em Santa Catarina
Fábrica - Imagem: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo

Apesar de ver sua receita proveniente do mercado externo em alta - em 2018, cerca de 60% do faturamento de R$ 12 bilhões vieram de vendas internacionais -, a gigante industrial catarinense Weg também tem se movimentado para crescer no Brasil. Atualmente, desenvolve duas iniciativas para a abertura de áreas no País. A primeira é a aceleração da instalação de miniusinas solares em condomínios residenciais, em parceria com a construtora MRV. A segunda quebra um paradigma da companhia, que sempre forneceu soluções a empresas: a Weg vai lançar sua marca no varejo.

A abertura dessa relação direta com o cliente pessoa física segue de perto a estratégia adotada por uma de suas principais concorrentes no segmento corporativo, a Siemens. A Weg vai estampar sua marca em equipamentos elétricos - como tomadas e interruptores - que estarão disponíveis nas principais lojas de material de construção do Brasil. “A Weg sempre esteve presente na vida das pessoas, com os motores das máquinas de lavar, por exemplo”, diz Manfred Peter Johann, diretor superintendente da Weg Automação. “Agora, será possível (o consumidor final) comprar um produto diretamente da marca.”

Energia própria

Além dessa incursão pelo varejo, a companhia vem abrindo caminho em outra área: a de energia solar, tanto por meio de soluções para grandes usinas quanto organizando o fornecimento de geração solar para condomínios residenciais e empresas. Nessa segunda frente, firmou parceria com a construtora MRV, conhecida principalmente pelos projetos do programa Minha Casa Minha Vida, para a instalação de painéis fotovoltaicos em 55 condomínios, hoje em fase de desenvolvimento.

Enquanto as usinas de grande porte têm os equipamentos e também a operação coordenada diretamente pela Weg, no caso de instalações em edifícios residenciais a empresa produz o maquinário e treina terceirizados para a manutenção do projeto no longo prazo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

As soluções podem variar de R$ 20 mil, no caso da uma residência, a R$ 1 milhão. “No caso dos condomínios, a instalação da geração solar é certamente uma vantagem comercial para a construtora”, afirma Johann.

A parceria comercial não é exclusiva nem da parte da Weg nem do lado da MRV. A construtora mineira afirma que tem hoje 280 empreendimentos selecionados para a instalação de placas fotovoltaicas. Segundo Luís Henrique Capanema, gestor executivo de relações institucionais da companhia, cerca de 80 mil unidades, entre prontas e em construção, já estão incluídas no projeto.

Sustentável. A MRV atua tanto com instalações suficientes para garantir toda a necessidade de consumo dos edifícios quanto com conjuntos de placas que só atendem a energia consumida em áreas comuns - no segundo caso, o mais difundido, a economia na conta de energia prometida gira entre R$ 2,5 mil e R$ 3 mil. “A decisão depende do tamanho de espaço do telhado de cada empreendimento”, afirma Capanema. Segundo ele, as instalações, se mostraram viáveis em todo o País, apesar da diferença de incidência solar entre as regiões.

De acordo com a Absolar, associação que representa a geração fotovoltaica no País, a expansão das instalações para um número maior de residências reflete principalmente o preço atual dos equipamentos, cuja queda foi de cerca de 80% nos últimos dez anos. Apesar dos avanços, a energia solar está bem atrás de outras fontes de geração, incluindo outras consideradas “alternativas”: hoje, a fonte eólica representa cerca de 8,7% da matriz energética brasileira, contra 1,2% da fotovoltaica.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

lista vip

BNDES divulga nomes de compradores de jatinhos da Embraer

Na última quinta, Bolsonaro disse que revelaria quem comprou jatinhos com recursos do banco estatal e fez referência ao apresentador Luciano Huck, que havia criticado o governo

Mais perdas

Ibovespa abre em queda de mais de 1%, pressionado pelo exterior, e volta aos 98 mil pontos

O Ibovespa tem mais um dia de desempenho negativo, ainda afetado pela maior aversão ao risco no exterior. O dólar à vista segue na faixa de R$ 4,06

tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Dólar a R$ 4? Acostume-se…

Um conjunto de forças paralelas puxa as cotações das moedas do mundo para um lado e para o outro. São as taxas de juros, perspectivas de crescimento das diferentes nações, apetite das empresas por negócios internacionais, crises políticas em todos os cantos do mundo e até mesmo o Twitter de autoridades como Donald Trump. Com […]

dinheiro no caixa

B2W propõe aumento de capital de R$ 2,5 bi

Serão 64 milhões de novas ações ordinárias, ao preço de R$ 39; empresa quer acelerar o processo de transformação rumo a uma plataforma digital híbrida

subiu o tom

Maior acionista da Oi pede troca de presidente

Gestora de investimentos GoldenTree Asset Management manifestou preocupação com as finanças da operadora e pediu saída de Eurico Teles

crise no posto ipiranga

Lava Jato ignorou repasse de Guedes em denúncia contra empresa de fachada, diz jornal

Segundo a Folha de S. Paulo, força-tarefa detectou pagamento de R$ 561 mil, mas só acusou outras firmas

sem dinheiro

Receita pode parar sistema de CPF e restituição

Arrecadação de tributos, emissões de certidões negativas, controle aduaneiro e operações de comércio exterior também serão afetados, assim como o envio de cartas de cobrança aos devedores do fisco

de mudança

Governo confirma que Coaf vai para o BC via Medida Provisória

Segundo porta-voz, Coaf será uma “unidade de inteligência financeira” que não perderá o caráter colaborativo com outros órgãos e manterá o perfil de combate à corrupção.

olho na vale

CVM abre inquérito contra executivos da Vale por tragédia de Brumadinho

Investigação é sobre deveres dos executivos em relação a acionistas e investidores; rompimento da barragem matou 248 pessoas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements