Menu
2019-09-19T15:49:17-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

Quais as diferenças entre ações ordinárias e preferenciais?

Os dois tipos de ações que podem ser negociados por companhias abertas em bolsa têm relação com o direito a voto e a recebimento dos dividendos, bem como com os direitos dos acionistas em caso de venda do controle da companhia

30 de maio de 2019
14:42 - atualizado às 15:49

Quem já teve um primeiro contato com o mundo da bolsa de valores provavelmente já reparou que a Petrobras, por exemplo, negocia dois tipos de ações: PETR3 e PETR4. As primeiras são as ações ordinárias, e as segundas, as chamadas ações preferenciais. Mas quais as diferenças entre elas? No vídeo a seguir eu te explico as características e diferenças das ações ordinárias e preferenciais:

Veja a seguir a transcrição do vídeo sobre as diferenças entre ações ordinárias e preferenciais

A bolsa de valores é cheia das siglas, códigos e jargões. Você já deve ter reparado que no final dos códigos das ações sempre tem um número, geralmente três ou quatro. Ou então que os nomes das ações às vezes vêm acompanhados de um ON ou PN. E talvez já tenha ouvido falar em ações ordinárias e preferenciais. Mas você sabe quais as diferenças entre elas?

As empresas listadas em bolsa podem emitir dois tipos de ações: as ordinárias ou ON, e as preferenciais ou PN. Algumas companhias negociam apenas um tipo de ação, enquanto outras negociam as duas. As empresas que fazem parte do mais alto segmento de governança corporativa da bolsa, o Novo Mercado, só podem negociar ações ordinárias. As ações ON têm seu código marcado pelo número três, enquanto as PN normalmente têm o código marcado pelo número quatro.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

As ações ordinárias são aquelas que, por Lei, conferem direito a voto nas assembleias de acionistas ao seu detentor. Além disso, elas dão direito ao chamado tag along, um mecanismo de proteção aos minoritários no caso de mudança no controle da companhia. Caso o controlador da empresa receba uma oferta para vender as suas ações ordinárias, o comprador interessado fica obrigado a estender a oferta a todos os minoritários detentores de ações ON, garantindo um preço mínimo por ação equivalente a 80% do valor por ação pago ao controlador.

Já as ações preferenciais não têm direito a voto ou sofrem algum tipo de restrição em relação a esse direito. Como compensação, os detentores de ações PN podem ter prioridade no recebimento de dividendos, no reembolso de capital investido em caso de quebra da companhia ou as duas coisas. A prioridade no recebimento de dividendos pode consistir, por exemplo, no direito de receber um dividendo um pouco maior que os detentores de ações ordinárias. Além disso, é possível que a companhia estenda às ações preferenciais o direito ao tag along.

Algumas companhias têm mais de uma classe de ações preferenciais, as PNA e PNB. Quando isso acontece é porque os direitos e restrições de uma classe são diferentes dos direitos e restrições da outra. Os códigos das ações PNA são designados pelo número cinco, e os das ações PNB, pelo número seis.

Gostou do vídeo? Então não deixa de assinar o canal de YouTube do Seu Dinheiro e clicar no sininho para receber as notificações. E pode deixar dúvidas e ideias para os próximos vídeos aqui no campo de comentários.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

OLHO NO RATING

Mansueto evita dizer que agências de rating estão atrasadas, mas cita indicadores

Ele lembrou que a única agência que divulgou relatório mais recentemente foi a Fitch, que trabalhava com déficit nominal de 7% do PIB e déficit primário de 1,9%.

EUA X China

EUA e China seguem em negociação comercial, mas ainda há discordâncias

O governo dos EUA quer que Pequim declare publicamente seus planos de compra, e não os condicione às circunstâncias do mercado ou às obrigações comerciais da China, disseram fontes familiarizadas com as discussões

Otimismo na bolsa

Firme e forte: Ibovespa engata a quarta alta seguida e chega a mais um recorde

O Ibovespa aproveitou-se da ausência de fatores negativos e do bom desempenho das ações da Petrobras para fechar em alta e cravar mais um recorde

DE OLHO NO GRÁFICO

Bitcoin indica alta e 12 criptomoedas alternativas para ficar de olho

Fausto Botelho fala sobre a alta recente do S&P, que está em sinal amarelo, sobre a tendência de alta do bitcoin e outras 12 altcoins para ficar de olho

Ganhando tração

Conversas sobre potencial venda da rede móvel da Oi estão acelerando, diz presidente da Tim

Segundo Labriola, uma eventual avaliação da compra da Oi só vai ocorrer caso o ativo seja formalmente colocado à venda, o que ainda não ocorreu

Novo recorde

O maior IPO da história: a Saudi Aramco vai levantar US$ 25,6 bilhões com sua abertura de capital

A petroleira Saudi Aramco, considerada uma das companhias mais rentáveis do mundo, divulgou há pouco os detalhes finais de sua oferta pública inicial de ações. E, pelos números reportados pela estatal saudita, não estamos falando de um IPO qualquer: trata-se da maior operação do tipo já feita na história. As ações da Aramco foram precificadas […]

Oferta da XP

CVM diz que fundo brasileiro pode captar recursos para investir em IPO nos EUA

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou hoje que fundos de investimento podem captar recursos de investidores brasileiros para investir em ofertas de ações fora do país. “Em tese, não há restrição para que um ‘fundo brasileiro capte recursos de investidores brasileiros para investir em ofertas públicas no exterior’”, disse a CVM, em nota. Eu […]

OLHO NA CONSTRUÇÃO

PIB da construção deve crescer 2% em 2019 e 3% em 2020, dizem Sinduscon-SP e FGV

O avanço do PIB da construção neste ano está sendo puxado, essencialmente, pelo consumo das famílias, enquanto as atividades empresariais ficaram em segundo plano

Fundos de investimento

Fundos de small caps são os mais rentáveis do ano; saiba quanto rendeu cada tipo de fundo até o fim de novembro

Fundos de ações tiveram o melhor desempenho do ano até agora; fundos que investem em títulos públicos de longo prazo também têm se saído bem

Gestoras

Dólar a R$ 4 ou R$ 4,50 pode impedir um rali na Bovespa?

Para gestora Persevera não haverá mais o “kit Brasil”, ou seja, os ativos brasileiros não necessariamente andarão todos na mesma direção

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements