Menu
2019-07-29T06:36:56+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
bula do mercado

Cautela prevalece em início de semana de agenda cheia

Expectativa com taxas de juro e guerra comercial mantêm investidores em alerta

29 de julho de 2019
6:36
selo bula do mercado
Imagem: Seu Dinheiro

Os ativos financeiros globais iniciam a segunda-feira sob o impacto das tensões de uma semana de agenda política e econômica cheia no Brasil e no mundo. As bolsas de valores asiáticas fecharam em queda generalizada hoje diante da cautela que costuma preceder a reunião de política monetária do Fed, o banco central dos Estados Unidos.

Analistas acreditam que a autoridade monetária norte-americana desatará na quarta-feira seu primeiro ciclo de alívio monetário em uma década com o objetivo de fazer frente a potenciais efeitos da desaceleração econômica global em um momento no qual indicadores preliminares sugerem um ritmo mais lento no crescimento da economia dos EUA.

Um dos fatores por trás dessa desaceleração é a política de guerra comercial contra o resto do mundo encampada pelo presidente norte-americano, Donald Trump. O assunto volta a mexer com o ânimo dos investidores às vésperas da chegada de uma delegação norte-americana à China para a primeira rodada de negociações entre Washington e Pequim desde maio.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A impressão de que a negociação não resultará em nenhuma espécie de avanço concreto foi outro fator decisivo para o fechamento em queda das bolsas de valores asiáticas. Honk Kong e Seul caíram mais de 1%. Já os mercados de ações da Europa abriram sem direção clara enquanto os índices futuros de Nova York sinalizavam queda.

Expectativa com reunião do Copom reforça cautela

Por aqui, a cautela no Ibovespa e nas transações cambiais ganha o reforço da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), cuja decisão sobre os rumos da taxa Selic será anunciada apenas algumas horas depois do posicionamento do Fed.

Em um momento no qual os contratos futuros de juros projetam há meses quedas acentuadas nas taxas, a queda da Selic é dada como certa por especialistas. A divergência entre eles aparece somente na extensão do corte na taxa de juro de referência no Brasil. O consenso é de uma redução de pelo menos 0,25 ponto porcentual na taxa Selic.

O Banco Central mantém a taxa Selic em seu nível mínimo histórico - 6,5% - desde março do ano passado. Isto significa que, qualquer que seja o corte decidido na quarta-feira, a Selic renovará sua mínima histórica.

Diantes dessa perspectiva, os investidores iniciam a semana atentos à divulgação da pesquisa semanal Focus do Banco Central, prevista para as 8h25, em meio à expectativa de novas revisões nas estimativas do mercado para a inflação, o PIB e a taxa Selic.

O Ibovespa também estará sujeito ao impacto da grande quantidade de balanços corporativos com divulgação prevista para esta semana, a começar pelo resultado trimestral do Itaú, previsto para depois do fechamento dos mercados hoje.

Enquanto os investidores aguardam o posicionamento do Fed e do Copom, a tendência é de que a cautela prevaleça pelo menos até o fim da tarde de quarta-feira.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

crise do clima

G7 quer ajudar o mais rápido possível nos incêndios da Amazônia, diz Macron

Segundo o presidente da França, “tudo depende dos países da Amazônia”, que compreensivelmente defendem sua soberania

roupa remendada

Tasso terá de dar parecer para 130 emendas à reforma

Cabe ao senador, que deve entregar seu relatório na semana que vem, decidir se acata ou não as sugestões de alterações

economia que patina

País deve andar em passo lento, mesmo com reformas

Destruição provocada pela recessão, com empresas indo à falência e milhões de trabalhadores saindo do mercado, forma cenário adverso para o Brasil

seu dinheiro no domingo

Rota do Bilhão: 9 semelhanças dos 10 mais ricos do mundo

Apesar de histórias de vida e negócios diferentes, há pontos em comum entre os maiores bilionários do mundo – são pistas do que pode ter feito a diferença

clima tenso

Europeus se dividem sobre risco ao Mercosul

Decisão do presidente francês, Emmanuel Macron, de obstruir um acordo comercial entre a União Europeia e o grupo Mercosul divide opiniões entre líderes mundiais

no g7

Acordo comercial com os EUA não será fácil, diz primeiro-ministro britânico

Boris Johnson citou carnes bovina e de cordeiro, travesseiros e fitas métricas como alguns dos produtos britânicos que têm entrada dificultada nos mercados dos EUA

um unicórnio entre os jovens

Tiktok: o app que faz sucesso entre a geração Z e fez da sua dona a startup mais valiosa do mundo

ByteDance é considerada a startup com o maior valor de mercado do mundo – são US$ 75 bilhões; estratégia se divide em diversas frentes, incluindo um app que ganha cada vez mais força entre jovens nascidos em meados dos anos 90 para cá

guerra comercial não para

Trump ameaça usar autoridade de emergência contra a China

Anúncio chinês de elevar as tarifas sobre US$ 75 bilhões em importações norte-americanas deixou o presidente dos EUA enfurecido

analisando a conjuntura

Recuperação esperada da economia global não aconteceu, diz presidente do Banco da Inglaterra

Mark Carney falou logo depois que o presidente Trump anunciou que estava endurecendo as tarifas sobre as importações chinesas

vem mais mudanças por aí?

Equipe econômica estuda atrelar remuneração da poupança à inflação

Após criar crédito imobiliário corrigido pelo IPCA, governo quer dissociar a rentabilidade da caderneta da Selic, para que a poupança acompanhe os indicadores usados nos empréstimos para a compra da casa própria

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements