Menu
2019-05-08T18:26:39+00:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Alta de mais de 15%

Ações da Taurus disparam após Bolsonaro facilitar porte de armas

Os papéis da fabricante de armas tiveram forte alta na B3 nesta quarta-feira, contando também com um volume expressivo de negociação

8 de maio de 2019
13:00 - atualizado às 18:26
Visita a fábrica de armas da Taurus Armas, na cidade de São Leopoldo/RS
Papéis da fabricante de armas subiram forte desde o início do dia - Imagem: Felipe Nogs/Agência Preview

O noticiário político deu um forte impulso às ações da Taurus Armas nesta quarta-feira (8). Mas, neste caso, a reforma da Previdência e as articulações do governo não foram as responsáveis pela reação do mercado. Afinal, o que importa para os papéis da empresa é a questão do uso de armas no país — e o tema teve novos desdobramentos.

O presidente Jair Bolsonaro assinou ontem um decreto que, na prática, facilita o porte de arma de fogo carregada por pessoas credenciadas. A medida trata da regulamentação do uso de armamentos para os chamados CACs, que incluem caçadores, atiradores e colecionadores.

Como resultado, as ações PN da Taurus (FJTA4) fecharam em alta de 23,51%, a R$ 4,57 — na máxima do dia, chegaram a ser negociadas a R$ 4,68 (+26,49%). Os papéis ON da fabricante de armas (FJTA3) subiram 17,57%, a R$ 4,55, após tocarem R$ 4,65 no melhor momento do dia (+20,16%).

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Também chamou a atenção o forte giro financeiro dos ativos da Taurus nesta quarta-feira. As ações PN, mais líquidas, movimentaram R$ 56,4 milhões na B3, enquanto os papéis ON tiveram volume de R$ 9,02 milhões.

Em ambos os casos, os montantes são muito superiores ao histórico recente dos ativos. As ações PN da Taurus, por exemplo, tiveram giro financeiro médio de R$ 2,8 milhões em abril. No caso das ações ON, o giro médio no mês passado foi de apenas R$ 220 milhões.

A medida assinada ontem por Bolsonaro também regula a lei de registro, posse, porte e comercialização de armas e munições. Além disso, a cota anual de munição para quem tem porte será ampliada para mil unidades — atualmente, o limite é de 50 cartuchos por pessoa.

Por fim, o decreto prevê ainda que membros das Forças Armadas que tiverem estabilidade após dez anos de serviço terão o porte da arma de fogo garantidos.

Com o desempenho desta quarta-feira, as ações PN da Taurus acumulam ganho de mais de 12% desde o início do ano. Já os papéis ON da fabricante de armas ainda caem 5% em 2019.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Aos números

Economia com reforma da Previdência após 1º turno fica em R$ 914,3 bilhões

Impacto fiscal ao longo de 10 anos sobe a R$ 933,5 bilhões, considerando aumento CSLL sobre os bancos. MP de fraudes pode render outros R$ 200 bilhões

alteração na agenda

Anúncio sobre FGTS fica para a próxima semana, diz Onyx

Segundo o ministro, as equipes técnicas do Ministério da Economia ainda trabalham em cima dos ajustes necessários

dinheiro na mão

Economistas recomendam sacar recursos do fundo

Aprovada a medida do governo para o saque das contas do FGTS, a orientação dos especialistas é para que os trabalhadores quitem débitos ou invistam

controvérsia

Setor de construção critica liberação de saques do FGTS

Recursos para o trabalhador devem diminuir o total disponível para a construção, o que pode aumentar o déficit habitacional do País, diz vice-presidente de sindicato

Reforma tributária em pauta

‘Ambiente é favorável à reforma ampla’

Bernard Appy, diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e autor do texto da proposta de reforma tributária encampada pela Câmara, contesta a posição do governo de começar a reforma só com a criação de um IVA dos tributos federais

Dinheiro na mão

Liberação do FGTS pode dar fôlego à economia e elevar PIB em até 1,1%

A medida deverá ser anunciada nesta quinta-feira, 18, e valerá para contas ativas e inativas (de contratos de trabalho anteriores)

Crypto news

Os desafios do Facebook para enfrentar os burocratas e defender a Libra, a sua moeda digital

Na primeira audiência realizada sobre a criptomoeda no Senado dos EUA, os parlamentares não pegaram leve. E não será nada fácil convencer a todos, já que a moeda está ligada a uma rede com mais usuários do que a população dos Estados Unidos

saindo do buraco

Confiança dos industriais cresce em julho com melhora de expectativas econômicas

Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) teve alta de 0,5 ponto em julho, atingindo 57,4 pontos, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela CNI

dinheiro na mão

Governo deve anunciar liberação do saque do FGTS hoje, diz Bolsonaro

Expectativa é de que isso aconteça durante a cerimônia pelos 200 dias de governo Bolsonaro, que será realizada às 16h no Palácio do Planalto

mundo digital

É preciso esforço internacional para tributação justa de techs, diz secretário do Tesouro dos EUA

Mnuchin disse que departamento irá policiar as criptomoedas para que elas não representem “um risco para o sistema financeiro”.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements