Menu
2021-01-11T16:15:25-03:00
Estadão Conteúdo
DISPUTA ACIRRADA

Totvs e Locaweb disputam empresa de marketing digital RD Station

Negócio atraiu bastante procura e agora está na fase final do processo de venda, segundo fontes familiarizadas à transação

9 de janeiro de 2021
9:03 - atualizado às 16:15
totvs
Imagem: Divulgação/ Instagram da Totvs

As empresas de tecnologia Totvs e Locaweb estão na disputa final para a aquisição da RD Station, startup com sede em Florianópolis (SC), líder do segmento de marketing digital, área que tem crescido a passos largos no Brasil, apurou o Estadão.

A empresa é controlada por um dos maiores fundos globais focados em tecnologia, o americano Riverwood, que nos últimos anos tem se mostrado ativo no Brasil. Segundo estimativas, o negócio poderá envolver desembolso de R$ 1 bilhão.

A RD Station, ex-Resultados Digitais, tem um porte classificado como médio – fatura cerca de R$ 150 milhões por ano, mas sua expansão anual seria da ordem de 50%, crescimento que tem chamado atenção de outras empresas, exatamente em um momento em que o mundo digital ganha ainda mais escala por conta do isolamento social necessário na pandemia. O Morgan Stanley é o assessor financeiro contratado para coordenar o processo de venda.

Segundo fontes próximas à transação, que falaram em condição de anonimato, o negócio atraiu bastante procura e agora está na fase final do processo de venda. Nesse passo, Totvs, que no ano passado saiu de um processo competitivo frustrado para a compra da Linx, e Locaweb, que desde que abriu seu capital em 2020 tem sido agressiva em aquisições, farão, agora, a oferta final.

Quem levar a RD, ao fim, deverá fazer uma oferta de ações na bolsa brasileira para buscar recursos junto ao mercado para financiar a operação, apurou o Estadão.

Tanto para a Totvs quanto para a Locaweb, a transação significará a entrada em um novo segmento, com potencial para alavancar os negócios.

A Locaweb, desde sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em fevereiro do ano passado, já fez cinco aquisições. Seu valor de mercado subiu 4,5 vezes em 2020, abrindo um bom espaço para nova oferta de ações para financiar a compra, caso saia vitoriosa.

Já a Totvs, que no passado perdeu a Linx para a Stone em um processo que fez barulho no mercado, pode dar, com a aquisição, um passo importante em sua estratégia de crescimento e diversificação. Na B3, a Totvs possui um valor de mercado de R$ 15 bilhões, e a Locaweb, de R$ 10 bilhões.

O movimento ocorre em um momento em que as empresas de tecnologia ganharam muito destaque no mercado, por conta da pandemia e da mudança acelerada do consumo, que tem sido cada vez mais digital.

Segundo o relatório mais recente da consultoria PwC, sobre transações de fusões e aquisições no mercado brasileiro, entre janeiro e novembro do ano passado foram registradas 349 operações envolvendo empresas do setor de Tecnologia da Informação (TI), que responderam por cerca de 40% do volume total.

Criada em 2011, a startup de Santa Catarina nasceu com o propósito de oferecer soluções de automação de marketing digital para pequenas e médias empresas. De lá para cá, a empresa ganhou porte e possui mais de 25 mil clientes em cerca de 20 países, 700 funcionários, alçando a posição de líder desse mercado no Brasil.

O último aporte recebido pela RD foi em 2019, liderado pela Riverwood Capital, no valor de R$ 200 milhões. Foi o mais alto valor recebido até então por uma empresa latino-americana no segmento chamado de SaaS, o software-as-a-service. Na época, a RD já tinha outros cinco investidores: TPG Growth, DGF Investimentos, Redpoint eventures, Astella Investimentos, Endeavor Catalyst. Uma das estratégias era expandir a RD para outros países emergentes, além do Brasil.

A Riverwood já é velha conhecida entre as startups brasileiras. Ela já investiu, por exemplo, na 99, o primeiro unicórnio brasileiro, e também conta na sua carteira, além da RD, com a empresa de gestão na nuvem Omie e a startup de e-commerce VTEX.

Procurados, RD Station, Riverwood, Morgan Stanley, Totvs e Locaweb não comentaram.

*As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

balanço do dia

Covid-19: casos sobem para 15,5 milhões e mortes, para 432,6 mil

O total de vidas perdidas durante a pandemia subiu para 432.628. Entre ontem e hoje, foram registradas 2.211 novas mortes.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Mudaram as estações, mas nada mudou na bolsa

Quem olha para o saldo do Ibovespa na semana pode achar que os últimos dias foram um marasmo. O índice, afinal, ficou praticamente estável — uma quase desprezível queda de 0,13%. “Mas eu sei que alguma coisa aconteceu / tá tudo assim, tão diferente”, já dizia a música. E é verdade: nada mudou na bolsa, […]

Fechamento da semana

Inflação americana e minério de ferro vivem ‘dias de luta e dias de glória’, monopolizando a semana; dólar avança e bolsa recua no período

O minério de ferro puxou Vale e siderúrgicas para cima – mas depois derrubou. A inflação americana também assustou, mas conseguiu acalmar o ânimo dos investidores. Confira tudo o que movimentou a semana

Engordando o caixa

Petrobras gera US$ 2,5 bilhões com desinvestimentos em 2021; venda mais recente é para fundo árabe

E a estatal não deve parar por aí, pois o diretor financeiro da empresa já reafirmou a intenção de continuar com o programa de venda de ativos

Em evento do BofA

Presidente do BC revela preocupação com análise de autonomia no STF e planos para PIX internacional

Campos Neto e o ministro da Economia, Paulo Guedes, têm conversado com ministros da Corte sobre os questionamento acerca do tema

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies