O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-04-19T18:31:17-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Dia de estreia

Depois de desconto em IPO, Blau Farmacêutica estreia com leve alta na bolsa

A empresa movimentou R$ 1,26 bilhão em sua oferta de ações, mas, inicialmente, esperava captar mais.

19 de abril de 2021
15:13 - atualizado às 18:31
blau
Imagem: Divulgação

A Blau Farmacêutica, que vem tentando abrir o seu capital na bolsa desde 2018, finalmente fez a sua estreia na B3. 

Depois de precisar fazer alguns ajustes para que a sua oferta inicial de ações acontecesse, o primeiro dia como uma empresa listada foi de tranquilidade. Ao longo de todo o dia, as ações (BLAU3) oscilaram entre perdas e ganhos, mas fecharam em alta de 2,39%, a R$ 41,10.

A oferta, que movimentou R$ 1,26 bilhão e foi coordenada pelo Itaú BBA, Bradesco BBI, JP Morgan, Citi, XP e BTG Pactual, teve o piso da faixa indicativa reduzido em 10%, precificado a R$ 40,14. O preço inicialmente ia de R$ 44,60 a R$ 50,60. Em 2018, a Blau desistiu de seu IPO antes do fim do processo de bookbuilding, diante das indicações de que a faixa de preço pretendida não seria atingida.

Além de reduzir a captação em sua oferta primária, a Blau também cancelou a oferta secundária (com a venda de posição de acionistas), citando a volatilidade do mercado como a razão para a mudança de planos. 

Os recursos captados serão investidos na expansão da capacidade produtiva e na verticalização da cadeia de insumos estratégicos, além de centros de coleta de plasma nos EUA. A empresa também deve pagar o valor restante da aquisição da Pharma Limirio (atualmente Blau Farmacêutica Goiás), realizar o pré-pagamento das debêntures de segunda, quarta e quinta emissões e investir em novas aquisições. 

Histórico

A Blau foi fundada em 1987 pelo empresário Marcelo Hahn, que investiu US$ 20 mil para importar preservativos no auge da epidemia de HIV no país. A companhia ainda atua nesse ramo, com a marca Preserv, mas desde então expandiu seu portfólio e hoje atua com medicamentos de alta complexidade e hospitalares essenciais. 

A empresa, sediada em Cotia (SP) é especialista em produtos biotecnológicos e sintéticos para oncologia, nefrologia, hematologia e infectologia. A companhia fechou 2020 com um lucro líquido de R$ 254,3 milhões, alta de 27% em base anual. O lucro bruto avançou 29,2%, para R$ 556 milhões, com a margem bruta subindo de 44% para 47,04%.

Na mesma base de comparação, a dívida líquida da companhia cresceu quatro vezes, para R$ 475,6 milhões, puxada pelo avanço de 2,2 vezes das debêntures não circulantes, para R$ 626,3 milhões.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

NOITE CRIPTO

Não deu para o bitcoin (BTC): maior criptomoeda do mundo tenta, mas patamar de US$ 30 mil escapa; confira cotações

Agora, os investidores devem permanecer tentando sustentar esse suporte psicológico importante e entrar na próxima semana no “zero a zero”, antes de tentar buscar novas altas

REVISÃO CUSTOU CARO

B3 (B3SA3) volta a corrigir erro nos dados e revela que 2021 terminou com fluxo estrangeiro negativo após R$ 77,9 bilhões em dinheiro gringo “sumirem” da conta

Vale lembrar que a entrada de capital estrangeiro ajuda na performance do mercado acionário e de câmbio. Por isso, a nova cifra não pinta um quadro positivo para o país

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa ignora tensão em Nova York, os planos de Elon Musk para o Brasil e o salto da GetNet; confira os destaques do dia

Por enquanto, o Ibovespa segue avançando, apesar do desempenho ruim das bolsas pelo mundo

FIQUE DE OLHO

Em semana de ata do Fed, destaque no Brasil fica por conta do IPCA-15; confira a agenda completa de indicadores

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa escapa do mau humor em NY e sobe mais de 1% na semana; dólar fica abaixo dos R$ 5

O S&P 500 chegou a entrar oficialmente em “bear market”, mas os estímulos na China salvaram a semana do Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies