Menu
2021-04-15T21:26:42-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
saúde na bolsa

Blau Farmacêutica movimenta R$ 1,2 bilhão em IPO, após ajustes na oferta

Empresa, que tentou IPO em 2018, reduziu em 10% o piso da faixa indicativa e retirou a oferta secundária (de venda de posição de acionistas)

15 de abril de 2021
21:22 - atualizado às 21:26
blau
Imagem: Divulgação

A Blau Farmacêutica, que tentou abrir capital três anos atrás, movimentou R$ 1,26 bilhão em uma oferta pública inicial de ações (IPO), com os papéis precificados a R$ 40,14 - abaixo da faixa indicativa inicialmente apresentada, de R$ 44,60 a 50,60.

A empresa reduziu em 10% o piso da faixa indicativa e retirou a oferta secundária (de venda de posição de acionistas), diante da maior volatilidade do mercado. Inicialmente, o IPO da Blau movimentaria R$ 2,26 bilhões.

As ações da companhia (BLAU3) estreiam nesta segunda-feira (19) na B3. A oferta é coordenada por Itaú BBA, Bradesco BBI, JP Morgan, Citi, XP e BTG Pactual. O IPO da farmacêutica é o terceiro do setor de saúde na bolsa na atual janela de ofertas.

A Dasa captou R$ 3,3 bilhões em um "re-IPO" e Mater Dei levantou R$ 1,4 bilhão em sua oferta inicial. Ambas reduziram a oferta para seguir com as operações, enquanto ao menos outras 18 empresas - dos mais diversos setores - desistiram do IPO neste ano, ao menos por enquanto.

Histórico

A Blau foi fundada em 1987 pelo empresário Marcelo Hahn, que investiu US$ 20 mil para importar preservativos no auge da epidemia de HIV no país.

A companhia ainda atua nesse ramo, com a marca Preserv, mas desde então expandiu seu portfólio, passando a concentrar sua atuação em medicamentos de alta complexidade e hospitalares essenciais.

A empresa é especialista em produtos biotecnológicos e sintéticos para oncologia, nefrologia, hematologia e infectologia.

Em 2018, a Blau quase seguiu com a operação, desistindo antes do fim do processo de bookbuilding, diante das indicações de que a faixa de preços pretendida não seria atingida.

Sediada em Cotia (SP), a Blau conta com cinco plantas produtivas, em São Paulo (SP), Cotia (SP), Caucaia (CE) e Anápolis (GO), e cinco subsidiárias em países da América Latina: Argentina, Chile, Colômbia, Peru e Uruguai.

A empresa fechou 2020 com um lucro líquido de R$ 254,3 milhões, alta de 27% em base anual. O lucro bruto avançou 29,2%, para R$ 556 milhões, com a margem bruta subindo de 44% para 47,04%.

Na mesma base de comparação, a dívida líquida da companhia cresceu quatro vezes, para R$ 475,6 milhões, puxada pelo avanço de 2,2 vezes das debêntures não circulantes, para R$ 626,3 milhões.

A Blau pretende utilizar os recursos da oferta para expandir a capacidade produtiva e verticalizar a cadeia de insumos estratégicos, além de investir em centros de coleta de plasma nos EUA.

A empresa quer realizar uma reserva de capital para possíveis aquisições, pagar o valor restante da aquisição da Pharma Limirio (atualmente Blau Farmacêutica Goiás) e realizar o pré-pagamento das debêntures de segunda, quarta e quinta emissões.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Desceu redondo

Na Ambev, a venda de cerveja garantiu o happy hour no primeiro trimestre

A Ambev reportou forte crescimento na receita líquida e no lucro no primeiro trimestre, impulsionada pelas vendas de cerveja no Brasil

cardápio dos balanços

Balanços de Copel, Braskem, Azul e outros mexem com o mercado nesta quinta; veja os destaques

Só no Ibovespa, foram ao menos cinco companhias que revelaram os resultados do primeiro trimestre entre esta quarta e quinta; desempenho mexe com os papéis das companhias

Exile on Wall Street

Investir de maneira inteligente ajuda (mas não garante) retorno

Quero voltar aqui rapidamente ao Day One de terça, quando o Felipe citou o Soros em sua melhor forma, o arquétipo do investidor autocrítico: “Toda posição tem uma ou mais vulnerabilidades.” “Se você acha sua exposição perfeita, cuidado; você apenas não entendeu direito.”  “Sempre existe algo escondido ali, alguma armadilha não percebida a priori. Suas chances de […]

Dentro do balanço

Mercado Livre adere ao bitcoin e coloca R$ 40 milhões da criptomoeda em caixa

O documento foi publicado na página da SEC, a CVM americana, porque a empresa de entregas é listada na Nasdaq

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies