Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-12T18:31:09-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
mercados hoje

Ibovespa recua 2% e dólar encosta em R$ 5,30 com pressão da inflação americana

Com inflação em disparada, os investidores voltam os olhos mais uma vez para a postura dos Bancos Centrais daqui pra frente

12 de maio de 2021
10:29 - atualizado às 18:31
Ibovespa mercados queda
Imagem: Shutterstock

Hoje o mercado financeiro está monotemático. Só se fala em inflação. 

Nos Estados Unidos, os dados do CPI (índice de preços ao consumidor, na sigla em inglês), medem a inflação do país e os números divulgados agora pela manhã mostram que o temor inflacionário é real, azedando ainda mais o clima que já não andava muito bom.

Com os juros dos títulos do Tesouro americano disparando, as bolsas americanas estendem as perdas de ontem e atingiram as máximas na última hora.

Após subir quase 1% na terça-feira, apoiado no desempenho das commodities, o Ibovespa opera pressionado, em queda de 2,30%, aos 120.141 pontos, por volta das 16h. Enquanto a bolsa acentua a queda, o dólar à vista também acelerou a alta na última hora, subindo 1,18%  R$ 5,2840. Na máxima do dia, a moeda americana encostou nos R$ 5,29.

A cautela que predomina no mercado se estende para os juros futuros, que operam em alta. Confira as taxas do dia:

  • Janeiro/2022: de 4,78% para 4,9%
  • Janeiro/2023: de 6,50% para 6,74%
  • Janeiro/2025: de 8,07% para 8,27%
  • Janeiro/2027: de 8,66% para 8,87%

Com os dois olhos bem abertos

Que os investidores temem que a rápida vacinação e trilhões de estímulos fiscais e monetários se transforme exerça uma pressão para o fim dos juros nas mínimas históricas pode não ser uma novidade. Acontece que nesta manhã o temor ganhou um impulso extra em forma de números que mostraram que o dragão da inflação está longe de estar adormecido. 

O CPI avançou 0,8% no mês, enquanto o núcleo subiu 0,9%, na base mensal. As projeções apontavam para alta de avanço de 0,2% do índice cheio e ganhos de 0,3% para o núcleo, em relação ao mês anterior. 

A inflação é um indicador importantíssimo para a definição da política monetária de um país. Com os estímulos fiscais e monetários empregados para contornar a crise do coronavírus, o mundo vive um aquecimento nos preços. 

No Brasil, o avanço fez o Banco Central retomar a alta da taxa básica de juros - medida adotada em outros países emergentes também. O temor do mercado é que os BCs do hemisfério norte sigam o mesmo caminho. 

Por isso, todos estão atentos à postura do Federal Reserve (BC americano) com relação à  compra de ativos e estímulos monetários. 

O Federal Reserve mantém sua política acomodatícia e seus dirigentes tentam acalmar os mercados afirmando que uma inflação acima da meta de 2% ao ano será tolerada por um período e que o mercado de trabalho - e a economia em si - ainda estão longe de uma recuperação plena. 

Às vezes o discurso cola, às vezes não. O cenário hoje favorece o segundo caso. Ontem, os Treasuries, os títulos do Tesouro americano, avançaram em meio às preocupações com os dados da economia dos Estados Unidos e hoje sobem ainda mais. 

Neste cenário, os investidores migram de ativos de maior risco, como bolsa, para os de menores riscos, como os Treasuries. Segundo a equipe da Ajax Capital, esse cenário pode levar o Congresso americano, principalmente a oposição republicana, a barrar os estímulos propostos pelo presidente Joe Biden. 

Brasília em foco

Aqui no Brasil, a CPI da Covid, que deve contar com um depoimento do ex-secretário de governo Fabio Wajngarten. O ex secretário já deu entrevistas criticando a falta de postura do governo federal quanto à condução da pandemia e compra de vacinas.

De acordo com especialistas, o Planalto vê com apreensão o depoimento de Wajngarten na CPI. Em entrevista à revista Veja, Wajngarten havia declarado que o ministro Pazuello seria incompetente para o cargo.

Sobe e desce

Com o cenário amplamente negativo, poucas ações sobem nesta manhã. O que dita o ritmo são os últimos resultados corporativos divulgados entre a noite de ontem e hoje. O principal destaque são os papéis da BR Distribuidora, que disparam cerca de 8%. Confira as maiores altas:

BRDT3BR Distribuidora ONR$ 25,195,31%
ABEV3Ambev ONR$ 17,071,19%
SUZB3Suzano ONR$ 68,910,86%
IRBR3IRB ON R$ 6,310,96%
BTOW3B2W ONR$ 59,160,10%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
BIDI11Banco Inter unitR$ 187,35-7,90%
MRFG3Marfrig ONR$ 19,20-7,34%
RENT3Localiza ONR$ 58,61-6,73%
LCAM3Locamérica ONR$ 24,22-5,80%
IGTA3Iguatemi ONR$ 41,06-5,80%
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

BLINK!

Vender Nubank (NUB33)? O que esperar do IPO da Creditas? Eleições 2022? Bitcoin (BTC) ou Microcoins? Saiba sobre esses assuntos e muito mais no BLINK!

Felipe Miranda, estrategista-chefe e CIO da Empiricus, responde às perguntas dos seus seguidores, acompanhe

EXILE ON WALL STREET

O peru de natal e o complexo de vira-latas: confira os alertas e oportunidades para voltar a investir na bolsa brasileira

Com o estouro da bolha tech nos EUA, as ações brasileiras, agora no campo positivo, voltam a ganhar a atenção dos investidores. Veja as portas que se abrem com este cenário

PÍLULA DO MERCADO

Enquanto o bitcoin (BTC) derrete mais de 40% em 2 meses, preço do petróleo bate recordes e pode subir ainda mais; veja 3 investimentos para buscar lucros com a alta

O ano novo não tem sido bom para o bitcoin e para o mercado das criptomoedas no geral, já o petróleo está explodindo e pode subir ainda mais; entenda a ligação entre esses movimentos

Mercados Hoje

Ibovespa cai em linha com NY, com aumento das tensões entre Rússia e Ucrânia e de olho na próxima reunião do Fed; dólar avança

Dia é bastante negativo em Wall Street e especialmente na Europa. Juros futuros voltam a subir, pressionados também pelo fiscal

ENTREGAS DO FUTURO

Não é coisa de filme: iFood poderá fazer delivery de alimentos e produtos por drones em todo o Brasil

A empresa será a primeira da América Lativa a realizar entregas através de drones não tripulados por todo o território nacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies