Menu
2020-06-30T13:31:24-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
coronavírus

Não sabemos o que acontece exatamente quando você fecha a sociedade, diz Warren Buffett

Em encontro anual da Berkshire Hathaway, mega-investidor reconheceu que os efeitos da pandemia ainda são incertos, mas disse acreditar na capacidade dos EUA

2 de maio de 2020
19:05 - atualizado às 13:31
buffett
Imagem: Reprodução Yahoo!

O bilionário Warren Buffett reconheceu que os efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre a economia ainda são incertos. O lendário investidor promove neste sábado o encontro anual da Berkshire Hathaway, companhia administrada pelo norte-americano, com transmissão ao vivo - e sem plateia.

"Não sabemos o que exatamente acontece quando você fecha uma parte substancial da sociedade", disse o executivo conhecido como 'Oráculo de Omaha' e com uma fortuna avaliada em US$ 72 bilhões, segundo a Forbes.

Buffett disse acreditar na capacidade dos EUA de superar crises. O bilionário lembrou que, em 2008, a economia saiu dos trilhos. "Desta vez, apenas tiramos o trem dos trilhos e o colocamos de lado", afirmou o bilionário. "Eu realmente não conheço nenhum paralelo”.

“Mesmo diante disso, gostaria de conversar com você sobre o futuro econômico do país, sobre como permaneço convencido - como durante a Segunda Guerra Mundial, a crise dos mísseis cubanos, e o 11 de setembro - de que nada pode parar os EUA”, disse Buffett.

Segundo o bilionário, para cada dólar investido na década de 1950, o mercado de ações produziu US$ 100. "Você não precisou ler o Wall Street Journal ou analisar o preço de suas ações", disse. "Tudo que você precisou fazer foi acreditar nos EUA".

Buffett se referiu ao período de 1929, quando teve início a pior recessão do sistema capitalista, como uma época em que muitas pessoas "perderam a fé".

Vendas e aquisições

O lendário investidor disse que não fez uma grande aquisição nos últimos quatro anos porque não encontrou nada atrativo. "Estamos dispostos a fazer algo muito grande. Você poderia me procurar na segunda-feira com negócio que envolvesse US$ 30 bilhões e, se nós gostássemos, nós compraríamos", disse.

A Berkshire Hathaway divulgou balanço trimestral neste sábado e revelou uma posição de caixa de cerca de US$ 137,3 bilhões — um aumento de cerca de US$ 10 bilhões em relação ao fim de 2019. No período, a empresa vendeu todas as ações das grandes companhias aéreas nos Estados Unidos.

O conglomerado reportou ainda um prejuízo de US$ 49,7 bilhões entre janeiro e março de 2020. No mesmo período do ano anterior, a companhia havia informado um lucro de US$ 21,6 bilhões. O resultado equivale a uma perda de US$ 30,6 mil por ação classe A (BRK-A) e de US$ 20,44 por papel classe B (BRK-B).

O valor da carteira de ações da Berkshire Hathaway, que era de mais de US$ 248 bilhões ao fim de 2019, agora é avaliado em cerca de US$ 181 bilhões — uma baixa de 27% nos primeiros três meses deste ano.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

alívio na pandemia

Bolsonaro fala em pagar mais quatro parcelas de R$ 250 em nova rodada do auxílio

Presidente voltou a destacar endividamento do País e diz que auxílio é “para ver se a economia pega de vez”

NÚMEROS DA PANDEMIA

Confirmadas mais 1.541 mortes por covid-19 em 24 horas

No período, número de novos casos de infecção pela covid-19 atinge 65.998, de acordo com dados do Ministério da Saúde

Sextou com o Ruy

Certeza é para idiotas. Como ganhar na bolsa mesmo sem saber para que lado a ação vai andar

Nesta semana eu consegui realizar um lucro de 1.250% com uma opção de Petrobras, e nem precisei adivinhar para onde a ação iria

IR 2021

Prazo para envio de informe de rendimentos termina nesta sexta; saiba o que fazer caso não receba algum deles

Saiba que informes de rendimentos você deve esperar receber até o fim do dia de hoje; documento é essencial para preencher declaração de imposto de renda e comprovar informações junto à Receita Federal

Pegue o passaporte

Como usar os ETFs para escapar do risco Brasil e investir nas bolsas globais sem sair da B3

Qualquer investidor com uma conta em corretora pode ter acesso hoje mesmo a uma cesta de ativos que representa as ações das maiores empresas do mundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies