Menu
2020-02-28T17:10:24-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
REAL DESVALORIZADO

Real está no topo da lista das moedas de emergentes com maior queda desde janeiro

Segundo o levantamento, o real está atrás até mesmo de moedas como o Rand Sul-africano (ZAR) e o peso colombiano (COP). Mas o movimento de depreciação de moedas emergentes em relação ao dólar não é único no Brasil

28 de fevereiro de 2020
17:10
Gráfico indicando queda
Gráfico indicando queda - Imagem: Shutterstock

A valorização do dólar frente ao real nos últimos dias vem assustando bastante os investidores brasileiros e quem estava com as passagens marcadas para destinos internacionais. Mas a preocupação não é à toa.

Em evento voltado para jornalistas na manhã desta sexta-feira (28), os analistas da XP mostraram que a moeda brasileira está no topo das maiores desvalorizações de moeda entre os emergentes, com queda de 9,53%, desde o começo do ano até ontem (27).

Segundo o levantamento, o real está atrás até mesmo de moedas como o Rand Sul-africano (ZAR) e o peso colombiano (COP). Mas o movimento não é único por aqui.

"Todas as moedas de emergentes estão enfraquecendo bastante na comparação com o dólar. Mas o real é a moeda com maior desvalorização durante o período", destacou Marcos Ross, economista sênior da plataforma de investimentos.

Para Ross, um dos grandes motivos para o descompasso é o diferencial de crescimento do Brasil ante as demais nações nos últimos três anos que se deteriorou (ficou abaixo de 3% ao ano) e que ainda está muito baixo.

Isso sem contar outros três fatores, como a desaceleração da agenda reformista, diminuição do diferencial de juros e a possibilidade de mais um corte da Selic, o que tenderia a prejudicar ainda mais o real frente ao dólar, segundo o especialista.

"Se tudo tivesse se mantido constante, o real deveria estar rodando em torno de R$ 4,15. Essa diferença a mais de centavos está ligada ao aspecto externo. No longo prazo, os fatores estruturais deveriam fazer com que ", destaca o analista.

PIB deve ser revisado

Além de tocar no tema do câmbio, os especialistas da corretora comentaram os impactos que o agravamento do cenário externo com o coronavírus podem ter no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

Segundo Ross, a desaceleração não é intensa em todo o mundo e sim mais focada no país chinês. O problema é que a China é o nosso maior parceiro comercial e isso pode impactar bastante o Brasil.

"Há um dente na taxa de crescimento do PIB chinês. Antes, tínhamos uma taxa linear em torno de 6%. Agora, ela deve ficar próxima de 4,5% [...] E essa desaceleração virá mais pelo lado do consumo e do impacto nas cadeias globais", aponta o analista.

E a situação mais difícil na China e no exterior deve gerar revisões nas projeções do PIB do Brasil. Apesar de ainda não ter refeito as contas, o estrategista-chefe da XP, Fernando Ferreira, falou que ele deve sofrer alterações por conta do risco existente.

"Hoje, por exemplo, 74% das compras de intermediários da China vêm de dois setores: soja e mineração. Somados, os dois equivalem a cerca de 7% do PIB. É uma parte pequena do indicador, mas é preciso ter isso em consideração", destacou o estrategista-chefe.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

escolha da CEO

Criptomeme bilionário, $moda$ de Hering e Arezzo, aposta contra o BC… veja o que bombou na semana no Seu Dinheiro

Você apostaria contra o Banco Central do Brasil?  Não falo de apostas mequetrefes com a turma do escritório, do tipo “quem perder paga uma rodada”.  Estou falando de colocar o seu patrimônio em investimentos que podem dar retornos altos se o BC estiver errado. Pois é justamente o que defende Rogério Xavier, da SPX Capital, um […]

empresa de porto alegre

Startup Zenvia entra com pedido de IPO na Nasdaq

Empresa quer levantar até US$ 100 milhões; oferta terá seus recursos destinados para pagar o montante utilizado na aquisição da startup D1, entre outros

LDO

LDO de 2022 prevê ‘vacinas’ contra manobras do Orçamento

Proposta exclui a possibilidade de indicação das emendas de relator e proíbe o Congresso de subestimar despesas obrigatórias sem aval do Executivo

negociações no varejo

Negociação de venda da Hering à Arezzo envolve questões de negócio e familiares

Alta cúpula da Arezzo passou os últimos dias em reuniões e deverá formar um grupo de trabalho para tratar sobre a proposta para a Hering, afirmou uma fonte

fique de olho

Itaú anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Serão R$ 0,05648 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte; pagamento é uma antecipação aos aos dividendos e JPC do resultado de 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies