Menu
2020-11-10T11:50:19-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Agora vai?

Fundo Verde, de Luis Stuhlberger, vê mais espaço para alta dos mercados

A vitória de Joe Biden nas eleições nos Estados Unidos, um dos fatores de incerteza que pesavam sobre os mercados, reduz a volatilidade inerente do estilo Trump de governar, segundo a gestora

10 de novembro de 2020
11:49 - atualizado às 11:50
Luis Stuhlberger fundo verde
Luis Stuhlberger, gestor do fundo Verde - Imagem: Leo Martins

Depois do rali dos primeiros dias de novembro puxado pela eleição nos Estados Unidos e os avanços na vacina contra coronavírus, o mercado tem espaço para mais. A análise é da Verde Asset, a gestora de Luis Stuhlberger.

Em sua carta mensal aos investidores, a Verde avalia que a eleição americana parece ter se resolvido da maneira mais favorável para o preço dos ativos.

Leia também:

A vitória de Joe Biden para a presidência, um dos fatores de incerteza que pesavam sobre os mercados, reduz a volatilidade inerente do estilo Trump de governar, segundo a gestora.

Ao mesmo tempo, a manutenção do controle do Senado pelos republicanos reduz os temores de uma agenda governamental muito à esquerda, especialmente envolvendo aumentos de impostos.

O lendário fundo Verde vem tendo um ano difícil em 2020, com uma queda acumulada de 1,96%, contra um CDI (indicador de referência) de 2,45%. Em outubro, o retorno foi negativo em 0,49%, graças à queda das posições em ações da carteira.

Além da eleição americana, no mês passado os mercados voltaram a ser afetados pela incerteza na condução da política fiscal no Brasil e o forte aumento de casos de coronavírus no exterior.

Sobre o risco fiscal, a Verde não vê novidades surgindo no curto prazo. “Os ativos brasileiros continuam a incorporar um prêmio de risco relevante relacionado a isso, o que não deve mudar tão cedo”, escreveu a equipe da gestora.

Quanto à segunda onda de casos de covid-19, a Verde destacou que já há sinais de desaceleração após implementação de medidas um pouco mais restritivas em vários países. “E mais ainda, estamos próximos da vacina — acabam de ser divulgados os resultados preliminares da candidata da Pfizer/BioNTech, mostrando uma eficácia de 90%, um resultado acima das expectativas otimistas dos analistas.”

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

agora vai?

Caixa Seguridade retomada análise sobre oferta de ações

Além de uma oferta de ações, a empresa pretende aderir ao Novo Mercado, segmento de mais alto padrão de governança corporativa da B3; processo havia sido interrompido no ano passado

balanço do ano

Tesouro Direto encerra 2020 com quase 1,5 milhão de investidores ativos

No último mês de dezembro, a STN registrou 67.839 novos investidores ativos. Ao todo, o Tesouro Direto possui 9,2 milhões de investidores cadastrados

balanço

Apple tem lucro de US$ 28,76 bilhões e recorde de receita no 1º trimestre fiscal

Segundo o gerente financeiro da Apple, o desempenho foi puxado por um crescimento de dois dígitos em todas as categorias de produtos da empresa

seu dinheiro na sua noite

Quando as sardinhas engolem os tubarões

Como bem disse o economista John Maynard Keynes, “os mercados podem se manter irracionais por mais tempo do que você é capaz de se manter solvente”. Isso é especialmente verdade para quem resolve apostar na queda de um ativo e o vende a descoberto. E, nos últimos dias, alguns fundos de hedge americanos sentiram isso […]

MERCADOS HOJE

Ibovespa até tenta, mas discurso de Powell deixa a bolsa no vermelho; dólar vai a R$ 5,40

Cautela com recuperação econômica em escala global levou o Ibovespa a fechar em baixa e dólar acumular uma alata de 1,5%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies