Menu
2020-01-23T17:08:12-03:00
Mudando o rumo

Ibovespa vira para alta e chega aos 119 mil pontos, puxado pelas ações dos bancos; dólar cai a R$ 4,16

Após uma abertura em baixa por causa das tensões no exterior, o Ibovespa ganhou força, passou a subir e já busca novos recordes, impulsionado pelo bom desempenho dos papéis do setor bancário

23 de janeiro de 2020
10:37 - atualizado às 17:08
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A sessão do Ibovespa nesta quinta-feira (23) pode ser divida em duas etapas. Na primeira, o clima era de enorme cautela, em meio à tensão do mercado quanto aos riscos de disseminação do coronavírus. Na segunda, o cenário é o oposto: o otimismo com o setor bancário dá forças ao índice.

  • Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes): não depender de um salário no fim do mês é o seu grito de liberdade. Aqui está o seu plano para dar adeus ao seu chefe

Os números deixam clara toda a volatilidade: durante a manhã, o Ibovespa chegou a cair 1,25%, tocando os 116.905,95 pontos, mas, por volta de 17h05, já subia 0,79%, aos 119.328,81 pontos, buscando novas máximas intradiárias.

A virada se deve aos ganhos generalizados dos papéis dos bancos — um setor que possui enorme peso na composição do Ibovespa, mas que vinha apresentando um desempenho bastante ruim em 2020.

Segundo um operador, essa puxada não se deve a alguma notícia relacionada a essas empresas, mas sim a uma correção após as baixas — e esse movimento estaria sendo impulsionado pelos investidores estrangeiros, que viram "pechinchas" nas ações do segmento.

O operador pondera que, apesar das quedas recentes, as ações dos bancos são vistas como "portos seguros" pelos estrangeiros, dada a solidez das empresas e a alta liquidez dos papéis. Assim, num momento de tensão, os investidores estão correndo para as opções menos arriscadas.

No momento, Itaú Unibanco PN (ITUB4) subia 2,76%, Bradesco ON (BBDC3) avançava 2,61%, Bradesco PN (BBDC4) tinha alta de 2,91%, Banco do Brasil ON (BBAS3) subia 4,64% e as units do Santander Brasil (SANB11) exibem ganhos de 1,64%.

Mas, mesmo com os ganhos de hoje, as ações do setor seguem acumulando perdas expressivas em 2020 — as baixas vão de 3% (Bradesco ON) a 6,3% (Santander Brasil units).

Risco de contaminação

O noticiário referente ao coronavírus eleva a tensão dos investidores. Até o momento, o governo chinês já confirmou de 17 mortes e mais de 500 casos da doença no país. Três cidades da China foram isoladas para tentar conter o vírus, incluindo as metrópoles Wuhan (11 milhões de habitantes) e Huanggang (7,5 milhões).

A apreensão é ainda maior porque, a partir de amanhã, será comemorado o feriado de Ano Novo Lunar na China, colocando o país em recesso por uma semana — é um período em que muitos chineses costumam viajar, tanto para outras cidades chinesas quanto para o exterior.

Como resultado, o Dow Jones (-0,04%), o S&P 500 (+0,09%) e o Nasdaq (+0,20%) ficam perto do zero a zero — as bolsas da Europa e da Ásia tiveram baixas expressivas hoje.

O mercado de commodities também é fortemente afetado pela cautela. Na China, o minério de ferro negociado no porto de Qingdao — cotação que serve como referência para os investidores — fechou em queda de 3,35%; o petróleo Brent cai 1,99% e o WTI recua 2,15%.

Inflação em foco

Além das preocupações globais, os agentes financeiros domésticos ainda têm outro fator para analisar: a alta de 0,71% do IPCA-15 em janeiro. O dado ficou em linha com a expectativa dos analistas, mas indica que a inflação continua pressionada — o que diminui as apostas num novo corte na Selic.

O indicador mexe especialmente com os mercados de câmbio e juros. A perspectiva de manutenção da Selic em 4,5% ao ano, sem novos ajustes negativos, fez os DIs fecharem em alta, ajustando-se a esse cenário. Veja abaixo como ficaram as curvas mais líquidas:

  • Janeiro/2021: de 4,34% para 4,36%;
  • Janeiro/2023: de 5,54% para 5,57%;
  • Janeiro/2025: de 6,30% para 6,32%;
  • Janeiro/2027: de 6,70% para 6,71%

A leitura de que a Selic não será mais cortada acabou tirando pressão do dólar à vista — uma nova redução na taxa básica aumentaria o diferencial de juros em relação ao exterior, diminuindo a atratividade do real.

Assim, o dólar à vista terminou em baixa de 0,21%, a R$ 4,1664, destoando do exterior — lá fora, a moeda americana exibiu um viés de alta na comparação com as demais divisas de países emergentes.

Ricardo Gomes da Silva, operador de câmbio da corretora Correparti, ainda destaca que o alto volume de IPOs e emissões que foram anunciados nos últimos dias também ajuda a atrair dólares para o país, reduzindo a cotação da moeda americana.

Top 5

Veja abaixo as cinco ações de melhor desempenho do Ibovespa nesta quinta-feira:

  • Braskem PNA (BRKM5): +6,13%
  • Banco do Brasil ON (BBAS3): +4,68%
  • Gol PN (GOLL4): +4,49%
  • Localiza ON (RENT3): +3,81%
  • Bradesco PN (BBDC4): +2,97%

Confira também as maiores baixas do índice no momento:

  • NotreDame Intemédica ON (GNDI3): -3,03%
  • Cia Hering ON (HGTX3): -2,34%
  • BRF ON (BRFS3): -2,13%
  • MRV ON (MRVE3): -1,79%
  • Ambev ON (ABEV3): -1,73%
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

inflação de alimentos

Após ouvir cobrança, Bolsonaro reforça que preço do arroz não será tabelado

Ministra da Agricultura avisou que atual patamar de preços só deve baixar mesmo a partir de 15 de janeiro, quando entrar a safra brasileira.

ranking da forbes

Varejo invade lista de mais ricos do Brasil; saiba mais sobre os bilionários

Luiza Trajano, Ilson Mateus e Luciano Hang chegam entre os 10 mais ricos do país, em um ano marcado por mudanças no setor varejista, alta das ações e IPOs

Seu Mentor de Investimentos

Como proteger seus investimentos diante do risco de sanções comerciais por causa das queimadas

País tornou-se um pária no mundo por conta do que acontece no Pantanal e na Amazônia, diz colunista Ivan Sant’Anna; ele aponta uma série de tipos de ativos que podem estar imunes a uma eventual protesto da comunidade internacional

caso de fevereiro

Guedes ‘excedeu barbaramente’ limites ao comparar servidor a parasita, diz juíza

Cláudia da Costa Tourinho Scarpa, da 4ª Vara Federal Cível da Bahia, afirmou que o ministro da Economia ‘insultou’ os servidores públicos

em recuperação judicial

Justiça dos EUA libera empréstimo de US$ 2,4 bi da Latam

Nova proposta retirou cláusula questionada por minoritários

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements