Menu
2020-01-23T09:27:24-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Prévia da inflação

IPCA-15 tem alta de 0,71% em janeiro, segundo IBGE

Maior impacto no índice ficou na conta do grupo Alimentação e Bebidas, que desacelerou, mas ainda subiu 1,83%. Logo em seguida ficou o grupo de Transportes, com alta de 0,92%

23 de janeiro de 2020
9:13 - atualizado às 9:27
inflação consumo
Imagem: Shutterstock

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação, teve uma alta de 0,71% em janeiro ante 1,05% registrado em dezembro. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado é o maior para o mês de janeiro desde 2016, quando o índice atingiu a marca de 0,92%. Em 12 meses, o índice acumula alta de 4,34%. O número é superior aos 3,91% dos 12 meses anteriores.

Segundo analistas consultados pela Broadcast, o índice veio em linha com a média das estimativas, que era de 0,70%.

O maior impacto no índice ficou na conta do grupo Alimentação e Bebidas, que desacelerou, mas ainda subiu 1,83%.As carnes foram o item que mais contribuiu para a composição do índice do setor, mesmo passando de uma alta de 17,71% em dezempro para 4,83% em janeiro.

Logo em seguida ficou o grupo de Transportes, com alta de 0,92%.

Já o grupo de Habitação teve impacto dentro os grupos que apresentaram queda. Em janeiro, a variação foi de -0,14%.

Todas as regiões pesquisadas pelo IBGE apresentaram alta de dezembro para janeiro, com o maior resultado sendo observado na região metropolitana de Belém, com avanço de 1,13%.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

mercado de ações

A B3 vai ter concorrência, mas não hoje: os riscos e oportunidades dos desafiantes ao monopólio da bolsa brasileira

Autorização para a empresa Mark2Market operar como central depositária de títulos volta a esquentar debate sobre atuação da B3, mas mercado vê quebra de monopólio improvável no curto prazo

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies