Menu
2020-02-25T16:10:03-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
E vai somando...

Bolsa encerra janeiro com 1,852 milhão de investidores

Número representa uma alta de 110,5% na comparação com o mesmo mês do ano passado

13 de fevereiro de 2020
19:55 - atualizado às 16:10
Tela mostra cotações de bolsa de valores e gráficos de mercado
Imagem: Shutterstock

Sempre cabe mais um! A bolsa encerrou janeiro de 2020 com um total de 1,852 milhão de investidores ativos. O número divulgado nesta quinta-feira (13) pela B3 representa uma alta de 9,6% na comparação com dezembro de 2019, quando 1,690 milhão mantinham investimentos em bolsa.

O dado apresentado é um claro reflexo do apetite crescente do mercado pela renda variável, que se tornou mais atraente aos olhos dos investidores em tempos de juros Selic nas mínimas históricas. Para você ter uma noção, quando comparamos o total de investidores em janeiro com o mesmo mês de 2019, a alta atinge nada menos do que 110,5%.

Volume financeiro em alta

A conta é simples: mais investidores no balcão, maior a quantidade de transações realizadas. A B3 também informou que o volume financeiro diário no mercado de ações fechou janeiro em R$ 23,303 bilhões, alta de 38,3% ante janeiro de 2019. Na comparação com dezembro, a alta foi de 1,7%.

Já o valor de mercado das empresas listadas subiu 28% na comparação anual, atingindo a marca de R$ 4,854 trilhões. Em relação a dezembro, houve alta de 5,4%.

Ainda de acordo com os dados da B3, as novas emissões de renda fixa somaram R$ 900,7 bilhões, um avanço de 9,1% ano a ano. Na comparação com dezembro, entretanto, houve queda de 9,3% em um mês. Já no mercado de derivativos, as novas emissões subiram 1,5% em um ano e atingiram a marca de R$ 943,1 bilhões.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Balanço do mês

Bitcoin e dólar são os melhores investimentos de outubro; ativos de risco ficaram para trás de novo

Por pouco o Ibovespa não ficou entre os melhores investimentos do mês, mas segunda onda de coronavírus na Europa derrubou as bolsas; risco fiscal, eleições americanas e indefinição quanto a estímulos fiscais nos EUA também pesaram

seu dinheiro na sua noite

O saci à solta nos mercados

Não sei dizer exatamente quando nem quem tomou a iniciativa de importar dos países anglófonos a celebração do Halloween, o Dia das Bruxas. O fato é que desde que as crianças brasileiras começaram a sair fantasiadas pedindo doces no último dia de outubro houve uma série de tentativas de “tropicalizar” o evento. Embora não seja […]

Disparou

Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB

Endividamento cresceu 20,2 pontos por causa de pandemia.

fechando a conta

Mais um tombo aí? Ibovespa cai 3% e termina outubro no vermelho, com avanço da covid-19

Índice tem novas perdas fortes em semana difícil e fecha mês em queda de 0,7%. Desempenho reflete mau humor de Nova York com coronavírus e a sangria das ‘big techs’, antes das eleições dos Estados Unidos, fator de incerteza adicional. Após intervenção do Banco Central e com a formação da Ptax, dólar tem queda

pandemia

Governo vai comprar vacina desenvolvida na China, diz Mourão

Vice-presidente disse que polêmica em torno da vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan é “briga política” com Doria

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies