Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2019-08-02T11:29:06-03:00
TUDO QUE VAI MEXER COM SEU DINHEIRO HOJE

Paulo Guedes marcou seis vezes

2 de agosto de 2019
11:29
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Vinícius Pinheiro saiu de férias hoje, mas deixou para os leitores do Seu Dinheiro um babado sobre o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ainda é cedo para falar se ele vai emplacar sua agenda liberal no país e conseguir dar uma guinada na economia, mas quem colocou dinheiro nas mãos do seu fundo não tem do que reclamar.

A gestora criada por Guedes, a Crescera, conseguiu multiplicar por seis um investimento feito na Afya, uma empresa de educação que abriu recentemente o capital na Nasdaq. Ela simplesmente transformou um aporte de R$ 600 milhões feito em 2015 em uma participação hoje avaliada em cerca de R$ 3,6 bilhões. Nada mal, não?

Paulo Guedes deixou a gestora em dezembro, quando aceitou o convite de Jair Bolsonaro para chefiar a pasta da Economia.

Antes que você procure o fundo da Crescera nas plataformas de investimento, um aviso: essas aplicações são restritas aos chamados “investidores profissionais”, que são pessoas que têm mais de R$ 10 milhões para investir. Quer saber mais sobre a grande tacada do fundo de Guedes? Os detalhes estão nesta reportagem.

A Bula do Mercado: dia de payroll, mas foco na guerra comercial

A semana chega ao fim com a divulgação dos dados de emprego nos Estados Unidos (payroll) - o país registrou a criação de 164 mil postos de trabalho em julho. Mas o foco dos investidores está novamente na guerra comercial entre Estados Unidos e China, após o presidente americano Donald Trump anunciar novas tarifas sobre produtos chineses.

Na sessão desta sexta-feira, as principais bolsas asiáticas afundaram: Hong Kong teve perda de 2,5%, Tóquio registrou baixa de 2,1% e Xangai caiu 1,4%. Já o petróleo se recuperou durante a madrugada, enquanto o dólar perde força. Na Europa, as bolsas abriram com fortes perdas e, em Nova York, os índices futuros amanheceram no vermelho.

O desempenho negativo lá fora pode contaminar a sessão local. Ontem, o Ibovespa, que subiu 2,20% na máxima, fechou a sessão em alta de apenas 0,31%, aos 102.125,94 pontos. O dólar à vista teve alta de 0,71%, a R$ 3,8472. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Petrobras: o peso da transportadora

No pregão de hoje, o mercado também vai digerir o resultado da Petrobras no segundo trimestre. No primeiro balanço que inclui os impactos da privatização da Transportadora Associada de Gás (TAG), a estatal reportou um lucro líquido de R$ 18,9 bilhões. Desconsiderando a venda das ações da transportadora, o lucro cai para R$ 5,157 bilhões (abaixo da projeção de analistas, de R$ 8,5 bilhões). Junto com a balanço, a petroleira anunciou o pagamento de dividendos aos acionistas, no valor de R$ 2,6 bilhões. Saiba mais.

Agora vai, Eletrobras?

Depois de muitas ida e vindas, a privatização da Eletrobras deu ontem um importante passo. Segundo a empresa, o processo deve ocorrer por meio de aumento de capital, com uma oferta de ações na bolsa. A empresa fará estudos de como estruturar a operação. Se concretizada a oferta, a participação do governo será diluída pela entrada de novos sócios. Saiba mais.

Sem briga

Jair Bolsonaro retirou duas indicações que o governo apresentou para o Cade e que precisavam ser analisadas pelo Senado. Segundo o Estadão de hoje, é uma iniciativa para evitar atritos com a Casa. Os senadores ainda precisam julgar projetos caros ao presidente, como a indicação de Eduardo Bolsonaro como embaixador do Brasil em Washington e a reforma da Previdência. Saiba mais. 

Olhe para o filme


Na hora de avaliar os seus investimentos, você precisa olhar para o “filme” e não para a “foto”. Como assim? Duas aplicações podem chegar ao fim do ano com rendimentos similares, mas trajetos totalmente diferentes. Alguns ativos caminham a passos retos e constantes, com poucos desvios de rotas. Já outros são mais suscetíveis a altos e baixos. No vídeo de hoje, a Julia Wiltgen explica a importância de avaliar a volatilidade dos ativos na hora de montar sua carteira. Clique aqui e dê o play.

Um grande abraço e ótima sexta-feira!

Agenda

Índices
- Zona do euro divulga dados do comércio em junho
- Estados Unidos publicam dados da balança comercial em junho e dados de emprego em julho

Balanços 2º trimestre
- No Brasil: Porto Seguro
- No exterior: Telecom Itália, Chevron e Exxon Mobil
- Teleconferências: Petrobras, Localiza e Cia Hering

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

atenção, acionista

Carrefour paga R$ 175 milhões em juros sobre capital próprio e altera valor de dividendos

Cifra equivale a R$ 0,088148225 por ação em circulação; também anunciou uma modificação do valor por ação dos dividendos aprovados em abril, de R$ 0,382372952 para R$ 0,382361396

maior apetite por risco

Empresas do Brasil captam US$ 4,6 bilhões; montante deve aumentar com ofertas de Stone e Light

Emissores brasileiros haviam paralisado planos de captar no exterior nos últimos meses, em meio à turbulência interna com a pandemia e o aumento do juro norte-americano

em meio ao aumento de consumo de frango

SuperFrango, de Goiás, retomará IPO de R$ 1 bilhão

Após resolver adiar a operação, a empresa fará uma apresentação mais cuidadosa de seu negócio aos analistas; oferta é estimada entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão

levantamento

Estatais descumprem critérios do marco do saneamento

GO Associados calculou que as companhias públicas do Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Alagoas, Maranhão, Amazonas, Pará, Piauí, Roraima, Rondônia e Amapá não atendem a todos os critérios da “etapa 1” do decreto – que prevê o cumprimento de índices mínimos dos indicadores econômicos-financeiros

questionamentos em brasília

Novo marco de saneamento é alvo de ofensiva no Supremo e no Congresso

No Supremo, mais de 20 empresas estatais que prestam hoje serviços no setor querem a volta da possibilidade de fechar os chamados “contratos de programa”, diretamente com as Prefeituras e sem licitação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies