🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-08-19T16:22:56-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
A CONTRAGOSTO

Indicados pelo governo — incluindo dois nomes barrados pela Petrobras (PETR4) — são aprovados para conselho de administração da estatal

Jônathas Castro e Ricardo Soriano foram rejeitados pelos órgãos de governança da companhia, mas eleitos hoje com os votos da União

19 de agosto de 2022
16:22
Placa Petrobras PETR4 dividendos
Imagem: Shutterstock

A União fez valer o controle acionário na Petrobras (PETR4) e elegeu seus indicados ao Conselho de Administração da companhia nesta sexta-feira (19), incluindo os dois nomes rejeitados pelos órgãos de governança da estatal. O movimento, porém, deve gerar ações na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e na Justiça.

O impasse entre o governo e os acionistas minoritários e funcionários está no fato de que a União, que detém a maior parte das ações da estatal, insistiu em manter a indicação de Jônathas Castro e Ricardo Soriano para o conselho de administração.

Os dois nomes foram rejeitados de maneira unânime pelo Comitê de Elegibilidade (Celeg) da companhia por conflito de interesses. Mas a negativa da estatal foi ignorada pelo Ministério de Minas e Energia e governo depositou hoje votos suficientes para eleger os indicados.

Castro e Soriano foram eleitos com votos de 5,412 bilhões de ações. Eram necessários votos relativos a 5.390.507.541 ações para se eleger um conselheiro desta vez.

A origem do problema

Segundo o Celeg, Castro — atual secretário executivo da Casa Civil — teria acesso a informações estratégicas da Petrobras.

No caso de Alencar, o comitê ressaltou que ele é o Procurador-Geral da Fazenda Nacional e não teria como desenvolver o cargo e o papel de conselheiro da Petrobras ao mesmo tempo.

Completam os assentos da União o presidente da companhia, Caio Paes de Andrade, os advogados Gileno Barreto e Edison Garcia, e a procuradora da Fazenda Nacional, Iêda Cagni.

Cagni obteve votos de 4,820 bilhões de ações, abaixo do mínimo necessário. Mas como os dois candidatos abaixo dela também eram indicações da União, a mesa dispensou uma segunda rodada.

Com isso, dois membros do antigo Conselho, Ruy Schneider e Marcio Weber, que acumulava a presidência do CA, não foram reconduzidos e encerram suas atividades na companhia.

Indicados dos acionistas minoritários da Petrobras (PETR4) também são eleitos

Além dos nomes apontados pela União, os indicados pelos acionistas minoritários Marcelo Gasparino e Juca Abdalla também foram eleitos para o Conselho de Administração da Petrobras (PETR4) hoje.

Segundo o presidente da Assembleia Geral Extraordinário (AGE) da estatal, Bernardo Costa e Silva, os votos à distância e dos acionistas de American Depositary Receipts (ADRs) foram suficientes para garantir a eleição dos dois indicados pelos minoritários.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Conteúdo Empiricus

Enquanto varejistas famosas como MGLU3 caem 30% no ano, ‘ação da Gisele Bündchen’ sobe 10% e pode valorizar mais 50%

28 de setembro de 2022 - 10:05

Varejista é a maior da América Latina dentro do seu segmento

UM GANCHO DE ESQUERDA

Com Bancos Centrais de olho no bitcoin (BTC), maior criptomoeda do mundo cai 6% antes de falas de Jerome Powell hoje; entenda

28 de setembro de 2022 - 9:53

Entenda por que você deveria acompanhar as falas de Jerome Powell, Christine Lagarde e outros presidentes de BCs do mundo

MERCADO EM 5 MINUTOS

Mercado em 5 Minutos: O terror sem fim das bolsas internacionais

28 de setembro de 2022 - 9:32

Bolsas globais caem para o patamar mais baixo em dois anos, refletindo as taxas de juros mais elevadas, que intensificaram os temores de uma recessão global

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa abre em leve queda e acompanha maior cautela do exterior; dólar fica instável

28 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam em tom negativo nesta quarta-feira (28). Os investidores seguem com maior cautela com a expectativa de recessão global no radar. Nos EUA, os discursos de dirigentes do Federal Reserve (Fed), dentre eles o do presidente Jerome Powell, devem continuar influenciando as bolsas americanas. Com a agenda esvaziada no […]

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O efeito do abraço de urso: a volta dos IPOs na B3, dividendos milionários, inverno cripto e outras notícias que mexem com seus investimentos

28 de setembro de 2022 - 8:17

A sucessão de baixas dos ativos de risco nos mercados financeiros levou os investidores a uma caça às pechinchas — e cada vez mais analistas consideram que é hora de ir às compras nas bolsas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies