Menu
2019-03-26T20:37:31-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
É hoje?

Paulo Guedes é aguardado na CAE do Senado

Depois de escapar da CCJ da Câmara ontem, nesta quarta-feira, agenda confirma conversa de ministro com senadores

27 de março de 2019
5:07 - atualizado às 20:37
Paulo Guedes e Davi Alcolumbre
O ministro da Economia, Paulo Guedes e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, no Fórum de Governadores. - Imagem: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O ministro da Econômica, Paulo Guedes, vai ter com os senadores da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) nesta quarta-feira, às 14 horas, segundo sua agenda oficial. Mas depois do episódio de ontem, a dúvida deve permanecer até a abertura da sessão.

Em pauta, o endividamento dos Estados e os repasses da Lei Kandir, bem como a apresentação das diretrizes e dos programas prioritários do Ministério da Economia, o que inclui a reforma da Previdência.

Na terça-feira, também estava na agenda oficial a participação do ministro na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Mas poucas horas antes da audiência, o ministrou cancelou sua participação e, em nota, sua assessoria afirmou que “a ida do ministro da Economia à CCJ será mais produtiva a partir da definição do relator”.

Se fosse à CCJ, Guedes certamente “apanharia” da oposição, como discutimos aqui. Ausente, foi alvo de críticas da oposição e da base. Mas no fim, os deputados acabaram costurando um acordo para que não fosse votado um requerimento de convocação, algo sempre desgastante para o governo, pois obriga o comparecimento.

No Senado, o clima é geralmente mais ameno, mas isso não deve impedir críticas a Guedes e aos projetos do governo.

Pelo acordo fechado na Câmara, Guedes vai à CCJ na quarta-feira da semana que vem e não pode condicionar seu comparecimento à existência ou não de relator para a proposta. O resultado foi positivo para o governo, mas soma mais uma semana na tramitação da reforma, que não anda enquanto o governo discute a nova e a velha política com os parlamentares.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Medida do BC

Moody’s: diminuição de compulsório para depósitos a prazo é positiva

Para a agência, os gigantes do mercado são os mais beneficiados, por deterem 72% de todos os depósitos a prazo no Brasil

CDS no radar

Risco-país do Brasil tem novo dia de alta e vai a 106 pontos

Desde o começo de fevereiro o CDS vinha sendo negociado abaixo dos 100 pontos

CRIPTOMOEDAS

Criptomoedas ainda mantém um papel limitado como forma de proteção, para analistas do JPMorgan

Apesar da baixa correlação com ativos tradicionais, os analistas disseram que elas não podem servir como hedge (proteção) por conta de restrições de liquidez e dificuldades transacionais de uso

Gastos no exterior

Compras com cartão no exterior serão cobradas conforme a taxa de câmbio do dia

Opção estará disponível a consumidores a partir de 1º de março e já estava autorizada pelo BC desde 2016; atualmente, valor a ser pago na fatura é definido dez dias antes do fechamento

Ministro minimiza

Bolsonaro ‘não seria maluco’ de atacar o Congresso, afirma Ramos

Ministro da Secretaria de Governo, o general Luiz Eduardo Ramos minimizou o envio, pelo presidente Jair Bolsonaro, de vídeo convocando para manifestações que criticam Congresso

Alerta para a mineradora

Navio carregado de minério de ferro da Vale corre risco de naufrágio no MA

Volume de carga transportado não foi divulgado pela mineradora

Crise política

Ministro do STF, Celso de Mello diz que “o presidente da República, embora possa muito, não pode tudo”

O decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, afirmou em nota que considera “gravíssima” a convocação de manifestações contra o Congresso Nacional e afirmou que caso revela a “face sombria de um presidente que desconhece o valor da ordem constitucional” e que não está “à altura do altíssimo cargo que exerce’. O decano […]

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Azul, Gol, Vale e Petrobras: os destaques (negativos) da bolsa nesta quarta-feira

As ações da Azul e da Gol despencam mais de 10% e têm os piores desempenhos do Ibovespa, em meio às incertezas quanto aos impactos do coronavírus ao setor aéreo e à disparada do dólar

Climão em Brasília

Bolsonaro deu mais um passo para frear agenda de reformas, diz cientista político

Presidente divulgou vídeo em que convoca manifestações contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements