O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-01-28T18:04:05-03:00
Estadão Conteúdo
QUEM DÁ MAIS?

Correios e Eletrobras estão na pista para privatização, diz Guedes

Ministro da Energia, Bento Albuquerque, afirmou no mês passado que privatização da Eletrobras ocorreria no segundo trimestre deste ano. No caso dos Correios, CAE se prepara para retomar debates.

28 de janeiro de 2022
17:29 - atualizado às 18:04
Paulo Guedes
Adeus Paulo Guedes e Reforma da Previdência: conheça uma maneira de gerar renda extra e acelerar a sua aposentadoria em até 5 vezes. - Imagem: GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

O ministro da Economia, Paulo Guedes, elencou nesta sexta-feira (28) as próximas estatais que devem ser privatizadas e na lista estão empresas como Correios e a Eletrobras.

"O Senado deve retomar a agenda e aprovar a privatização dos Correios", previu. "Os Correios e a Eletrobras estão na pista para a privatização", continuou.

No mês passado, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que a privatização da Eletrobras iria ocorrer no segundo trimestre de 2022. Na ocasião, ele minimizou o atraso da avaliação da capitalização da empresa pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

No caso dos Correios, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) se prepara para retomar os debates sobre privatização. Em novembro , a CAE adiou a deliberação do relatório do PL 591/2021, tendo em vista que o relator, senador Marcio Bittar (PSL-AC), apresentou complementação de voto ao projeto do Executivo.

Guedes também acredita que, na volta dos trabalhos, os senadores devam reavaliar a criação de programas sociais, como o BIP e o BIQ, ainda este ano. A matéria já foi aprovada pela Câmara dos Deputados.

GUIA PARA BUSCAR DINHEIRO: baixe agora o guia gratuito com 51 investimentos promissores para 2022 e ganhe de brinde acesso vitalício à comunidade de investidores Seu Dinheiro

Brasil na OCDE

Guedes comentou ainda sobre a abertura do processo de acesso do Brasil à Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), dizendo que a entidade reconhece que o País está no caminho certo.

"Certamente seremos o primeiro país a satisfazer os requisitos", disse Guedes.

Outros cinco candidatos também passam pelo processo: Argentina, Peru, Bulgária, Croácia e Romênia. "O ritmo de entrada na OCDE é de três anos, mas o Brasil vai correr mais rápido", projetou.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

BALANÇO

De mudança para os EUA, Inter (BIDI11) lucra R$ 27,5 milhões no primeiro trimestre; confira os destaques do banco digital

O Inter também ultrapassou a marca dos 18 milhões de clientes entre janeiro e março, alta de 82% na comparação com o mesmo período de 2021

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa contraria Nova York e sobe mais de 1%, de olho em fraqueza chinesa e futuro da Selic

O futuro da taxa de juros esteve em pauta no Ibovespa, em Wall Street e na China, onde a desaceleração da economia preocupa

Balanço

Nubank (NUBR33) registra prejuízo menor do que o esperado no 1T22, mas inadimplência dispara. Veja os destaques do balanço

Índice de inadimplência acima de 90 dias do Nubank aumentou 0,7 ponto percentual na passagem do 4T21 para o 1T22

Lucro líquido da Itaúsa (ITSA4) salta para R$ 3,7 bilhões no primeiro trimestre; veja quando a holding pagará dividendos

Segundo a empresa, esse é o melhor primeiro trimestre de sua história e reflete a solidez do portfólio, que inclui a participação no Itaú e na XP

Carreira

Alunos da USP têm prioridade no mercado de trabalho? Nem sempre os ‘selecionados’ da Fuvest vão ‘roubar’ seu emprego

A universidade faz tanta diferença na sua carreira? Nós respondemos essa pergunta sobre como a USP influencia sua empregabilidade

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies