Menu
2019-03-25T23:00:18+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
É hoje, às 14 hrs

Guedes na Câmara será teste de insatisfação com o governo

Ministro da Economia encara deputados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em evento que pode dar boa medida se o novo lema “tudo pela paz” vai funcionar

26 de março de 2019
5:14 - atualizado às 23:00
Rodrigo Maia e Paulo Guedes
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fará uma esperada participação em audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Guedes será o primeiro representante de primeiro escalão do governo a sentir de perto o calor e a receptividade dos deputados à reforma da Previdência.

A sessão está prevista para as 14 horas e essa será a primeira vez que Guedes deverá encontrar oposição à sua excelente retórica. Até então, o ministro vinha pregando para convertidos, falando em eventos de empresários, gente do mercado ou da academia. Ontem, ouviu queixa dos prefeitos, mas de forma civilizada e não contra sua pessoa, mas sim contra a articulação do governo.

Na comissão, os deputados também terão direito ao uso da palavra e como a sessão será concorrida e terá ampla cobertura midiática, podemos esperar momentos de exaltação e saudáveis bate-bocas entre líderes do governo e da oposição, que aliás nem tem dado trabalho para o governo. Se ninguém defender o ministro dos inevitáveis ataques, será um péssimo sinal.

A sessão também será um teste para o novato presidente da CCJ, deputado Felipe Francischini (PSL-PR), em comandar a comissão e colocar ordem no plenário quando necessário. Podemos dizer que o evento também é um teste para o próprio Guedes, que é visto por parte do antigos colegas como pouco paciente.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Pela ordem, sr. presidente!

Como Guedes não deve somar novidades a sua já conhecida e aguerrida defesa da reforma, será mais interessante observar a postura dos deputados presentes como uma tentativa de avaliar se a estratégia de “procurar a paz por meio da interlocução” com o Congresso tem chance de prosperar.

Depois de rusgas com o presidente da Casa, Rodrigo Maia, em torno do que seria a nova e a velha política em termos de negociação com o Congresso, Bolsonaro, por meio de seu porta-voz, parece ter feito um breve recuo ou gesto de boa vontade ao se dizer disposto a dialogar com Maia e com o restante do parlamento.

Dialogar é sempre bom, mas ainda não está claro como o presidente vai atender às demandas legítimas, descartar barganhas pouco republicanas e, como disse o líder do PSL, delegado Waldir, assumir a paternidade da reforma, com seus ônus e bônus.

Discutimos aqui que Bolsonaro não parece disposto a ceder ao que chama de velha política, que levou dois ex-presidentes à cadeia. Ontem, o próprio Guedes falou que “não pode ter toma lá, dá cá. Mas tem que tem conversa”, depois de falar que Bolsonaro não quer dançar de rosto colado, mas que ele terá de dançar.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Seu Dinheiro na sua noite

A vida depois da reforma da Previdência

Por 60 votos a 19, o Senado aprovou na noite de hoje o texto-base da reforma da Previdência em segundo turno. Confesso que em alguns momentos ao longo dessa longa jornada cheguei a duvidar desse resultado. De Lula a Bolsonaro, o projeto atravessou governos de todos os espectros ideológicos. A definição da idade mínima para […]

Tá quase acabando

Senado aprova reforma da Previdência por 60 votos a 19

Votado o texto principal, senadores avaliaram dois dos quatro destaques apresentados. Votação será retomada na quarta-feira

Menos de um mês de operação

Aérea ultra low cost Flybondi aumenta número de voos para Florianópolis e Rio

Adepta do modelo de negócios ultra low cost, a empresa realizou seu voo inaugural ao País, na rota Buenos Aires-Rio, em 11 de outubro

Água no chope

Doria diz que não apoiará Joice Hasselmann para a prefeitura de SP: “meu candidato é Bruno Covas”

Governador paulista se esquivou em relação às discussões sobre 2022. Para o tucano, “não é hora de debater eleição”

Último gás

Alcolumbre inicia ordem do dia no Senado que inclui votação da reforma da Previdência

Essa é a última etapa antes da promulgação da reforma, oito meses após a chegada do texto ao Congresso Nacional

Dinheiro na mão

CMO aprova projeto de lei que abre crédito para União pagar cessão onerosa à Petrobras

Projeto define em R$ 34,6 bilhões os valores relativos ao pagamento da Petrobras

E a crise continua

Ex-líder do PSL, delegado Waldir diz que Bolsonaro é covarde e se dobra a generais em reforma da Previdência dos militares

Praças estão revoltados com as mudanças porque há a previsão de um reajuste maior para as patentes mais altas

Mudanças no radar

Governo apresentará 3 propostas do pacto federativo no dia 29, diz líder do governo no Senado

A expectativa do senador Fernando Bezerra Coelho é que as três medidas sejam aprovadas no Senado ainda em 2019

De futebol a basquete

Os 10 maiores bilionários norte-americanos que possuem seu próprio clube esportivo

O dinheiro pode comprar muitas coisas, incluindo uma equipe inteira. Confira a lista dos mais ricos e aficionados por esportes

o esperado dia

Reforma da Previdência tem 99% de chance de ser aprovada como está, diz relator do projeto

Tasso Jereissati falou após aprovação por votação simbólica do projeto na CCJ do Senado; ele disse que espera texto em segundo turno na Casa ainda hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements