🔴 NOVA META: RENDA EXTRA DE ATÉ R$ 2 MIL POR DIA – SAIBA COMO

Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
dia 71

Não tem como fugir

Bolsonaro sempre soube que negociações envolvem verbas e cargos, a questão é até que ponto ceder

Eduardo Campos
Eduardo Campos
12 de março de 2019
18:00 - atualizado às 16:56

O presidente Jair Bolsonaro é político de carreira e sabe que não tem como fugir das emendas impositivas e nomeações para cargos políticos. Como disse o ex-senador e ex-líder de quatro governos, Romero Jucá, em entrevista à “Folha de S.Paulo”, o discurso eleitoral de rejeitar a articulação com partidos é um âncora puxando o governo para baixo. “Ou eles cortam a âncora ou não vai ver base partidária.”

O dilema, como discutimos aqui, é até onde ceder, ou cortar essa âncora, em nome da tal governabilidade e não decepcionar um eleitorado e um discurso contra a “velha política”. É disso que o presidente se ocupou ao longo do dia.

No “Twitter”, o presidente disse que a liberação de emendas “segue o rito constitucional”. Depois, voltou ao tema, após evento com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, afirmando que não veremos mais negociações parlamentares “no nível que existia no passado” e que nomeações terão se ser de “pessoas técnicas e competentes”. Ainda de acordo com Bolsonaro, a articulação não é importante para o governo, mas sim para o Brasil, pois se reforma da Previdência, o país “corre sério risco no tocante ao futuro”.

Leia aqui todo o Diário dos 100 Dias.

Compartilhe

DIA 100

Política interna e externa

10 de abril de 2019 - 17:53

Presidente comemora amanhã seus 100 dias e, enquanto isso, afaga deputados e se entende com países árabes

última página do diário

Os 100 dias de Bolsonaro: Foi bom para você?

10 de abril de 2019 - 5:16

Desempenho não foi frustrante e mostrou para o governo e para a população que a lógica da política é incontornável

dia 99

Encruzilhada pela frente

9 de abril de 2019 - 17:49

Bolsonaro defende Previdência em evento com prefeitos e chama Rodrigo Maia de irmão

DIA 98

Agradeço pelos serviços prestados

8 de abril de 2019 - 21:21

Presidente troca ministro da Educação e fala em dialogar com o Congresso pela aprovação da reforma da Previdência

dia 95

Não nasci para ser presidente

5 de abril de 2019 - 18:03

Presidente faz um desabafo, pede desculpas pelas caneladas, mas acerta as pernas de Paulo Guedes

DIA 94

Nada se falou sobre cargos

4 de abril de 2019 - 17:44

Bolsonaro recebe líderes partidário e enfatiza alto nível da conversa enquanto Guedes consegue fato inédito

DIA 93

Jogo pesado

3 de abril de 2019 - 17:59

Presidente promete maior atuação na reforma da Previdência

dia 92

Dia 92 de Bolsonaro: Polêmicas na Terra Santa

2 de abril de 2019 - 17:52

Afirmação que mais repercutiu foi sobre o nazismo ser de esquerda

dia 91

Sabedoria para bem decidir

1 de abril de 2019 - 17:33

Presidente tem que “bem decidir” como fazer a “nova política” e rápido

dia 88

O inimigo agora é outro

29 de março de 2019 - 17:56

Presidente e Rodrigo Maia parem ter selado um armistício

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar