🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
dia 70

Entre a nova e a velha política

Bolsonaro parece ceder para construir base de apoio, a questão é até que ponto

Eduardo Campos
Eduardo Campos
11 de março de 2019
18:00 - atualizado às 16:55

O fim de semana e a segunda-feira foram de repercussão do que parece ter sido uma mudança na estratégia de comunicação e de postura do presidente Jair Bolsonaro com relação à reforma da Previdência. No fim da semana passada, o presidente se manifestou em suas redes sociais e em live no “Facebook” sobre o tema. No sábado, recebeu o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), onde fez um importante movimento, liberando a negociação de cargos do segundo escalão. A contrapartida é que indicados tenham boa reputação.

Parece um pouco cedo para cravar alguma coisa, mas a decisão de aceitar nomeações pode colocar em evidência um choque ou ponderação do que seria a “velha política” de “toma lá, dá cá”, criticada pelo presidente, com a “nova política”, que teria aspirações partidárias e de alinhamento de programas.

Vencer ou mesmo desafiar o que Milton Friedman chama de “tirania do status quo” é algo particularmente difícil e me parece que o governo vai ter de ceder à “velha política” em nome da construção de uma base de apoio não só para a reforma da Previdência, mas por toda sua agenda. A questão, como sempre, é até que ponto ceder para não correr o risco voltarmos a ver um governo de cooptação e não de coalisão. A alternativa seria uma ruptura com o sistema político como conhecemos, tema que creio embalou a candidatura de Bolsonaro, mas sob o risco de uma paralisia da sua agenda de governo.

Leia aqui todo o Diário dos 100 Dias.

Compartilhe

DIA 100

Política interna e externa

10 de abril de 2019 - 17:53

Presidente comemora amanhã seus 100 dias e, enquanto isso, afaga deputados e se entende com países árabes

última página do diário

Os 100 dias de Bolsonaro: Foi bom para você?

10 de abril de 2019 - 5:16

Desempenho não foi frustrante e mostrou para o governo e para a população que a lógica da política é incontornável

dia 99

Encruzilhada pela frente

9 de abril de 2019 - 17:49

Bolsonaro defende Previdência em evento com prefeitos e chama Rodrigo Maia de irmão

DIA 98

Agradeço pelos serviços prestados

8 de abril de 2019 - 21:21

Presidente troca ministro da Educação e fala em dialogar com o Congresso pela aprovação da reforma da Previdência

dia 95

Não nasci para ser presidente

5 de abril de 2019 - 18:03

Presidente faz um desabafo, pede desculpas pelas caneladas, mas acerta as pernas de Paulo Guedes

DIA 94

Nada se falou sobre cargos

4 de abril de 2019 - 17:44

Bolsonaro recebe líderes partidário e enfatiza alto nível da conversa enquanto Guedes consegue fato inédito

DIA 93

Jogo pesado

3 de abril de 2019 - 17:59

Presidente promete maior atuação na reforma da Previdência

dia 92

Dia 92 de Bolsonaro: Polêmicas na Terra Santa

2 de abril de 2019 - 17:52

Afirmação que mais repercutiu foi sobre o nazismo ser de esquerda

dia 91

Sabedoria para bem decidir

1 de abril de 2019 - 17:33

Presidente tem que “bem decidir” como fazer a “nova política” e rápido

dia 88

O inimigo agora é outro

29 de março de 2019 - 17:56

Presidente e Rodrigo Maia parem ter selado um armistício

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar