Menu
Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
2019-05-02T16:07:53-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
dia 81

Me dê motivo, para ir embora…

Do Chile, presidente vê Rodrigo Maia deixar articulação pela reforma

22 de março de 2019
17:58 - atualizado às 16:07

O presidente Jair Bolsonaro segue em viagem internacional e de longe viu a eclosão de um problema de articulação política que deve exigir uma revisão de postura para se resolver. Depois de ser atacado por Carlos Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, abandonou o papel de articulador político que tinha assumido de bom grado pela reforma da Previdência. Maia afirmou que seguirá defendendo a reforma, mas que Bolsonaro terá de conseguir os votos para o projeto.

Do Chile, Bolsonaro disse que não deu motivo para a saída de Maia e que está aberto ao diálogo. O que se percebeu é que a mudança de postura de Maia deu vazão à insatisfação de boa parte dos parlamentares que já reclamavam da falta de diálogo com o governo.

A briga não é de hoje e envolve os conceitos de “velha” e “nova política”. Bolsonaro discursa como se ainda estivesse em campanha, com o tom de criminalizar a “política tradicional” e brigar contra o “toma lá, dá cá”. Isso é importante para manter sua base de apoio engajada, mas não pode ser feito via agressão direta e indireta aos aliados.

Segundo nos contou a “Folha de S.Paulo”, Maia falou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que ele fará a “nova política” e que isso consistiria em não fazer nada e esperar por aplausos nas redes sociais.

O presidente terá de fazer uma mudança de discurso e de postura. Negociar com o Congresso não é ceder à velha política. As barganhas não precisam ser sempre espúrias e envolver verbas e cargos. Bolsonaro tem de convencer que a vitória da reforma da Previdência e demais pautas será de toda a classe política e não apenas do seu governo. No lado contrário, as derrotas serão sempre de Bolsonaro e não pulverizadas na figura impessoal do “Congresso”.

Leia aqui todo o Diário dos 100 Dias.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Exile on Wall Street

Rodolfo Amstalden: habilidade emocional e investimentos

Os alunos de medicina da classe de 1992 não aguentavam mais estudar, desde o cursinho, desde que tiveram o azar de nascer em suas tradicionais famílias de doutores. Passaram os primeiros 18 meses da faculdade babando em cima de livros de capa dura. Madrugadas inteiras em modo zumbi, decorando nomes de partes que pareciam não […]

Mercados hoje

Ibovespa opera em alta, mas inflação global segue nos holofotes; dólar recua

Influenciada pelo bom humor internacional, a bolsa brasileira deve acompanhar o ritmo positivo enquanto digere os dados do Relatório Trimestral de Inflação

O melhor do seu dinheiro

“Festa junina” das empresas de saúde na bolsa, moeda digital brasileira e outras notícias do dia

A pandemia de covid-19 impacta não só a economia, mas também a nossa vida social. Neste ano, não tivemos Carnaval, e desde o ano passado, também estamos sem as tradicionais festas juninas. É sempre importante lembrar que as origens das festas juninas são católicas, já que são comemoradas datas relativas a São João Batista, Santo […]

Relatório trimestral da inflação

RTI: BC volta a indicar outro ajuste de 0,75 ponto porcentual da Selic em agosto

O Comitê ressalta que essa avaliação também dependerá da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e de como esses fatores afetam as projeções de inflação

Procura-se

Donos de exchange da África do Sul ‘desaparecem’ com US$ 3,6 bilhões em bitcoins após suposto ataque hacker

A maneira como as moedas foram embaralhadas torna quase impossível que as autoridades rastreiem para onde foram os bitcoins

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies