Menu
Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-16T12:52:28-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
DIA 98

Agradeço pelos serviços prestados

Presidente troca ministro da Educação e fala em dialogar com o Congresso pela aprovação da reforma da Previdência

8 de abril de 2019
21:21 - atualizado às 12:52

Depois de Gustavo Bebianno, o segundo ministro de Jair Bolsonaro a receber os agradecimentos pelos serviços prestados foi Ricardo Vélez Rodrigues, que deixa o Ministério da Educação depois uma série de declarações polêmicas e por “não estar dando certo”. Para o seu lugar vem o então número dois da Casa Civil, Abraham Weintraub. Que o novo ministro pacifique desentendimento que haviam dentro da pasta entre militares e apoiadores de Olavo de Carvalho.

Em entrevista à “Jovem Pan”, Bolsonaro disse acreditar que a reforma da Previdência será aprovada em pouco tempo e passou a bola, novamente, para o Legislativo que tem de avaliar o projeto. O presidente também se mostrou aberto ao diálogo para buscar soluções para as demandas dos parlamentares.

Enquanto sua entrevista era exibida, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, mostravam um discurso afinado em defesa das reformas, mas pontuaram suas limitações no quesito articulação política.

Maia disse que perdeu a condição de ser articulador depois dos desentendimentos com Bolsonaro, que acha legítima a forma de atuação do presidente, mas que não é mulher de malando para ficar apanhando e achando que está bom.

Guedes disse não ter a pretensão de ser coordenador político, brincou com sua ida à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) dizendo: “vocês viram o desempenho que tive por lá” e disse que a coordenação está em excelentes mãos, com Rogério Marinho (secretário especial de Previdência). “Sou animal de combate, não sou animal para fazer essa coordenação”.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies