Menu
Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
2019-04-04T13:59:01-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
dia 45

Martelo batido!

Idade mínima será de 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens, com prazo de transição de 12 anos

14 de fevereiro de 2019
18:29 - atualizado às 13:59

Conforme o prometido em entrevista na noite de ontem, presidente Jair Bolsonaro “bateu o martelo” sobre o texto final da reforma da Previdência. Todos os detalhes serão oficialmente conhecidos dia 20, mas o secretário especial da Previdência, Rogério Marinho, escalado para encarar o enxame de repórter que aguardavam algum pronunciamento na portaria do Palácio da Alvorada, adiantou que a idade mínima será de 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens, com prazo de transição de 12 anos.

A solução encontrada foi um meio termo. A ideia defendida pela equipe econômica era de 65 anos iguais, com dez anos de convergência. O presidente tinha falado, anteriormente, em 57 para mulheres e 62 para os homens, mas o secretário falou que Bolsonaro defendia 60 anos mulheres e 65 anos homens. Marinho não respondeu a nenhuma pergunta, mas deu a entender que a economia de R$ 1 trilhão, acenda pelo ministro Paulo Guedes, está contemplada nos planos.

O anúncio de parte da reforma ajudou o tirar o foco da “crise” que se abateu sobre o Palácio do Planalto, envolvendo o ministro a Secretaria-Geral da Presidência Gustavo Bebianno, suspeitas de candidaturas laranjas do PSL nas eleições, divulgação de áudios pelo “Twitter”, e Bolsonaro falando que envolvidos no escândalo “terão de voltar às suas origens”. Ainda é cedo para saber se esse desentendimento de Bolsonaro e seus familiares com lideranças do PSL pode ter custos na aprovação das reformas, o que é fato é que todo e qualquer ruído político será utilizado pela oposição para ir minando o governo.

Leia aqui todo o Diário dos 100 Dias.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

estudos para RS, RJ e CE

Neoenergia estuda o desenvolvimento de projetos eólicos offshore no Brasil

Segundo o presidente, Mario José Ruiz-Tagle Larrain, a companhia está desenvolvendo estudos preliminares para projetos no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Ceará

popular aplicativo

TikTok pede a juiz federal dos EUA audiência sobre aplicativo banido

Os advogados da empresa argumentam que a medida viola a liberdade de expressão e o devido processo legal

balanço da doença

Brasil acumula 4,6 milhões de casos e 138,9 mil mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, foram registrados 869 novos óbitos. Ontem, o total estava em 138.108. As autoridades de saúde ainda investigam 2.422 mortes que podem ou não estar relacionadas à doença

seu dinheiro na sua noite

Já deu o que tinha que dar

Caro leitor, Quando a pandemia de coronavírus explodiu e os bancos centrais do mundo passaram a reduzir fortemente os juros, muitos economistas e analistas de mercado questionaram os limites da política monetária naquele caso. Afinal, não se tratava de uma crise financeira, como foi a de 2008, nem de uma crise econômica comum. Estávamos diante […]

Roubando a cena

Dólar dispara mais de 2% com aversão ao risco e tem 4ª sessão seguida de alta; bolsa cai

Dólar passou voando pela marca de R$ 5,50 e por pouco não bateu R$ 5,60; Ibovespa acompanhou sinal negativo vindo de Wall Street e perdeu piso de 96 mil pontos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements