🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
Cotações por TradingView
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Dia 37

Apoio condicionado

Tempo é o ativo mais precioso que existe e é algo que não “sobra” quando se trata de reformas e negociações com o Congresso

Eduardo Campos
Eduardo Campos
6 de fevereiro de 2019
18:30 - atualizado às 13:56

O presidente Jair Bolsonaro continua o processo de recuperação em São Paulo. No núcleo familiar, o senador Flávio Bolsonaro é alvo de uma investigação por suposto crime eleitoral envolvendo compra e venda de imóveis. Aqui em Brasília, notícias de “caneladas” no início do trabalho de articulação política pelo líder do governo na Câmara, major Vitor Hugo, que fez um convite de reunião por “Whatsapp”, falando aos colegas em base "do apoio consistente e do apoio condicionado".

Consistente ou condicionado, o que importa, como disse ontem o presidente da Câmara Rodrigo Maia, é ter votos para levar a reforma da Previdência adiante. Nesse sentido, Vitor Hugo disse que o governo vai negociar com partidos políticos. Na campanha, o governo deu grande ênfase a negociações com bancadas temáticas. Não sei se é uma mudança ou ampliação de rumos. A conferir. O porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros, foi questionado sobre a atuação do major Vitor Hugo e deitou elogios ao escolhido pelo presidente para fazer "o processo de convencimento do Congresso" e disse que Bolsonaro não esboçou “qualquer iniciativa de cambiar” o major, que é parlamentar de primeiro mandato. Segundo o porta-voz, "o tempo dirá sobre o acerto do presidente na escolha". Tempo é o ativo mais precioso que existe e é algo que não “sobra” quando se trata de reformas e negociações com o Congresso.

Leia aqui todo o Diário dos 100 Dias. Trincheira

Compartilhe

DIA 100

Política interna e externa

10 de abril de 2019 - 17:53

Presidente comemora amanhã seus 100 dias e, enquanto isso, afaga deputados e se entende com países árabes

última página do diário

Os 100 dias de Bolsonaro: Foi bom para você?

10 de abril de 2019 - 5:16

Desempenho não foi frustrante e mostrou para o governo e para a população que a lógica da política é incontornável

dia 99

Encruzilhada pela frente

9 de abril de 2019 - 17:49

Bolsonaro defende Previdência em evento com prefeitos e chama Rodrigo Maia de irmão

DIA 98

Agradeço pelos serviços prestados

8 de abril de 2019 - 21:21

Presidente troca ministro da Educação e fala em dialogar com o Congresso pela aprovação da reforma da Previdência

dia 95

Não nasci para ser presidente

5 de abril de 2019 - 18:03

Presidente faz um desabafo, pede desculpas pelas caneladas, mas acerta as pernas de Paulo Guedes

DIA 94

Nada se falou sobre cargos

4 de abril de 2019 - 17:44

Bolsonaro recebe líderes partidário e enfatiza alto nível da conversa enquanto Guedes consegue fato inédito

DIA 93

Jogo pesado

3 de abril de 2019 - 17:59

Presidente promete maior atuação na reforma da Previdência

dia 92

Dia 92 de Bolsonaro: Polêmicas na Terra Santa

2 de abril de 2019 - 17:52

Afirmação que mais repercutiu foi sobre o nazismo ser de esquerda

dia 91

Sabedoria para bem decidir

1 de abril de 2019 - 17:33

Presidente tem que “bem decidir” como fazer a “nova política” e rápido

dia 88

O inimigo agora é outro

29 de março de 2019 - 17:56

Presidente e Rodrigo Maia parem ter selado um armistício

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies